Antes de definir quais são as melhores fintechs para trabalhar, é importante conhecer suas diversas categorias de atuação, ou, pelo menos, as mais comuns.

Fintechs são startups que oferecem serviços financeiros aliados ao uso da tecnologia e surgiram com o intuito de trazer mais eficiência e menos burocracia a esse mercado.

Segundo o último relatório da FintechLab, em 2017, foram levantadas 332 fintechs no Brasil, sendo que já é o principal mercado que alia finanças e tecnologia de toda a América Latina. 

O país abriga tanto empresas nacionais quanto filiais de fintechs internacionais, o que desperta grande interesse por parte dos profissionais e bastante oportunidade de trabalho também.

Por se tratar de um setor que cresce em ritmo acelerado, temos à disposição uma série de fintechs especializadas em diferentes tipos de serviço. 

É importante entendê-las para saber quais se encaixam nas suas expectativas profissionais e você possa decidir quais as melhores fintechs para trabalhar. Algumas delas são:

  • Organização de finanças – são aplicativos que permitem sincronização de contas bancárias e análises de dados financeiros para ajudar o consumidor a ter maior domínio de suas finanças. Existem tanto para pessoa física quanto pessoa jurídica.
  • Banco digital – as fintechs especializadas nesse serviço são muito comuns e oferecem uma alternativa mais direta aos bancos tradicionais. Elas permitem que o cliente crie contas corrente e efetue operações online, além de ter opções de cartão de crédito, débito e pré-pago sem anuidade.
  • Investimento – dentro dessa categoria podemos encontrar vários perfis de fintechs, das que oferecem serviço de auxílio básico para investidores iniciantes até as que lidam com investimentos de maior risco para aqueles que estão acostumados ao mercado de ações.
  • Crédito – essas fintechs também podem ser encontradas em diversos formatos, um dos mais diferenciados é o peer to peer lending. Nele, a fintech coleta aportes de pequenos investidores para repassar a empresas.
  • Empréstimo – várias fintechs estão autorizadas a fazer empréstimo de dinheiro e as que são especializadas nisso oferecem taxas e juros muito abaixo do que é cobrado em bancos tradicionais, sem contar a agilidade e ausência de burocracia na prestação desse serviço.
  • Mercado imobiliário – algumas fintechs atuam exclusivamente no mercado imobiliário. Podem auxiliar na escolha de um imóvel para locação, com sistema de catálogo a visitas online, até a efetivação do contrato sem fiador ou caução. Outras também oferecem crédito imobiliário.

Fora essas, existem também fintechs focadas em crowdfunding, bitcoin, comparativos de investimentos e muitas outras subcategorias.

Quais são as melhores fintechs para trabalhar no Brasil

Dentre toda essa gama de opções, o profissional pode ter certa dificuldade em escolher qual se encaixa melhor em seu perfil para procurar trabalho. 

No ano de 2018, a plataforma LinkedIn fez um levantamento das melhores startups para se trabalhar no Brasil. 

O objetivo da lista LinkedIn Top Startups 2018 é apontar as 25 jovens empresas que mais se desenvolvem no país e oferecer um panorama do mercado nacional para os profissionais. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

A pesquisa foi realizada com base em quatro critérios, sendo eles: 

  • Crescimento no quadro de funcionários; 
  • Interesse de candidatos a vagas de emprego na empresa; 
  • Engajamento de usuários com a empresa e funcionários; 
  • Nível de atração exercida pela startup sobre talentos oriundos das empresas que compõem a lista LinkedIn Top Companies.

Os três primeiros nomes da lista, que leva em conta startups de todas as área, foram fintechs. Além dessas que encabeçam a lista, diversas outras fintechs aparecem como melhores lugares para se trabalhar. 

As principais são:

Nubank

Talvez a fintech mais conhecida do Brasil, o Nubank é a primeira a aparecer na lista de melhores startups para se trabalhar devido o fato estar em grande expansão. 

Até a pesquisa, a empresa já havia levantado mais de 330 milhões de dólares em investimentos e contava com um quadro de mais de 1.100 funcionários, sendo que 800 deles haviam sido contratados nos últimos 12 meses.

Creditas

A fintech Creditas aparece em segundo lugar na lista por ser inovadora no setor de empréstimos. 

Lutando contra taxas exorbitantes de bancos, a Creditas oferece créditos com juros baixos quando o cliente disponibiliza bens como garantia. 

São 468 funcionários e uma referência em uma categoria que tem cada vez mais procura por parte de consumidores.

GuiaBolso

Em terceiro lugar na lista do LinkedIn, é o aplicativo de gestão financeira mais baixado do Brasil. 

É apontado como excelente lugar para trabalhar, pois tem como meta escalar a quantidade dos seus parceiros de crédito e gerar dicas financeiras mais personalizadas com base em inteligência artificial.

QuintoAndar

Especializada em mercado imobiliário, a fintech QuintoAndar aparece em  sexto lugar na lista. 

Com ele, todo o processo de alugar um imóvel para fim residencial pode ser feito online e ainda paga seguro-fiança para seus clientes. 

Com 350 funcionários, a meta é expandir tanto o catálogo de ofertas quanto área de atuação.

Dicas para trabalhar em uma Fintech

Quem deseja entrar para o time de uma das melhores fintechs para trabalhar citadas acima, não deve se esquecer de que se tratam de startups e por isso almejam dos funcionários características diferentes do mercado tradicional de empregos. 

É imprescindível que candidatos a vagas em fintechs tenham em mente que precisam:

  • Aprender a questionar – a maioria das fintechs costumam ser formadas por equipes reduzidas, por isso é um diferencial que seus funcionários sejam curiosos e queiram sempre aprender mais sobre a empresa;
  • Ter capacidade de adaptação – como estão em expansão, as fintechs procuram para trabalhar nelas pessoas dispostas a exercer novas posições e responsabilidades;
  • Estar preparado – hoje em dia é básico saber falar inglês, principalmente nas fintechs. Como estão muito alinhadas com o mercado financeiro e tecnológico mundial, há sempre a necessidade de reuniões ou uso de tecnologias em outras línguas.

E aí, curtiu saber quais são as melhores fintechs para trabalhar no Brasil? Conta para a gente nos comentários!

Continue acompanhando nosso blog e assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as inovações do mundo financeiro digital! 

Comentários