Você já seguiu todos os passos para criar uma startup e aproveitou as dicas para tirar sua ideia inovadora do papel, mas agora chegou um momento crucial: como calcular o valuation de uma startup?

Ao saber quanto vale a sua empresa, você tem a oportunidade de explorar todos os aspectos de valorização na hora de negociar as participações societárias e valores de investimento. No entanto, o valuation não representa um cálculo exato, pois é resultado da percepção de mercado e de projeções futuras.

Por isso, vamos abordar as formas de executar um valuation da sua startup para que você possa traçar novas estratégias a fim de atrair investidores e decolar.

Quando eu devo fazer o valuation?

Antes de entender como calcular o valuation de uma startup, você deve saber qual a hora certa para fazê-lo. Assim, ele pode ser realizado em diferentes momentos de acordo com o objetivo desejado. Muitos podem achar que o cálculo de uma startup só é feito para a busca de um aporte de capital de risco, para a venda da empresa ou para a compra de cotas societárias.

Porém, existem outros motivos tão importantes quanto esses para calcular o valuation de uma startup:

  • Análise de viabilidade econômica
  • Compra e venda de negócios
  • Entrada de investimentos
  • Dissolução de sociedades
  • Liquidação de empreendimentos
  • Fusão, cisão e incorporação

Sabemos que na maioria dos casos, o valuation é feito quando a startup precisa levantar capital nos estágios iniciais, equilíbrio do negócio ou avanço para a próxima etapa. Desta forma, é importante compreender que o valuation de uma startup não é o ponto de partida para a negociação com o investidor.

Assista o vídeo abaixo para entender melhor quando e como fazer o valuation de uma startup:

O que levar em conta para fazer o valuation?

Considerando que o valuation é realizado com o intuito de atrair investimentos, você melhor do que ninguém conhece seu próprio negócio. Mas por meio do valuation, você descobre detalhes que talvez estivessem escondidos em alguma tabela e estatística e que precisam ser levados em conta:

  • Cenário do mercado para o seu produto
  • Graus de inovação da sua ideia, da solução de problemas e das operações.
  • Sucesso das soluções futuras
  • Plano de negócios realista e coerente
  • Resultados do MPV
  • Parcerias estratégicas
  • Possíveis obstáculos do mercado

Com os pontos acima em vista e já sabendo como calcular o valuation de uma startup, você percebe os aspectos que valorizam e desvalorizam o valor do seu negócio, definindo com precisão o valor de investimento necessário em cada ciclo financeiro da sua empresa.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Como calcular valuation de uma startup

Fonte: Slideshare

Além disso, você tem a possibilidade de projetar o desenvolvimento controlado da sua startup ao analisar seu crescimento ao longos dos anos. Desta maneira, além de assinar contratos com novos investidores, você tem base para negociar porcentagens dentro da empresa com mais precisão.

Como calcular o valuation de uma startup?

Para calcular o valuation de uma startup, é necessário utilizar um sistema de avaliação sistematizada através de um modelo quantitativo. Como não possui a solidez e a confiança de uma empresa, as startups não seguem um padrão objetivo de dados. Por isso, há uma certa dificuldade para calcular o valor de startups novatas.

Mas pensando nessas empresas que estão em estágio inicial, vamos propor 4 métodos de calcular o valuation de uma startup:

1) Método Venture Capital – Capital de Risco

  • Para startups com ou sem faturamento

Criado na Universidade de Harvard, essa forma de como calcular o valuation de uma startup se baseia na perspectiva do investidor para quantificar o valor de saída do investimento. Com o método Venture Capital (Capital de Risco), o investidor questiona o valor de retorno de uma startup daqui 5 anos.

Normalmente, após esses 5 anos, os fundos de capital de risco pretendem ter o retorno do investimento. Para isso, eles consideram as premissas de crescimento da startup e do mercado em que ela faz parte, e o índice da taxa P/L (preço sobre lucro).

O valuation de uma startup, segundo o método Venture Capital, calcula o capital a ser aportado para o desenvolvimento do produto, a margem líquida e o lucro projetados para o ano de saída. Portanto, seguindo essa lógica, você deve estimar:

  1. A margem líquida da operação no 5º ano
  2. A receita para o 5º ano e obter o lucro líquido
  3. A multiplicação do lucro líquido pelo P/L  para saber o valor da empresa no 5º ano após o investimento.
  4. A divisão do valor atingido pela taxa de desconto pré-estabelecida pelo investidor.

No entanto, essa análise não calcula o valor da empresa antes do investimento. Para isso, você precisa subtrair do valuation o valor do capital a ser investido na startup. Ou seja, você pega (o valuation da startup no 5º ano)  / (taxa de desconto esperada pelo investidor) – (valor do investimento) = valor da startup antes do aporte.

2) Método Berkus

  • Para startups com potencial de alcançar 20 milhões de dólares de faturamento no 5º ano.

Para saber como calcular o valuation de uma startup com o método Berkus, você analisa o seu negócio seguindo os 5 critérios na figura abaixo. A valorização da startup se dá com a diminuição dos riscos de desenvolvimento do projeto.

Como calcular valuation de uma startup

Fonte: Medium.com

Apesar de ser destinado às startups que visam o faturamento de 20 milhões no 5º ano de vida, o método Berkus é para empresas que ainda não possuem faturamento. Pois, com ele você possui uma visão ampla do valor da startup e o que pode ser aperfeiçoado.

3) Método Scorecard

  • Para startups que ainda não possuem receita.

Para entender como calcular o valuation de uma startup com o método Scorecard, você precisa saber que se trata de uma avaliação analítica e comparativa que utiliza um valor inicial segundo a média dos valores de mercado de startups que se assemelham.

Esse valor é ajustado seguindo fatores que você determina como:

  • Capacidade do time
  • Inovação tecnológica do produto pronto
  • Mercado consumidor
  • Grau de concorrência

Para cada fator, você avalia o peso para a sua startup através de uma pontuação. O resultado se dá com a soma de pontos. Levando em consideração o peso de cada fator, multiplica-se o número obtido pelo valor médio das startups comparadas (com o mesmo grau de desenvolvimento) no início do processo. Daí, encontra-se o valuation final.

Na figura abaixo, você tem uma ideia de fatores e pesos utilizados pelo método Scorecard para realizar um valuation de uma startup:

Como calcular valuation de uma startup

Fonte: Contabnet

4) Método do fluxo de caixa descontado

  • Para startups em fase de crescimento e escala.

Como calcular o valuation de uma startup por meio do Fluxo de Caixa Descontado? Bom, essa estratégia considera o valor do caixa para os 5 anos seguintes e o cálculo é baseado em projeções. Contudo, saiba que essas projeções devem ser realistas e terem como ponto de partida as análises do anos anteriores e as ambições de investimentos futuros em crescimento.

Porém, o risco dessas projeções não serem realizadas são descontados do cálculo. Cada startup calcula esse desconto levando em consideração as variáveis e os riscos com o custo das operações e das oportunidades de capital, depreciação, entre outros.

No vídeo abaixo, você aprende como utilizar o método do Fluxo de Caixa Descontado para saber como calcular o valuation de uma startup:

Exemplificando: se o fluxo de caixa da sua startup for de R$ 1 milhão para os próximos 5 anos e a taxa de desconto fique em 27%, seu valuation é de R$ 730 mil.

Outras considerações sobre como calcular o valuation de uma startup

Na mesa de negociação com um investidor, se você apresentar uma análise que mostra que o retorno está próximo, isso quer dizer que sua startup está mais madura, pois possui um faturamento para crescimento futuro.

O retorno menos incerto demonstra que esse crescimento está mais próximo, já que sua startup tem as competências necessárias para o sucesso e, desta maneira, o investidor irá recomendar sua empresa para outros fundos.

Além dos resultados do valuation feito, existem outros fatores que beneficiam sua startup no momento de negociação com os investidores:

  • Valor agregado: quanto o investidor pode agregar à sua empresa.
  • Equipe da startup: composição de profissionais.
  • Poder de barganha: experiência, competência e network do lado da startup e do investidor.
  • Oferta e demanda: quanto maior a demanda, maior o valor a ser investido.
  • Estrutura societária: quantidade de sócios e a contribuição de cada um na startup.

Agora que você sabe tudo sobre como calcular o valuation de uma startup, que tal se inscrever na nossa newsletter para ficar por dentro das novidades tecnológicas do momento?

Comentários