saúde dos colaboradores

Preocupar-se com a saúde do colaborador de sua empresa é um elemento tão importante quanto outros cuidados operacionais, como manutenção de equipamentos, avaliação de orçamento e desenvolvimento de estratégia, etc.

Afinal, o colaborador é também parte essencial para o bom funcionamento das ações da empresa e para a manutenção da harmonia no clima organizacional.

Será que as empresas procuram realmente preservar de maneira adequada o bem estar do colaborador e alinham essa prática como um ponto incontornável não só para a conquista dos seus objetivos, mas também para a construção de um ambiente ético e humanizado?

Neste artigo, procuraremos tratar a respeito da importância de cuidar da saúde do colaborador da sua empresa. Mostraremos também 5 dicas importantes que a empresa pode executar para incentivar esses cuidados. Para entender melhor, nos acompanhe!

A importância de cuidar da saúde do colaborador da sua empresa

Como já mencionado na introdução, os funcionários são os principais ativos e o motor de funcionamento do seu negócio. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Cuidar da saúde do colaborador nesse contexto é fundamental para preservar um funcionamento harmonioso da organização, que impacta tanto no bem estar de todos, como também nos lucros e resultados almejados. É uma situação de ganho em todas as frentes!

No que pese também o lado humano, é imperativo lembrar que no dia a dia organizacional estamos lidando com seres humanos que carregam com eles toda sua complexidade psicológica, emocional e questões da vida pessoal.

Investir nesse tratamento humanizado e voltado à saúde do colaborador é uma forma de integração e acolhimento do profissional, e extremamente positivo na esfera profissional e pessoal.

Só para ilustrar: segundo pesquisa da OMS, transtornos depressivos e de ansiedade motivados por perda de produtividade no trabalho custam 1 trilhão de dólares à economia mundial.

Portanto, investir no bem estar dos colaboradores não é necessariamente um desvio de rota nos objetivos estratégicos da empresa, que visam o lucro. Pelo contrário, a saúde dos funcionários está intimamente ligada à produtividade e ao aumento da receita.

Assim, investir na saúde deve ser prática prioritária em toda e qualquer empresa, sejam startups iniciantes, ou sejam grandes corporações. No próximo tópico, falaremos de como os gestores podem atuar para melhorar a saúde dos seus colaboradores, seja física ou mentalmente.

5 dicas para cuidar da saúde do colaborador da sua empresa

As empresas podem cuidar da saúde de seus colaboradores de muitas formas, tanto com medidas concretas quanto por meio de incentivos. 

Listamos abaixo 5 formas de cuidados para a saúde dos trabalhadores. Vamos a eles!

Organizar sessões de ginástica laboral

Não seria interessante tanto para a integração dos funcionários como para sua saúde que organizações promovessem intervalos de tempo semanais para a realização de atividades físicas?

Já são muitas as empresas que realizam momentos de relaxamento e exercício em que os funcionários fazem sessões de alongamento e fortalecimento muscular.

Em um mundo corporativo que normaliza funcionários passarem 8 horas do seu dia sedentariamente sentados em cadeiras de escritório, esse tipo de prática ganha ainda mais importância.

Exercício físico é fundamental para a saúde!

Promover ergonomia no ambiente de trabalho

A ergonomia representa a qualidade do posicionamento do colaborador enquanto ele realiza seu trabalho, seja sentado em home office, seja de pé em uma indústria.

Tomar os cuidados adequados nesse segmento é importante para a saúde pois previne dores e lesões provenientes de longas jornadas em uma mesma posição ou com repetição de movimentos.

Algumas dicas a serem seguidas são:

  • Se você trabalhar sentado, preste atenção à altura da cadeira. Cadeiras muito baixas ou muito altas podem trazer desconforto muscular e lesões. Procure sempre manter os pés apoiados.
  • Alterne sempre que possível sua posição para não ocasionar desgastes.
  • Posicionar objetos recorrentemente usados sempre próximo a você para evitar desvios constantes de postura ao se esticar;
  • Invista em cadeiras ergonométricas e confortáveis que garanta a melhor postura do funcionário;
  • Sempre procure um supervisor em situações de desconforto.

O último item da lista nos leva a um importante cuidado com a saúde do colaborador que será abordado no próximo tópico.

Inibir situações de assédio

Como gestor, o estímulo ao relacionamento humanizado deve ser sempre uma prioridade no ambiente organizacional. 

Ouvir atentamente as críticas e os problemas do funcionário que atrapalham de alguma forma sua produtividade é essencial. As críticas podem ser tanto de problemas estruturais, quanto desabafos de questões pessoais e até reivindicações contra assédio interno na empresa.

E a melhor forma de desestimular o assédio é que os exemplos venham dos próprios gestores, ao enfatizarem sempre um tratamento humanizado e harmônico entre os colaboradores. Saúde mental é muito importante!

Respeitar a carga horária

Respeitar a carga horária de trabalho também está em plena convergência com as boas práticas de preservação da saúde mental.

Trabalhar sobre pressão e desgaste físico por longas horas, além da capacidade, não contribui em nada para a saúde do colaborador.

Além disso, o que a olhos superficiais pode ser visto como um aumento de produtividade, pode tornar-se justamente o contrário. 

Respeito aos limites do funcionário também é pré-requisito de boa saúde e bom desempenho financeiro.

Estimular que os funcionários busquem cuidados com a saúde

Estimular por meio de uma comunicação pedagógica e comunicativa que os funcionários procurem formas de cuidar da sua saúde também é uma medida bastante eficaz. 

Funcionários mais conscientes podem buscar meios de cuidar da sua saúde em todas as suas vertentes, seja mental, ortopédica e até mesmo sexual. Sim, até a saúde sexual tem um impacto preponderante em nossas vidas e no rendimento laboral, mas muitas vezes não nos damos conta.

Principalmente entre os homens, problemas como perda de libidoejaculação precoce ou problemas de ereção podem desencadear questões psicológicas que impactam em vários setores de nossa vida. Afinal, como mostra essa pesquisa do Datafolha, disfunções sexuais são bem comuns no nosso dia a dia.

A questão é que, com o avanço da tecnologia, cuidar da saúde se torna cada vez mais fácil. Existem, por exemplo, tratamentos médicos disponíveis em plataformas onlines de telemedicina, nas quais você pode receber um acompanhamento seguro e sem precisar sair de casa

Portanto, as medidas para cuidar da saúde do colaborador existem e são práticas incontornáveis pelas empresas. Uma mentalidade moderna deve compreender que um ambiente humanizado e saudável deve estar alinhado com as estratégias de lucro sempre.

Gostou do conteúdo? Esperamos que as 5 dicas que demos sobre cuidados com a saúde do colaborador tenham sido proveitosas. Até a próxima!

Esse artigo foi escrito pela Omens, plataforma direta, online e segura de acompanhamento da saúde sexual. Nossa equipe é formada por médicos urologistas certificados pela CRM e especificamente qualificados para teleconsulta. 

Comentários