Você sabe o que são finanças pessoais e a importância da prática para o seu dia a dia? Alguns números mostram que muitos brasileiros têm sérias dificuldades em organizar seus gastos.

No primeiro semestre de 2021, por exemplo, atingimos o número de 62 milhões de brasileiros inadimplentes, segundo informações do Serasa. Já dados do SPC mostram que 46% dos brasileiros não controlam suas finanças.

Claro que muito além da mera falta de educação financeira, inúmeros outros problemas estruturais e sociais são um histórico obstáculo para a prosperidade econômica dos brasileiros. Assim, altos índices de desemprego, inflação, entre outras variáveis contribuem para a manutenção dos números negativos listados acima.

Entretanto, é inegável que uma boa educação financeira ensinada desde a base dos primeiros anos escolares possa contribuir de forma considerável para driblar ou minimizar problemas econômicos. 

Dessa forma, se você quer entender melhor o que são finanças pessoais e a importância de  implementá-las na sua vida, confira nosso conteúdo até o fim. Vem com a gente!

O que são finanças pessoais?

Afinal, o que são finanças pessoais? A prática consiste em uma metodologia sistematizada de organização e controle de seus gastos e receitas para conquistar uma vida econômica viável e mais próspera.

Essa gestão pode ser aplicada tanto exclusivamente na sua vida particular como também na organização das finanças de toda uma família.

Apesar de não atingir os níveis de complexidade da gestão financeira de uma grande empresa, por exemplo, cuidar das despesas pessoais pode ser um pouco mais desafiador do que imaginamos.

Para entender melhor sobre isso, sugerimos que assista ao vídeo a seguir:

Em uma sociedade de mercado tão dinâmico como a que vivemos, quase tudo que fazemos  representa um gasto. Quando levamos isso para todos os membros da famílias, as variáveis ficam mais difíceis ainda de serem devidamente controladas.

Por exemplo, despesas simples, como gastos de cartão de crédito, são importantes e devem ser considerados em seu gerenciamento para que se tenha completa autonomia sobre seus rendimentos e obrigações. Alguns desses gastos corriqueiros são:

  • dinheiro investido na sua educação e na dos seus filhos;
  • despesas com alimentação e outras necessidades básicas, como higiene;
  • moradia e transporte;
  • tempos de lazer;
  • economias para investimentos a longo prazo, entre outras.

Assim, idealmente todas as suas fontes de receitas devem ser coordenadas para cumprir suas demandas econômicas. Somente dessa forma você terá autonomia sobre seus ganhos em vez  de ser um escravo de seus rendimentos. 

Portanto, mesmo diante das dificuldades de gerir seus ganhos para atingir a liberdade financeira, é possível utilizar algumas dicas para facilitar o trabalho. 

Como organizar suas finanças pessoais?

Selecionamos abaixo 4 dicas para que você entenda melhor o que são finanças pessoais e meios de organizar seus gastos. Vamos lá! 

  1. Coloque todos os seus gastos e receitas na ponta do lápis

Nada melhor para lidar com despesas complexas do que colocando todos eles na ponta do lápis. Dessa forma, você organiza toda a sua movimentação financeira de forma visual onde você pode consultá-la e se orientar quando precisar.

Nesse quesito, ferramentas digitais como planilhas de Excel e aplicativos de organização financeira como o Mobills podem te auxiliar bastante!

  1. Tenha autocontrole e modere gastos supérfluos

Parece clichê, mas se você está procurando entender o que são finanças pessoais e como implementá-las na sua vida, entender um pouco sobre autocontrole e avaliar suas reais necessidades são etapas fundamentais do processo.

Assim, começar a cortar gastos desnecessários é o segundo passo importante para que você não se torne vítima de cheque especial e outros endividamentos bancários.

Portanto, procure assinalar quais são suas despesas mais elementares e importantes e tente excluir os prejuízos que não lhe acrescentam em nada.

Sabedoria, no fim das contas, é essencial  para quem quer entender o que são finanças pessoais responsáveis.  

  1. Busque formas de aumentar sua renda

Sempre que possível, procure alternativas adicionais para aumentar suas receitas. Dentre as opções, você pode tanto usar seu tempo livre para procurar capitalizar em cima de algum hobbie ou então fazer investimentos rentáveis.

Esses investimentos tanto podem ser de renda fixa quanto de renda variável. Tudo isso depende do seu perfil de investidor e do que você consegue disponibilizar mensalmente para fazer render ou lhe entregar dividendos.

Nessa empreitada, vários livros ou canais do Youtube podem te ajudar a dar os primeiros passos e aprender como investir seu dinheiro da melhor maneira possível. 

  1. Defina objetivos

Definir objetivos e traçar um plano mais a longo prazo para conquistá-los é uma das práticas mais maduras daqueles que querem aprender oque é educação pessoal financeira de qualidade. 

Todo mundo tem um ou mais sonhos de fazer aquele investimento mais encorpado, como um carro ou uma casa nova. Dessa forma, esquematizar isso de forma organizada em uma planilha de acordo com suas possibilidades pode tornar esse desejo em realidade, por mais que você espere um pouco mais daquilo que imaginava.

Para concluir nossas quatro principais dicas, salientamos a importância de ter paciência na quando for gerir suas contas. Assim, cada uma das quatro dicas que explanamos nesse conteúdo, que são:

  • organização;
  • autocontrole;
  • diversificação de receita;
  • e planejamento…

São a base para se entender o que são finanças pessoais e conquistar sua liberdade financeira.

Como estudar finanças pessoais e adquirir educação financeira?

A internet é terreno fértil para diversos materiais educativos para quem está interessado em entender o que é educação financeira pessoal.  

Há disponíveis tanto conteúdos mais simples como blog posts ou pequenos vídeos pedagógicos, como conteúdos mais complexos como ebooks, podcasts e cursos completos para que você aprenda não só sobre finanças pessoais, mas como fazer seu dinheiro render com investimentos.

Nosso blog Fintech, em especial, entrega uma diversidade de conteúdos educativos e s ricos sobre o que são finanças pessoais, como também traz dicas diversas sobre bancos, cartões de crédito, investimentos e muito mais.

Portanto, se você gostou do conteúdo e entendeu direitinho o que são finanças pessoais e sua importância, confira outras postagens do nosso blog e aumente seus conhecimentos financeiros em tempos de transformação digital.

Comentários