Sabe o que é TradeMap? Se você tem aplicações e administra algumas carteiras de investimento, certamente já deve ter ouvido sobre essa startup financeira. Assim como o Kinvo, o Gorila e o Real Valor, o Trademap também é uma fintech de investimentos que facilita a vida de quem atua na área.

Ela tem muitas outras funções que a deixam em destaque e que vamos conferir neste texto. Mas afinal, de onde surgiu o TradeMap?

O TradeMap nasceu das necessidades observadas por Rodrigo Freitas, Nelson Massud e Leonardo Magalhães, fundadores da Valemobi, uma desenvolvedora de softwares para bancos, corretoras e empresas relacionadas.

Por meio da Valemobi, Freitas  percebeu que tinham em mãos uma infinidade de ferramentas, tecnologia e dados que poderiam ser utilizados para facilitar a vida do investidor.

Dessa forma, o TradeMap ganhou seus primeiros contornos e, em 2018, começou a funcionar. Inicialmente, seus serviços eram gratuitos, mas com o passar do tempo e com o crescente sucesso, ganhou planos pagos.

Quer ter uma noção do sucesso entre os investidores? Acompanhe os números incríveis dessa empresa.

O que é TradeMap em números?

De acordo com O Globo, o TradeMap conseguiu a façanha de no primeiro semestre de 2020 adicionar 100 mil usuários a mais que a própria B3, a Bolsa de Valores oficial do Brasil. Impressionante, não?

Atualmente, possui 3,4 milhões de usuários, com mais 350 mil investidores ativos diariamente. Outra marca significativa se refere aos 85% de CPFs da B3 que são clientes do TradeMap.

Outros números reveladores são as avaliações. No App Store ele foi avaliado em 4.8/5, enquanto no Google Play , sua nota foi de 4.5/5. Já no Reclame Aqui a reputação é considerada ótima, com uma avaliação de 8.1/10 e 100% das reclamações respondidas.

Por último, mas não menos importante, é que, com menos de um ano de vida, o TradeMap teve 3% de seu capital adquirido pela consultoria Visagio. Com dois anos de criação, a gestora Dynamo comprou 10% da companhia.

Bom, números não mentem e essa é uma prova de que o TradeMap é confiável e vale a pena. Logo, se você quer reunir todos seus investimentos em uma única plataforma, esse é um caminho seguro.

Afinal, para que serve o TradeMap?

O TradeMap é um marketplace financeiro?

Sim, o TradeMap oferece serviços o suficiente para ser considerado um marketplace financeiro. Lembrando que marketplace é uma plataforma no qual produtos e serviços são oferecidos para possíveis compradores. Mas o Trademap não é só um agregador para investidores?

Inicialmente, sim. Funcionava exatamente como funciona o Kinvo, o Gorila e o Real Valor. No entanto, com o tempo outros serviços foram adicionados, como por exemplo o portal de notícias, a área para cursos de aperfeiçoamento e a área de análise de dados sobre investimentos.

Resumindo, em um único lugar, é possível se informar, aprender, investir e organizar todas suas aplicações, sejam elas em criptomoedas ou tesouro direto. Contudo, para quem o usa como agregador, o que ele oferece?

TradeMap – versão gratuita

Algumas das funcionalidades ainda permanecem gratuitas e são muito boas, como a análises completas de carteira, incluindo os ativos internacionais. Além disso, fornece carteiras recomendadas pelas principais corretoras nacionais, consolidação e alertas dos fatos mais importantes do mercado.

Acompanhe abaixo outras ferramentas oferecidas nesta versão gratuita.

  • custódia segmentada por ativos;
  • envio e acompanhamento de ordens;
  • cotação em tempo real da Bovespa;
  • portal de notícias;
  • portal voltado para educação com conteúdos relacionados ao mercado;
  • prateleira completa de Fundos de Investimento e Renda Fixa;
  • extratos podem ser exportados para o Excel.

TradeMap Prime

Atualmente, julho 2021, esse plano tem o custo de R$54,20 por mês e contempla todas as ferramentas da versão gratuita mais as ferramentas indispensáveis para quem já tem certa experiência na área. Como, por exemplo, o módulo de risco da carteira e análises fundamentalistas completas.

Acompanhe abaixo algumas das outras funcionalidades.

  • cotação BM&F e EUA;
  • estimativas de mercado;
  • comparador de fundos, análise de oportunidades, consenso e carteira dos fundos;
  • relatórios de performance podem ser exportados para o excel.

Caso queira saber mais sobre as funcionalidades visite a página do TradeMap Prime

TradeMap Pro

Esse plano é o mais completo que há e foi desenhado especialmente para investidores experientes e que necessitam de ferramentas mais avançadas. 

Atualmente, o custo é de R$349,90 por mês e oferece todas as facilidades do plano Premium e outros diferenciais interessantes, como atendimento preferencial via chat exclusivo e a ferramenta TradingView para análise técnica.

Veja abaixo outros diferenciais:

  • buscador inteligente de ativos
  • ranking de corretoras
  • fluxo de investidores na B3;
  • flash de mercado (negociações de corretoras);
  • simulação de operações
  • análises qualitativas e quantitativas.

Para saber mais facilidades da plataforma acesse o site da TradeMap Pro

[BÔNUS] Gamificação no mercado financeiro? Funciona?

Acompanhando a crescente onda de brasileiros interessados em investimentos, o TradeMap resolveu abraçar a gamificação. Como assim?

Simples, os investidores apostam em acertos e ganhos do mercado financeiro e observam os resultados. Dessa forma, cria-se uma cultura de observar e absorver informações de forma mais assertiva e divertida.

Além disso, um plano da empresa é  trabalhar a gamificação na jornada do cliente dentro da plataforma. Ou seja, se o usuário cumprir determinadas tarefas, como por exemplo montar uma carteira, ele ganhará uma pontuação. Esses pontos, no futuro, poderão ser trocados por serviços e cursos.

Agora que você já sabe o que é TradeMap, quais os serviços oferecidos, que tal testar? Acompanhe o passo a passo para criar seu cadastro.

Aprenda a criar seu cadastro no Trademap

Você pode fazer seu cadastro via web ou pelo aplicativo. Não há mistério e é super intuitivo criar seu usuário, basta informar nome completo, CPF, email, data de nascimento e o telefone.

Talvez, o mais complicado seja operar a plataforma pela primeira vez. Mas não se preocupe com isso, pois o TradeMap fez uma playlist no Youtube especial para quem está iniciando na arte de investir.

Inclusive, veja o primeiro vídeo da série para entender como é a dinâmica do aplicativo.

Impressões finais sobre TradeMap

Após descobrir o que é TradeMap e se ele  é confiável e vale a pena, podemos concluir que seus diferentes planos se adequam perfeitamente a todos os tipos de usuários, desde os mais novos até os mais experientes.

E você? Gostou de saber o que é TradeMap ou já utilizava o serviço? Para ficar por dentro das novidades do mundo financeiro, continue acompanhando a Fintech!

Comentários