Ter controle financeiro pode ser um desafio para aqueles que nunca tentaram antes ou possuem uma vida muito agitada, se tornando difícil parar e realizar uma boa gestão de forma efetiva e o mais assertiva possível.

Seguindo essa linha de pensamento, o texto de hoje irá abordar formas de realizar uma melhor organização mensal e dicas de como obter um controle financeiro mais eficaz, além do impacto que ela pode causar na sua rotina e dicas de aplicação.

Cuidar bem e ter controle de suas finanças é uma prática que é utilizada por muitos, desde pessoas comuns até mesmo empresa de automação residencial. Quanto melhor o controle de suas finanças, melhor e mais organizado será o seu planejamento.

Claro que imprevistos sempre podem acontecer e acabar desestabilizando seus planos e projeções, porém isso é normal, afinal, é possível controlar apenas os gastos e situações que dependem totalmente de suas ações e não envolva terceiros.

Inclusive, esse é um dos principais motivos do controle financeiro ser tão necessário para o dia a dia de uma empresa e, nesse caso, para seu próprio bem estar econômico.

Não apenas isso, mas a simples possibilidade de conseguir economizar dinheiro em algumas situações e aplicá-lo em outras abre diversas portas, como por exemplo, realizar a abertura de empresa em São Paulo, caso seja do interesse de cada um.

Portanto, para entender melhor como funciona essa dinâmica e os motivos pelos quais é importante a organização mensal, confira o tópico a seguir.

O conceito de organização financeira

Para facilitar a compreensão, vamos pegar como exemplo um negócio. Para que a sua empresa cresça e prospere, é necessário um bom fluxo de caixa, bons investimentos e a sabedoria de saber onde investir o seu capital.

Com as pessoas, embora sejam em proporções muito menores, não é diferente. O dinheiro de rendas entra na conta e deve ser usado para pagar despesas e contas gerais, além de mantimentos para sobrevivência, investindo o resto em algo que trará um futuro retorno.

Independentemente se a renda fixa venha da venda de cola para acrilico ou outra fonte, esse dinheiro deve ser bem utilizado e evitar desperdícios, fazendo assim com que o controle financeiro seja maior e mais efetivo.

Em outras palavras, entende-se que a organização financeira nada mais é do que um conjunto de ações que tem como objetivo organizar as finanças mensais, otimizando os recursos disponíveis, além de um acompanhamento dos gastos e investimentos.

Porém, essa tarefa nem sempre é tão simples, pois precisa de muita disciplina, organização, auto controle e mudança de hábitos, assim como uma loja de produtos de limpeza. Ou seja, é preciso pensar no futuro e não apenas no presente.

Alguns elementos podem ser destacados como possíveis ganhos e benefícios da aplicação correta de tal organização financeira, como:

  • Controle do dinheiro;
  • Possibilidade de investimento em outras aplicações;
  • Estabilidade financeira;
  • Possibilidade de evitar grandes impactos com imprevistos.

Mesmo que muitas vezes tais benefícios sejam imperceptíveis para algumas pessoas menos atentas, é bastante impressionante o impacto que tal gestão pode causar na rotina daqueles que se propõem a ter uma mudança de hábitos.

Assim como pode ser mais vantajoso um fretado para empresas em diversas companhias, é muito melhor que cada pessoa aprenda mais sobre educação financeira e consiga lidar com os diversos gastos e ganhos que podem movimentar um mês.

Como realizar o controle financeiro mensal

Assim como qualquer prática ,e mudança de hábitos, é necessário um conhecimento de como fazer tal ação e uma certa orientação sobre o melhor a ser feito e, pensando nisso, os tópicos a seguir são compostos por diversas dessas dicas.

Para ficar por dentro de tudo, confira.

01 – Invista em educação financeira

Assim como alguém que procura realizar um bom serviço de monitoramento de alarme precisa estudar um pouco sobre sistemas de segurança no geral, para que você consiga ter um bom controle de suas finanças, é necessário investir em educação financeira.

Diferente do que muitos pensam, a educação financeira é focada em ensinar formas inteligentes e saudáveis tanto para gastar o dinheiro quanto para investir em áreas que realmente fazem sentido para você e seu futuro.

Ou seja, a educação financeira não pensa apenas no presente, mas também no futuro e em como você pode realizar seus sonhos e vontades a partir de pequenas mudanças de sua rotina, afinal, se você não mudar, nada vai mudar.

02 – Priorize quitar suas dívidas

O primeiro grande passo para começar a mudar seus hábitos é quitar todas as suas dívidas logo no começo do mês, independente se o gasto foi em revestimento em ACM (Material de Alumínio Composto) ou algum empréstimo bancário, por exemplo.

Essa simples atitude faz com que não sobre mais dívidas fixas ou grandes valores para serem quitados ao longo daquele mês, fazendo com que qualquer outro valor que acabe sendo necessário quitar seja visto como variável, podendo ser controlado.

O inverso também acontece, ou seja, ao realizar o pagamento de todas as contas, o que sobra pode ser utilizado para imprevistos ao longo do mês, investimentos ou simplesmente economizar para futuras vontades e ambições.

03 – Defina algumas metas e objetivos

Assim como um fabricante de etiquetas adesivas precisa ter metas e objetivos para saber como e onde suas estratégias de negócios irão levar, as pessoas também precisam ter foco e definir onde se quer chegar, atribuindo um sentido e meta para as economias mensais.

A partir do momento em que se tem o conhecimento sobre o que é controle financeiro, quanto dinheiro entra na conta, quanto que normalmente é usado para pagar dívidas e quanto sobra, ajudando a ter uma noção do quanto pode ser utilizado para tais objetivos.

Criar metas de curto, médio e longo prazo e registrar onde se quer chegar pode ajudar a te motivar, além de ser extremamente gratificante quando todos os esforços ao longo de um determinado período compensam, assim como um fazendeiro que colhe seus frutos.

04 – Crie uma reserva de emergência

Um erro comum entre diversas pessoas é sempre acabar gastando o dinheiro conquistado após a economia ou simplesmente porque alguma dívida fixa deixou de existir. Dependendo da situação, isso pode ser um tremendo erro e fazer com que mais contas sejam geradas.

Conforme se muda os hábitos financeiros, fica bastante mais fácil economizar em diversos aspectos de sua rotina, portanto, também fica mais simples de criar uma reserva de emergência para possíveis obstáculos e imprevistos que a vida pode nos trazer.

Mesmo que seja aos poucos, é sempre bom juntar um pouco de dinheiro em um montante que corresponda a 6 meses de sua média de gastos mensais. 

Tal ação ajuda principalmente em um imprevisto como perder o emprego, te ajudando a se manter durante um determinado período.

05 – Utilize a tecnologia a seu favor

O mundo de hoje é bastante tecnológico e está conectado à internet o tempo todo. Com isso, é possível utilizar planilhas em softwares que te ajudem a ter um melhor e mais preciso controle financeiro.

Existem planilhas prontas e softwares gratuitos que podem ser baixados dependendo da sua necessidade, desde alguns mais simples e que compreendem apenas o básico, desde mais complexas com taxas e diversos valores variáveis.

Independentemente da decisão que cada um preferir, a partir do momento em que você consegue visualizar melhor os seus gastos e como o dinheiro está sendo investido, é muito mais tranquilo de se disciplinar se habituar a economizar.

Portanto, seja por meio de tabelas, softwares ou controle próprio em um caderno de anotações, é extremamente importante ter as anotações em algum lugar para facilitar todo o processo.

Considerações Finais

O texto de hoje abordou como é importante ter uma organização mensal de suas finanças e como ela pode impactar e muito na sua vida e rotina, além de dicas e orientações bastante valiosas de como criar hábitos saudáveis para o seu bem estar financeiro.

Claro que muito dependerá de quais dívidas cada um tem, quantidade de renda salarial mensal, investimentos, vontades, sonhos, ambições e diversos outros aspectos que se aplicam diferentemente para cada pessoa.

Porém, a partir do momento em que consegue enxergar a oportunidades de economia em seu dia a dia, será muito mais fácil atingir suas metas e objetivos, além de ter uma segurança financeira muito melhor, possibilitando que se arrisque um pouco mais em alguns investimentos.

Com isso, basta sentar e rever sua situação financeira, colocando em prática as informações disponibilizadas ao longo do texto. Adapte-as à sua realidade mas, acima de qualquer coisa, comece a economizar e mudar seus hábitos o mais rápido possível.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários