Quase 3 milhões de contas correntes já são 100% digitais no Brasil. Mas você sabe o que é uma conta digital, como funciona e como elas podem ser interessantes para o consumidor?

Esse tipo de conta corrente, aberta por aplicativos e gerenciadas totalmente online, é uma tendência no Brasil e é importante que os clientes entendam como isso tudo é possível. E depois disso, chega a hora de escolher a melhor possibilidade para cada perfil de usuário.

O que é uma conta digital?

Grande parte dos principais bancos do mercado ainda exige que você vá até uma agência para abrir sua conta pessoalmente. Mas isso é bem diferente para uma conta digital: você abre a sua conta bancária diretamente em seu smartphone.

A diferença mais visível para essa modalidade é que todos os processos e interações com seu banco é sempre feito de maneira online. Pelo aplicativo você não só abre a conta, mas também confere extrato, efetua pagamento, transferências, investimentos… E o atendimento também é feito por chat ou mensagens no mesmo app.

Os custos no geral são bem menores do que nas empresas tradicionais, muitas vezes sendo oferecidos gratuitamente, sem a tarifa de manutenção mensal. As operações bancárias são simplificadas e não existe uma agência para atendimento direto. Os depósitos são feitos via boleto (criado pelo próprio usuário) e a agilidade em todos os processos é bem maior.

Existem contas digitais em bancos tradicionais?

A iConta do Itaú é a mais conhecida nesse tipo de serviço entre os grandes bancos no Brasil. O cliente tem um volume limitado de transações – especialmente TED e DOC, mas não paga nenhuma tarifa recorrente. Essa é uma ótima opção para quem ainda quer contar com o serviço de um grande banco, mas não deseja pagar manutenção da conta.

O Banco do Brasil criou também criou sua Contá Fácil BB, um serviço que limita os valores movimentados na conta mensalmente em até 5 mil reais. Em ambos casos ainda existe a escolha de uma agência de relacionamento.

A solução encontrada para que os bancos pudessem continuar oferecendo esses serviço, foi a criação de spin offs, empresas independentes nascidas dentro de outras. Assim, os grandes bancos puderam diminuir o número de agências e transferir totalmente esse atendimento para meios digitais nas suas novas iniciativas.

Esse foi o caso do Bradesco. Com o fim de sua DigiConta, ele criou um banco para suas contas digitais e sem tarifas, o Next. Essa nova instituição também conta com opções mais robustas e com pagamento de manutenção mensal, mas ainda assim é uma conta 100% digital.

Para o cliente, isso é uma vantagem também para que a burocracia seja minimizada e os serviços sejam mais simples e ágeis. Você não tem a figura de um gerente e pode resolver tudo com os serviços de atendimento diretamente.

Os novos bancos 100% digitais e a inovação na conta digital

Como parte das operações do Nubank, primeira fintech unicórnio do Brasil, a Nuconta oferece, além de investimento automático de todos os valores disponíveis em sua conta. Esse rendimento é baseado na taxa Selic e tem todo o seu processo apresentado de maneira transparente para o usuário. Recentemente, passou a oferecer também a função débito em seus cartões.

O banco Inter tem uma das mais robustas contas digitais do mercado, atendendo pessoa física e pessoa jurídica – inclusive MEI -, sempre sem tarifa para seus mais de 1 milhão de correntistas.  Ele também oferece o Interpag, serviço exclusivo para pagamentos sem cartão, usando o app e QR Code nos estabelecimentos credenciados.

O Banco Original é um dos poucos da nossa lista que cobra tarifas mensais, mas traz transações ilimtadas por R$9,90 a cada mês. E assim como o Inter, também oferece a possibilidade de abertura de contas para empresas. Podemos destacar a solidez da instituição, que conta com R$ 2,2 Bilhões em patrimônio e mais de R$ 9,2 Bilhões em ativos.

Quando estiver pesquisando sobre a melhor conta digital para o seu perfil, não deixe de olhar também:

  • Neon, parceira do Banco Votorantin,
  • Agibank, oferecendo também consórcios e seguros.
  • Sofisa Direto, banco digital focado em investimentos,
  • SuperDigital, uma iniciativa do Santander.

Agora que você já sabe o que é uma conta digital e como funciona, veja também esse vídeo comparando as principais opções do mercado:

A economia ao usar uma conta que não cobra tarifas pode ser bem grande no fim de um ano. Isso sem falar na economia do tempo ao ser sempre atendido por canais digitais e sem precisar se deslocar até uma agência para resolver qualquer problema.

Esse tipo de vantagem você só pode ter depois de entender o que é e como funciona uma conta digital.

Comentários