A NuConta é a conta digital gratuita do Nubank, que oferece liquidez diária aos clientes. Ou seja, o dinheiro depositado nela rende automaticamente todos os dias. Uma novidade que tem despertado muitas dúvidas. Vale a pena “migrar” para a NuConta? O que é melhor: poupança Itaú ou Nubank? Onde aplicar meu dinheiro?

A poupança ainda é o investimento preferido da maioria dos brasileiros. Segundo pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), 65% da população guardam seus recursos na poupança. Uma realidade que começou a se transformar com a chegada de novas possibilidades, como a conta digital do Nubank.

Mas será que ela é para todo mundo? Antes de decidir entre poupança Itaú ou Nubank, é importante estudar vantagens, desvantagens e a rentabilidade de cada opção.

Poupança Itaú ou Nubank? Confira o comparativo das principais características

Rendimentos

A NuConta foi disponibilizada para o público em geral em junho de 2018 como uma conta de pagamento. Assim, era limitada às transferências, pagamento de cartão de crédito, boletos e recebimento de salário. Atualmente, já oferece o cartão na função débito e permite saque mediante pagamento de uma taxa de R$ 6,50.

O dinheiro depositado na NuConta pelo cliente é aplicado em títulos públicos federais, considerados investimentos de baixo risco. O retorno é repassado à pessoa todos os dias e representa 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Significa dizer que a rentabilidade será igual à Selic, a taxa básica de juros do Brasil.

Mas um ponto precisa ser destacado. A NuConta está sujeita ao pagamento do IOF de curto prazo, imposto que incide sobre aplicações de tempo inferior a 30 dias. Desta forma, é necessário descontar o imposto ao calcular os rendimentos do primeiro mês. Além disso, haverá pagamento de imposto de renda ao resgatar o dinheiro acumulado.

A poupança, por outro lado, é isenta de impostos. Em ambos os casos, o usuário tem acesso imediato aos valores, podendo fazer retiradas a qualquer momento.

Na poupança do Itaú, assim como em qualquer outro banco “tradicional”, o retorno é distribuído mensalmente no aniversário da conta. Ou seja, sempre na data em que o correntista aplicou os recursos. Se você iniciar os seus investimentos no dia 5, o rendimento será sempre creditado nesta data.

A rentabilidade neste caso é de 70% do valor da Selic mais uma taxa referencial, calculada pelo Banco Central todos os dias. O objetivo desta taxa é adaptar o rendimento da poupança para refletir a inflação do mês vigente. Cabe aqui mais uma observação importante: o retorno da poupança é contabilizado sobre o menor saldo do período.

Com estes dados, podemos concluir que, entre a poupança do Itaú ou Nubank, o banco digital é a alternativa mais rentável. Mas, antes de se decidir, é importante atentar para algumas características específicas de cada investimento.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Aproveite também para usar o simulador disponibilizado pelo Nubank. Com ele, você pode checar cenários diversos para o seu investimento, alterando o valor inicial e os aportes mensais.

Segurança

No quesito rentabilidade, o Nubank se configura como a melhor escolha, não é mesmo? Mas cabe uma ressalva: os investimentos feitos pela NuConta em títulos públicos não possuem cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

O FGC é uma entidade sem fins lucrativos que assegura a cobertura de até R$ 250 mil para os clientes caso o banco tenha problemas. Em resumo: se o banco quebrar, você receberá seu dinheiro, limitado a este montante.

Recentemente, no entanto, o Nubank liberou um novo formato de investimento a fim de solucionar esta questão. O RBD (Recibo de Depósito Bancário) é um título de renda fixa que tem a proteção do FGC e promete a mesma rentabilidade da NuConta. O usuário pode escolher como aplicar seus recursos.

Mas, fique atento: caso decida transferir os valores já depositados para esta modalidade, haverá cobrança de imposto de renda.

Agilidade

Ao escolher entre a poupança do Itaú ou Nubank, outro critério relevante é a agilidade. Esta é uma das principais diferenças entre os bancos e as fintechs, como o Nubank. Estas empresas de tecnologia voltadas para finanças visam facilitar a vida de seus clientes e desburocratizar processos. Tudo pode ser feito em poucos passos, na palma das mãos, com o seu celular.

Sendo assim, se você já é cliente do cartão de crédito do Nubank, basta acessar o aplicativo e ativar a sua conta. Caso contrário, entre no site da empresa, cadastre seu e-mail e CPF e aguarde o contato para a liberação. Simples, rápido e digital!

Já quem não ainda não é cliente do banco Itaú e deseja abrir uma conta poupança, precisa procurar uma agência física da instituição. É necessário ainda apresentar um documento de identificação com foto e comprovante de endereço para concluir a solicitação.

Afinal, qual vale mais a pena? Poupança Itaú ou Nubank?

Agora que você conhece as principais vantagens e desvantagens de cada um destes investimentos, ficou mais fácil responder estas perguntas? Já sabe escolher entre a poupança do Itaú e o Nubank?

Se ainda tem dúvidas, vamos resumir: a rentabilidade da NuConta é melhor que a poupança dos bancos. Além de oferecer um retorno de 100% do CDI, o rendimento é repassado diariamente ao cliente. Então, se você procura um retorno melhor para o seu dinheiro, este é o caminho mais indicado.

Mas nem por isso você precisa correr e transferir todo o seu dinheiro para o Nubank. Manter uma conta corrente tradicional em outro banco pode ser interessante, bem como diversificar seus investimentos. Este vídeo do canal do Alex Coimbra destaca esses pontos, ressaltando que deve-se evitar “colocar todos os ovos em uma cesta”.

Escolher a melhor forma de poupar dinheiro é essencial para alcançar os seus objetivos no futuro. E, graças às fintechs, é possível encontrar alternativas cada vez melhores, que cobram pouco e rendem mais. Quer se manter informado sobre as novidades do mercado? Assine a nossa newsletter e não perca os próximos posts.

Comentários