Os empréstimos têm sido uma alternativa para muitas pessoas que buscam se livrar de dívidas, abrir um negócio, investir em estudos ou em um sonho. Escolher a empresa certa para o seu tipo de empréstimo faz toda diferença.  Neste artigo falaremos de uma delas, a Lendico: vale a pena? Como ela funciona? Quais suas taxas? Veja a seguir.

Segundo uma pesquisa feita pelo IBGE, cerca de 6 milhões de brasileiros e brasileiras fizeram pedido de empréstimo em 2020 e de acordo com  um levantamento da fintech Bom Pra Crédito, mais da metade dos solicitantes usaram o dinheiro para pagar dívidas.

Isso mostra que muitos procuram os empréstimos para resolver pendências financeiras.  No entanto, é preciso saber  bem os termos de um empréstimo para não acabar trocando uma dívida pela outra. 

Por isso, vamos conhecer mais sobre a empresa para você definir se a Lendico vale a pena para você.

O que é Lendico? Vale a pena?

A Lendico é uma fintech focada em empréstimos pessoais, no ramo desde de 2015. A empresa foi criada e idealizada para realizar simulações e liberar empréstimos entre R$2500 e R$50000.

O processo é bem simples e descomplicado. A solicitação de um empréstimo funciona em 4 etapas e pode ser feito pelo celular em apenas alguns cliques, veja abaixo:

  • preencha o formulário: assim que você acessar o site clique na opção “Vamos simular”. Com isso, se abrirá um formulário com algumas perguntas que devem ser devidamente informadas.
  • análise de crédito: após enviar a proposta de empréstimo será feita uma análise que, no geral, demora cerca de 3 a 5 minutos. Caso aprovada, você receberá no seu e-mail uma oferta personalizada.
  • entregando documentação: caso opte por aceitar a proposta entra na fase de documentação, você terá de enviar fotos dos documentos válidos para comprovar que é você mesmo quem está tomando este empréstimo.
  • liberação do dinheiro: após confirmada a documentação, será enviado um contrato para ser assinado digitalmente e o dinheiro fica liberado na conta corrente informada por você em até 13h (em dias úteis).

As taxas de juros variam, mas ficam entre 1,98% a 5,82% ao mês. Elas são mais baixas se comparadas a empréstimos bancários comuns (sem garantias) que podem chegar a 10% de juros ao mês em alguns casos. 

Para entender melhor se a Lendico vale a pena ou não, vamos a alguns prós e contras..

Quais são os prós e contras da Lendico?

Vantagens 

  • agilidade e praticidade: em poucos cliques é possível fazer uma simulação de empréstimo e receber sua resposta quase que instantaneamente. 
  • não é preciso abrir uma conta: diferentemente de alguns bancos, tradicionais ou virtuais, a modalidade de empréstimo não está restrita a clientes com contas em sua titularidade. Para contratar um empréstimo na Lendico basta entrar no site e seguir os passos.
  • realiza empréstimos para autônomos: no geral pessoas que trabalham como autônomos e microempreendedores individuais não possuem carteira assinada e nem contra-cheque.No entanto apresentação do último imposto de renda serve como comprovante na Lendico. 

Desvantagens

  • não oferece empréstimo para negativados: as pessoas que possuem restrições no seu CPF junto aos órgãos de proteção ao crédito não terão seus empréstimos liberados na Lendico. Mesmo estando no azul, o score  pode atrapalhar a liberação.
  • cálculo da taxa de juros: além do seu score, seu histórico financeiro de cliente irá influenciar na variação da taxa de juros. Quanto mais “confiável” for, menor será sua taxa, mas se seu histórico for ruim sua taxa poderá ser mais alta.
  • não é possível alterar o vencimento: após firmar o contrato com a Lendico, não é possível alterar a data de vencimento das parcelas geradas pelo site.

Lendico vale a pena? Quais as alternativas a ele?

Além da Lendico existem outras fintechs voltadas para empréstimo para pessoa física, vamos conhecer algumas delas para que você possa comparar e fazer a melhor escolha.

Creditas

Uma alternativa bem consolidada no mercado, a Creditas possui dois tipos de empréstimo: o consignado e o atrelado a algum bem. Cada um pode ter uma taxa de juros menor de acordo com o bem ou com as formas de consignação.

Os consignados mais comuns são para aposentados, pensionistas e servidores públicos, neste caso as taxas podem chegar a apenas 10,6% ao ano. Existem opções de empréstimos consignados para quem possui carteira assinada há algum tempo.

A outra forma de empréstimo é oferecendo um imóvel ou veículo como garantia. No primeiro caso, as taxas ficam em torno de 11,6% ao ano, já no caso de empréstimo atrelado a um veículo as taxas são de 20,8% ao ano.

Leia também: Empréstimo consignado já é realidade nas fintechs. Saiba quem oferece e por que vale a pena

Bom Pra Crédito

Uma modalidade diferente das demais, o Bom Pra Crédito é um buscador de empréstimo,. essa forma, você informa os valores e prazos que se encaixam na sua realidade e ele faz a busca entre os mais de 30 parceiros da empresa.

Sendo assim, fica difícil prever a taxa de juros, prazos e valores mínimos e máximos. Logo, o ideal é realizar várias buscas e testar alguns cenários para ver qual melhor se encaixa no seu caso.

Geru

Assim como a Lendico, a Geru está no mercado há cerca de 6 anos e possui um nome razoavelmente consolidado no mercado. A empresa possui taxas que variam entre 2% e 8,2%, e oferece valores de empréstimo de R$2 mil a R$50 mil.

A empresa ainda oferece a possibilidade de do primeiro pagamento até 40 dias após a contratação e prazo de até 36 meses para pagar. 
E aí conseguiu definir se um empréstimo na Lendico vale a pena? Quer saber mais sobre outras fintechs de empréstimo pessoal? Confira nosso artigo dissecando a empresa Geru, nosso guia para empresa Creditas e nosso comparativo entre a Lendico e a Geru para entender mais sobre essas opções.

Comentários