Mandar dinheiro do exterior para o Brasil já foi um mistério, além de um processo burocrático. Mas graças às diversas opções de hoje, essa realidade mudou. Existem os bancos tradicionais, o correio e, o modo mais atual, as fintechs. 

Seja qual for sua opção, alguns pontos devem ser considerados. E, se você é uma pessoa que busca segurança e menores taxas, iremos te ensinar a melhor alternativa de como mandar dinheiro do Brasil para a Itália. Confira! 

O que você precisa saber antes de mandar dinheiro da Itália para o Brasil

É importante ficar atento às taxas cobradas ao enviar dinheiro de um país para o outro. Se você está na Itália e precisa mandar dinheiro para o Brasil, seguem algumas informações: 

  • Taxa de envio: é um valor pré estabelecido pelas instituições, que varia de acordo com o valor enviado;
  • Taxa de câmbio: é o preço da moeda estrangeira em relação a nacional. Há instituições que cobram taxas a mais para cobrir custos, enquanto outras cobram apenas o valor comercial da moeda;
  • IOF: essa taxa é de 0,38% quando você envia dinheiro do exterior para uma conta no Brasil através de qualquer instituição financeira;
  • SWIFT: é o código utilizado no mundo financeiro que permite a identificação de um banco;
  • VET: é o Valor Efetivo Total, ele representa o custo de uma operação de câmbio em reais por moeda estrangeira: a taxa de câmbio, as tarifas e tributos incidentes sobre essa operação.

Quais as formas de mandar dinheiro da Itália para o Brasil? 

Banco tradicional

A transferência através de um banco, embora seja a forma mais tradicional, demora mais a chegar ao destino e as taxas são mais altas. 

Você pode fazer diretamente no banco ou com aplicativo, ambas as partes envolvidas na transação pagam as taxas já citadas acima e estipuladas por cada banco. O prazo de recebimento é de 2 dias úteis. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Correios 

Essa é uma forma um tanto quanto obsoleta, mas ainda é utilizada. Você precisa levar seus documentos junto com os dados do destinatário e pagar o valor em reais. 

A pessoa que for receber precisa ir até uma agência dos Correios e informar o número da remessa no Brasil e na Itália. 

Nas remessas para a Itália, o máximo enviado é 1.000 euros e o prazo é de 2 dias úteis. Os custos incluem a cobrança fixa de R$ 35 e a taxa de 1,5% do valor transferido.

Casas de câmbio 

Para fazer o envio do dinheiro desta maneira, a pessoa irá comprar a moeda a ser enviada para a conta do destinatário. Nas casas de câmbio a taxa pode ser mais atrativa do que nos bancos tradicionais, porém as taxas administrativas tendem a serem mais altas. 

Fintechs 

As fintechs chegaram para ficar e cada vez mais atraem o público. Isso porque além de seguras, possuem taxas menores e tempo recorde. 

Na Remessa Online, por exemplo, a transferência é feita em até um dia útil. Para utilizar o serviço basta entrar no site, fazer um cadastro e começar a transação. Serão solicitadas algumas informações, como nos outros casos, mas o processo é feito todo online. 

Quais cuidados devo ter para enviar dinheiro da Itália para o Brasil? 

  • Verificar se a instituição é autorizada pelo Banco Central do Brasil (Bacen);
  • Pesquisar as taxas e IOF antes de escolher uma instituição;
  • Procurar a reputação online da instituição escolhida. O ReclameAqui, por exemplo; 
  • Pesquisar o que sites e fontes oficiais falam do provedor escolhido;
  • Verificar a tecnologia que é utilizada na plataforma online. As mais seguras são as criptografadas — caso da plataforma Remessa Online, que utiliza Blockchain.

Bancos tradicionais vs. fintechs: qual a melhor opção?

Os bancos tradicionais costumam usar o câmbio turístico da moeda, o que encarece a transferência. Há cobrança de taxa, IOF e Swift. Já algumas fintechs cobram apenas o IOF taxa fixa e tarifa bancária, além de fazerem a conversão pelo câmbio comercial. 

Vamos comparar duas das opções, o Banco do Brasil e a Remessa Online, uma plataforma de transação bancária criada para intermediar o envio ou recebimento de dinheiro do exterior.   

Banco do Brasil 

  • Tempo: até dois dias úteis 
  • Taxa de câmbio: taxa + valor acima da taxa 
  • Taxa de envio: 2% da operação, sendo mínima de R$ 110
  • IOF: 0.38% ou 1.1%, de acordo com a titularidade da conta
  • Taxa para transferência SWIFT: verificar com o banco
  • VET

Dá para fazer transferência pelo aplicativo ou indo na sua agência bancária da Itália. 

Remessa Online 

  • Tempo: em até um dia útil;
  • Taxa de câmbio: taxa da moeda comercial sem taxas em cima;
  • Tarifa bancária de R$ 5,90 para transações inferiores a R$ 2.500;
  • Taxa fixa de 1,3%;
  • IOF entre 0.38% e 1,1%.

Você se cadastra no site em dois minutos e faz a transação. Além disso, pode cotar o valor antes de aceitar a transferência. Há também uma calculadora de conversão da moeda. 

Comparando o banco e a Remessa Online chegamos à conclusão de que a segunda oferece mais benefícios, como prazo e taxas menores.

Como enviar dinheiro da Itália para o Brasil com a Remessa Online?

As transações feitas pela Remessa são simples: basta você fazer um cadastro rápido e começar a usar a plataforma. 

Com a conta aprovada, você terá o que é chamado de Cadastro Simples. Com ele o limite de envio de dinheiro ao exterior é de R$ 75.000 por ano, sendo o limite diário de R$ 37.500.

  1. Depois de ter o cadastro aprovado, acesse o site da Remessa Online;
  2. Clique em “Acesse”;
  3. Preencha com os dados solicitados;
  4. Escolha o que pretende fazer: enviar valores para uma pessoa física, enviar valores para uma corretora internacional ou pagar por produtos ou serviço;
  5. Preencha as informações referente à transferência (valores, conta do destinatário etc.).

Vantagens da Remessa Online

Considerada uma das opções mais vantajosas para envio e recebimento de dinheiro, a plataforma oferece vários diferenciais, entre eles:

  • É possível simular as taxas, tarifas e impostos antes de realizar a transação, de forma totalmente transparente;
  • A tarifa bancário tem um custo fixo de R$ 5,90 para envios de até R$ 2.500
  • Envios de até R$ 35.700 por dia e até R$ 75.000 por ano;
  • O dinheiro cai na conta do destinatário em até 1 dia útil;
  • Existem contas em mais de 80 países.

Gostou dessas dicas de como enviar dinheiro da Itália para o Brasil? Para ler outros artigos sobre fintechs, finanças pessoais e investimentos, continue acompanhando o nosso blog. Para receber os textos em primeira mão, assine nossa newsletter!

Comentários