Finanças Pessoais

O que é gestão financeira pessoal e as 5 melhores dicas de como fazer uma eficiente!

5 de March de 2022
O que é gestão financeira pessoal e as 5 melhores dicas de como fazer uma eficiente!<

Aprender o que é gestão financeira pessoal e, principalmente, como fazer uma de forma inteligente é fundamental para garantir uma estabilidade financeira, e começar a traçar o caminho da riqueza.

Infelizmente, a realidade de muitas pessoas é a de endividamento, e isso se deve a vários fatores. Porém, um fator crucial é justamente o de não saber como fazer gestão financeira pessoal.

Segundo uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), cerca de 58% dos brasileiros não se dedicam às próprias finanças. Sendo que 17% precisam recorrer ao cartão de crédito, cheque especial ou ainda pedir dinheiro emprestado para poder pagar as contas.

Sabemos que a gestão das finanças pessoais não é um tema muito popular, e é comum que se tenha dúvidas sobre esse tema. Se este for o seu caso, pode fechar todas as outras abas que está no lugar certo, visto que te explicaremos ao longo do conteúdo:

  • O que é gestão financeira pessoal?
  • Dicas de gestão financeira pessoal: confira as 5 melhores!

Preparado?

Então, vamos lá!

O que é gestão financeira pessoal?

o-que-e-gestao-financeira-pessoal

Antes de entender os benefícios e até mesmo das dicas, vamos entender mais a fundo o que é gestão financeira pessoal.

A gestão financeira pessoal é uma espécie de conjunto de estratégias, técnicas e conceitos que definem a maneira como você lida com o seu dinheiro, ou seja, o que ganha, economiza e investe.

Em outras palavras, ela é a responsável por controlar todo o dinheiro que você recebe, como também o quanto gasta, economiza e investe por mês. 

Somente por meio da gestão financeira pessoal é que você saberá exatamente para onde está indo todo o dinheiro, enxergando se está gastando com coisas desnecessárias que estão atrapalhando o crescimento de sua vida financeira.

Existem diversos motivos pelos quais as pessoas passam a organizar suas finanças pessoais, dentre os principais estão:

  • se aposentar com tranquilidade e mais cedo;
  • comprar algum item de valor, como casa, carro, terras, etc;
  • viajar ao redor do mundo;
  • construir um fundo de emergência;
  • garantir melhor qualidade de vida para sua família;
  • sair de endividamentos;
  • entre vários outros.

Mas, independente de seus objetivos de vida, é essencial realizar um bom planejamento financeiro pessoal para garantir que possa realizar todos eles, e alcançar seu sucesso financeiro.

Agora que você já sabe o que é gestão financeira pessoal e quais os motivos que levam as pessoas a organizarem suas finanças, chegou o grande momento de descobrir as cinco melhores dicas de gestão financeira pessoal!

Dicas de gestão financeira pessoal: confira as 5 melhores!

1 – Defina suas metas e objetivos financeiros

Ter bem claro em sua mente os motivos pelos quais você quer organizar sua vida financeira é indispensável para que não desista no meio do processo.

Busque saber exatamente o porquê deseja fazer essa gestão financeira pessoal, ou seja, quais as metas e objetivos que deseja alcançar com essa organização?

Talvez comprar uma casa, um carro, ou até mesmo viajar ao redor do mundo…

O importante é deixar isso bem evidente.

Uma dica é criar um mural de visualizações com tudo o que deseja conquistar, pode ser em uma folha ou até mesmo como papel de parede do seu computador e celular. 

Desta forma, você sempre se lembrará dos reais motivos pelos quais está economizando, e continuará no caminho para sua independência financeira.

2 – Livre-se das dívidas urgentemente

Se você não possui dívidas, já está um passo mais próximo de ter uma boa gestão financeira pessoal.

Porém, se o seu caso for ao contrário, esse é um dos primeiros pontos que precisa resolver urgentemente.

Isso porque, a cada dia que passa, todas as contas atrasadas geram mais custos, em virtude dos juros que não param de correr.

Portanto, tente renegociar ou até mesmo parcelar a dívida. Assim, você terá maior controle dos gastos, e conseguirá até mesmo economizar para investir seu dinheiro.

Aproveite e confira: Organize suas contas e economize [5 aplicativos de gestão financeira]

3 – Registre suas movimentações financeiras

Se tem uma coisa que não pode faltar em uma gestão financeira pessoal inteligente, é o registro de todas as suas movimentações financeiras.

Pode parecer complicado no início, aliás, geralmente sempre estamos comprando algo, seja um pãozinho no mercadinho, abastecendo o carro e pagando contas. Porém, existem aplicativos e ferramentas que podem te ajudar com isso.

O importante é ter, em algum lugar (pode ser em um app, ou até mesmo em uma planilha do excel) todas as saídas e entradas do seu dinheiro.

Tanto esses custos variáveis que citamos, quanto os custos fixos como aluguel, conta de luz, água, entre outros, devem ser registrados para uma melhor gestão.

4- Tenha uma reserva de emergência

É comum que durante a nossa vida aconteçam alguns imprevistos, como o carro quebrar, a geladeira parar de funcionar, ou alguém da família precisar de uma cirurgia ou tratamento, e por aí vai.

Geralmente, isso acontece quando menos esperamos, não é verdade? E muitas vezes, por não possuirmos os recursos financeiros suficientes naquele momento, assumimos novas dívidas com os empréstimos.

Para evitar esse tipo de situação, é preciso manter uma reserva de emergência.

Isso nada mais é que um determinado valor que se guarda, pode ser na poupança ou investido em algo que possui liquidez diária, para momentos de eventuais necessidades e imprevistos que possam acontecer.

A liquidez diária é de suma importância, já que isso significa que você poderá sacar o dinheiro no dia e hora em que precisar.

Para garantir sua reserva, é importante que você separe uma quantia mensal para sempre aumentar o montante economizado. 

5 – Planeje todas as suas compras

Ao ter o seu controle mensal com os registros de entradas e saídas do seu dinheiro, você saberá de forma exata qual o valor que sobra para comprar aquilo que deseja.

E é a partir desse valor que você deve planejar suas próximas compras. Assim, você evita ter que usar o cartão de crédito para fazer dívidas 😉

Ainda que seja um sapato novo, uma blusa ou até mesmo aquele celular que tanto queria, é de extrema importância que se programe.

Uma dica de ouro: dê preferência para os pagamento à vista. 

Desta forma você consegue negociar preços e evitar juros que podem acabar com o seu orçamento.

O que é gestão financeira pessoal? Considerações finais 

Ao longo de sua jornada em busca da independência financeira é preciso muito foco, disciplina, e muitas vezes, sacrifícios. Mas saiba que se deseja alcançar seus sonhos e objetivos, tudo isso valerá a pena no final!

A riqueza é consequência de trabalho e poupança”.

Essa frase é nada mais nada menos do que uma reflexão de um dos maiores personagens dos Estados Unidos, Benjamin Franklin. 

E sem dúvida, faz jus com este conteúdo que acabamos de passar para você, sobre a importância de entender o que é a gestão financeira pessoal, e qual tamanho é sua importância para alcançar todos os seus objetivos e sonhos.

E para te ajudarmos ainda mais nessa missão de organizar sua vida financeira, confira abaixo outros conteúdos para te ajudar a entender mais sobre o assunto:

Agora que você já sabe o que é gestão financeira pessoal e recebeu dicas de como fazer gestão financeira pessoal de sucesso, coloque em prática o que aprendeu, e depois volte aqui para comentar o quanto suas finanças melhoraram 😉