Compras no shopping, passagem de férias, notebook novo. Com tantas contas para pagar, muitas vezes ficamos nos perguntando como economizar no cartão de crédito. 

Cartão de crédito é prático, rápido e, ao mesmo, tempo perigoso. Você já parou para perceber que é muito mais dolorido no nosso bolso quando pagamos com dinheiro vivo do que com cartão de crédito?

Isso acontece porque, ao pagar com esse dinheiro de plástico, ficamos com a sensação de não ter gastado nada, já que nosso dinheiro continua na conta. E é nessa hora que devemos saber como economizar no cartão de crédito. 

Como economizar no cartão de crédito

O brasileiro em geral utiliza muito o cartão de crédito. De acordo com uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil, 7 em cada 10 brasileiros que usam cartão optam pela modalidade do crédito. 

Além disso, existe o hábito mais perigoso: um em cada cinco consumidores usam o cartão de crédito como complemento do salário. Dessa forma, saber exatamente como controlar os gastos do cartão de crédito pode te salvar de ter uma dívida grande.

como economizar no cartão de crédito

como economizar no cartão de crédito

Fonte: SPC Brasil

Para ajudá-lo a não cair na armadilha e na ilusão do dinheiro fácil do cartão, veja algumas dicas de como economizar no cartão de crédito

1. Saiba quais são os seus gastos

A regra de ouro para economizar no cartão de crédito é saber exatamente com o que você gasta. E isso inclui tudo, até mesmo a bala que você comprou por R$ 1. 

Ainda que pequeno, também foi um gasto. Para quem quer economizar, R$ 1  é dinheiro.

Hoje em dia está muito mais fácil ter o controle da sua vida financeira. Uma boa dica é aproveitar a tecnologia e usar um aplicativo para controlar seus gastos. Não precisa mais ficar anotando tudo a lápis e se perder em tantas anotações. 

O GuiaBolso, por exemplo, é um gerenciador financeiro que permite que você gerencie todas as suas despesas sem a necessidade de lançamento manual. 

É possível cadastrar até 5 cartões, assim, quando a pessoa gasta algo no cartão de débito ou crédito, o app já inclui a despesa e a classifica como mercado, bares, restaurante. 

Isso inclui também ler a fatura do cartão de crédito e conferir compra por compra. Pode ser que haja alguma cobrança indevida e com isso você evitará de gastar com algo que não é seu. 

Ter sua conta online também facilita para saber sobre os seus gastos. Seja pelo desktop, seja por meio de aplicativos do banco, isso torna mais fácil programar pagamentos e acompanhar seu limite do cartão de crédito. 

2. Planeje sua vida financeira

Como você quer saber como economizar no cartão de crédito sem planejamento? É praticamente impossível. Equilibrar o que você recebe com os seus gastos fixos mensais é essencial. 

Saber o destino do seu dinheiro no curto e no médio prazo vai ajudar você a atingir objetivos futuros. Listar as metas financeiras tanto com a quantia como com o tempo é outra estratégia para você saber como controlar os gastos com cartão de crédito. 

3. Avalie os cartões disponíveis  

Geralmente, ao solicitar um cartão, você precisa selecionar o seu perfil financeiro e o banco mostra o cartão mais indicado para você

Além disso, já que você deseja controlar o cartão de crédito, uma boa saída é buscar por aqueles com anuidade gratuita e que oferecem benefícios para você. Se você já possui um cartão, talvez seja a hora de negociar a anuidade. 

Evite sempre os cartões de lojas, pois eles costumam ter os juros mais altos. 

4. Saiba seu limite

Quem nunca teve seu limite de cartão aumentado pelo banco sem que tivesse solicitado? Isso acontece com algumas pessoas e é outro perigo para quem busca controlar os gastos com cartão de crédito. 

Se isso aconteceu com você, uma dica é solicitar ao banco que diminua o limite. Especialistas consideram que limite ideal não deve ultrapassar 50% da sua renda líquida (o dinheiro que você recebe de fato, depois de todos os descontos). 

5. Evite parcelas

Imagine que você compre uma blusa de R$ 100 e que a divide porque não pode pagar o valor total. Dias depois, você compra um tênis de R$ 300 porque de novo você não pode pagar tudo. 

Dependendo de quantas vezes você fizer isso no mês, o valor final vai ultrapassar o valor da primeira compra que você fez e que você pensou que não poderia pagar integralmente.

A menos que seja de extrema necessidade, não é muito inteligente parcelar, pois sua fatura no fim do mês pode extrapolar o seu orçamento.   

Tente parcelar apenas as compras maiores, que precisam de um grande investimento e que você realmente não teria o valor total na hora. 

Caso contrário, se você quer comprar duas coisas, priorize aquela cuja necessidade é mais essencial e imediata. A outra, deixe para o mês seguinte. 

6. Não parcele a fatura

Suponhamos que você não tenha seguido a dica 5 e tenha parcelado mais do que devia e no fim do mês sua fatura ficou maior do que o seu salário. Como pagá-la? Os bancos são ótimos para facilitar nosso endividamento. 

Com isso, eles já te oferecem o pagamento mínimo da fatura. Mas esse é um perigo ainda maior do que gastar mais do que você tem. 

As taxas de juros das administradoras de cartão estão entre as mais altas do mercado financeiro. O pagamento mínimo da fatura faz com que seu nível de endividamento aumente, e ele vai ficando cada vez mais alto enquanto você não pagar tudo. 

Pague sempre a parcela integralmente para evitar dores de cabeça no futuro. 

Por fim, uma dica boa para saber como economizar no cartão de crédito é migrando para os bancos digitais. Conhecer quais são os bancos digitais pode ajudá-lo a economizar mais. 

Além disso, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do mundo das fintechs!

Comentários