Aprenda com dicas práticas e simplificadas como abrir o seu e-commerce. Do primeiro passo ao sucesso: nós preparamos tudo para você, vem com a gente!

Para quem ainda está começando, as dúvidas relacionadas a como abrir um e-commerce são as mais diversas e muitas vezes não sabemos qual caminho seguir.

Desde o que vender até a fórmula prática de como fazer o negócio funcionar: tudo parece um verdadeiro bicho de sete cabeças!

Mas calma lá, preparamos este artigo para te nortear nessa jornada: este é um guia prático dividido em passos simples, basta colocar tudo em ação.

Bole bem a sua estratégia: todo negócio depende de planejamento. Use as informações e dicas disponíveis por aqui para se basear, mas lembre-se de que o seu e-commerce deve ter a sua cara!

Em sequência você pode conferir algumas dicas estruturais para o seu negócio, além de algumas ideias criativas.

Deixe de lado o medo e as dúvidas: você pode dar início à abertura do seu e-commerce hoje ainda! Vamos ao conteúdo.

Leia também: Como ganhar dinheiro na crise – Ideias para começar agora

Como iniciar um e-commerce: escolha o seu nicho

Por mais que este seja um ponto meio vago, você deve compreender que a escolha principal acerca do seu e-commerce é, justamente, o nicho.

O que você vai vender e para quem você vai vender são as perguntas mais importantes a serem respondidas, uma vez que isso definirá toda a sua busca por fornecedores, clientes e plataformas.

Existe uma verdadeira infinidade de opções de nichos para seguir, mas é importante que você escolha produtos com os quais tenha alguma afinidade.

Pense que os seus clientes terão dúvidas e, ao menos no início, você é que será responsável por respondê-las.

Mas não se preocupe: falaremos mais sobre isso logo à frente. Confira algumas dicas de o que vender no e-commerce:

Produtos relacionados a artistas e bandas

Este é um nicho pouco explorado e, sem sombra de dúvida, extremamente rentável.

Muitas pessoas não resistem a comprar coisas relacionadas aos seus ídolos, seja em lojas presenciais ou online.

Por isso, se você tem alguma afinidade com esse tipo de produto, pode ser que essa seja uma ideia e tanto! Escolha os melhores produtos, invista em variedade de preços e você deve ter sucesso.

Infoprodutos

Quando falamos sobre e-commerce, não podemos deixar de lado os infoprodutos. Estes são produtos digitais, ou seja, não são físicos.

Essa modalidade de e-commerce está em alta, então compensa muito explorá-la, principalmente se está sem ideias.

Alguns exemplos de infoprodutos:

  1. E-books de autoajuda;
  2. Cursos (ex: violão, piano, desenho);
  3. Vídeos-tutoriais (ex: como fazer um logotipo, aprenda a mexer em X programas).

Você pode produzir este conteúdo ou contratar alguém para que produza. A partir daí, basta anunciar em plataformas como Hotmart, Eduzz e Monetizze.

Revenda de produtos variados

Se não tem ideia ainda de como iniciar um e-commerce, saiba que uma boa solução é investir em produtos variados.

Engana-se quem acredita que deve vender uma única coisa ou apenas uma classe de produtos: quanto maior a variedade, maior a chance de vender!

É claro que não podemos abrir muito os horizontes, principalmente no início, já que o orçamento tende a ser mais limitado, mas a longo prazo, variar o estoque é sucesso na certa.

Fique de olho em sites de vendas e compre médias quantidades de produtos chave que estiverem em um bom preço e anuncie com um valor acima, sendo essa sua comissão.

Confira ideias de produtos:

  • Maquiagens;
  • Presentes;
  • Acessórios para celular;
  • Utensílios gerais de cozinha;
  • Decoração;
  • Acessórios para carro.

Por onde você venderá o seu produto?

Ao se questionar sobre como abrir um e-commerce, é importante que você pense, logo após decidir qual será o produto, em onde anunciará e venderá.

Muitas plataformas estão disponíveis para te ajudar nesta jornada, mas escolher com sabedoria é essencial. Lembre-se de estudar mais a fundo cada uma das opções, vendo qual delas melhor te serve.

Algumas das melhores plataformas de e-commerce:

  • Mercado Livre
  • Enjoei
  • Shopify

Vale a pena conhecer ferramentas diferentes daquelas que estamos acostumados, já que elas contam com funcionalidades muito úteis.

Mantenha o seu perfil bem organizado

Engana-se quem acredita que basta cadastrar os produtos, você deve manter o perfil de sua loja sempre organizado!

O seu cliente acessa a loja buscando por coisas específicas e, se tiver dificuldade em encontrar, certamente procurará pela concorrência.

Configure categorias e subcategorias, deixe tudo acessível para que o usuário seja capaz de, intuitivamente, navegar pela sua loja.

Isso vale para qualquer perfil, de qualquer nicho, em qualquer plataforma. Nenhuma desculpa será justificativa para uma loja mal organizada.

Como começar do zero uma loja virtual – o marketing

Atualmente, o marketing tem definido a falha ou o sucesso de grande parte das empresas e organizações.

Se deseja abrir uma loja virtual do zero, já comece pensando em quais estratégias de marketing irá aderir. Você vai vender apenas por meio de plataformas ou usará redes sociais?

É útil usar artes para feed ou é melhor focar apenas em fotos dos produtos em si e promoções? Seria útil usar o Google Ads para captar vendas? Vá traçando a sua estratégia de acordo com cada uma dessas respostas.

Qual o custo para abrir uma loja virtual?

Ao pesquisar sobre como iniciar um e-commerce, você vai se deparar com dúvidas relacionadas aos custos iniciais.

Você se surpreenderá ao saber que, para começar, pode investir muito pouco.

A jogada é que, conforme lucra, poderá reinvestir valores e continuar a movimentar o capital de giro do seu negócio.

Parâmetros de custo para abrir um e-commerce:

  • Loja de estoque com uma pequena variedade de produtos: R$:1.500.
  • Loja de estoque com uma grande variedade de produtos baratos: R$: 5.000.
  • Dropshipping de outras lojas e plataformas: R$:1.000 a R$:3.000.

Por que começar um e-commerce?

Para finalizar com chave de ouro, vamos trazer alguns motivos pelos quais você deve sim tirar o seu e-commerce do papel e fazer acontecer.

Com os avanços da tecnologia, tornou- se mais fácil ganhar dinheiro online. Por que investir em lojas físicas, aluguéis e contas mensais se você pode recorrer às plataformas?

Prós de se ter um e-commerce:

  1. Todas as informações ficam reunidas em um só lugar.
  2. Você ganha autoridade na web com boas avaliações.
  3. Você lucra sem gastar com aluguel de salão ou contas de água, luz, etc.
  4. É possível acompanhar o desempenho de sua loja mais de perto.
  5. É possível atuar em projetos paralelos, vendendo produtos distintos.

Viu só como o e-commerce não é assim tão misterioso? Basta entender os conceitos básicos de venda online para dominá-lo.

Não tenha medo de dar início ao seu projeto, tenho certeza de que, aos poucos, a sua loja se tornará muito mais do que apenas um plano.

Dê a devida atenção à sua clientela, atenda bem aos prazos e mantenha as suas informações bem atualizadas. Sem isso, você não conseguirá se firmar nos negócios digitais.

Agora que você já sabe como iniciar um e-commerce, selecione quais produtos farão parte da sua loja, defina sua estratégia de vendas e fature muito!

Comentários