As fintechs possuem um futuro promissor em todo o mundo. O principal impulsionador desse crescimento é a experiência do consumidor. Tem uma ótima ideia? Confira o passo a passo para abrir uma fintech. 

As fintechs são o futuro e as instituições tradicionais terão que aceitar a caminhar junto com elas se quiserem sobreviver no mercado. Com o aumento da inovação, haverá uma onda de competitividade também. No entanto, a competição aprimorada garantirá uma maior experiência do consumidor. 

O surgimento de fintechs globalmente atingiu uma média de 33% em 2017 (comparado a 16% em 2015). Não há como negar que as tecnologias continuarão a invadir o antigo setor financeiro. 

Com tantas novidades já existentes no mercado você fica se perguntando, mas como entrar nesse ramo? 

Dezenas de startups entram em atividade todo mês e gigantes de bilhões de dólares comandam o show, pode ser difícil conseguir seu pedaço do bolo. Mas não é impossível. Veja um passo a passo para abrir uma fintech e entre na dança. 

Passo a passo para abrir uma fintech: 8 passos

1) Tecnologia

Antes de todo o passo a passo para abrir uma fintech, saiba que uma startup de tecnologia financeira depende, basicamente, de tecnologia para atender às necessidades do consumidor em gerenciamento financeiro. Então seu foco principal deve ser em tecnologia. 

Elas geralmente visam substituir completamente ou competir com os prestadores de serviços financeiros tradicionais, oferecendo uma experiência superior ao seu potencial cliente ou simplesmente soluções mais eficientes para os problemas existentes.

2) Conheça o nicho

Um item do passo a passo para abrir uma fintech é você pesquisar e descobrir o seu nicho. Você precisa escolhê-lo com base em alguns fatores como:

– Categoria e faixa etária dos usuários que você está segmentando
– O país que você deseja atingir
– Qual especialização no setor financeiro

Abaixo estão alguns nichos que você pode escolher para iniciar sua startup Fintech:

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

  • Pagamentos on-line e transferências internacionais de fundos
  • Insuretech
  • Empréstimos por dinheiro eletrônico
  • Negociação e Investimentos Móveis
  • Gestão Financeira Pessoal
  • Banco digital
  • Plataformas de Crowdfunding
  • Produtos de Contabilidade Financeira, Rastreamento e Gerenciamento
  • Softwares de Gestão Financeira para PMEs
  • Análise de Dados e Tomada de Decisão Financeira
  • Criptomoedas e soluções baseadas em blockchain
  • Consultoria Fintech

3) Diferencial

Agora que você encontrou seu nicho, o passo a passo para abrir uma fintech continua em descobrir quem são seus concorrentes. 

Descubra o que está faltando no mercado, quais são os problemas que os clientes possuem. Estes são os seus pontos para avançar e se tornar uma opção superior para o público-alvo.

O ideal é que sua fintech ofereça os mesmos serviços que seus concorrentes fornecem e mais alguns. Esse será o motivo pelo qual os usuários vão optar pelo seu serviço em detrimento do seu concorrente. 

Outra abordagem é descobrir exatamente onde a concorrência não está funcionando e começar a expandir seus negócios a partir daí.

Por exemplo, nenhuma fintech de pagamento móvel online colaborou com equipamentos agrícolas e ferramentas que fornecessem empresas. Agora, seu nicho de destino é fornecer opções de pagamento on-line para os agricultores rurais comprarem suas ferramentas e equipamentos agrícolas.

4) Conheça as leis

Quando você está lidando com o dinheiro de outras pessoas, há muitas regras e regulamentos que você precisa seguir. Portanto, este é um item essencial dentro do passo a passo para abrir uma fintech.

Antes de iniciar uma empresa de fintech, você deve conhecer as autoridades reguladoras, as leis, os requisitos legais e as limitações. Lembre-se de que todo país tem seu próprio conjunto de regulamentações. 

Se você oferece seu aplicativo e serviços para pessoas de mais de um país, sua fintech precisa obedecer à regulamentação de cada um desses países, dessa forma ela precisa se adaptar a cada realidade.

Até mesmo dentro de casa estado a lei pode variar. Então, se você está planejando um lançamento global, esteja preparado para lidar com isso.

5) Contrate a equipe

A parte mais importante de uma Fintech não é a finança em si, mas a tecnologia que a alimenta. 

Você pode ter o conhecimento completo das nuances do mundo das finanças, mas precisa de uma equipe de especialistas técnicos excelentes para criar seu aplicativo ou solução de software.

Seguindo o passo a passo para abrir uma fintech, a dica aqui é encontrar o melhor software e empresa de desenvolvimento de aplicativos com os melhores especialistas técnicos a um preço razoável. Em outras palavras, uma equipe técnica offshore apoiando sua equipe interna de startup.

Ter as pessoas certas ao seu lado é um dos ingredientes de uma startup de sucesso. Então fique de olho nos talentos e invista em uma ótima equipe. 

6) Escolha a tecnologia

O desenvolvimento de software personalizado é uma obrigação se você quer competir com as grandes fintechs. Você não pode confiar em CMSs ou estruturas de terceiros para lidar com todas as transações. Além disso, você precisará de ótimo desempenho.

Outro aspecto importante do desenvolvimento do aplicativo fintech é a segurança de dados. Verifique se o seu produto é seguro e se todos os dados confidenciais estão criptografados e armazenados na nuvem.

7) Seja financiado

Existem várias maneiras de obter dinheiro para sua startup: de empréstimos bancários, de crowdsourcing a capital de risco. Você pode até participar de uma competição de startups ou obter dinheiro de sua família ou amigos.

Independentemente do caminho que você escolher, seria bom ter algo para mostrar aos seus potenciais investidores. Construir um protótipo visual também é uma ótima ferramenta pode ajudá-lo a obter financiamento.

8) Teste antes

Crie o escopo mínimo necessário de recursos para testar sua ideia, coletar feedback dos usuários e melhorar o serviço. Ao construir um MVP (produto mínimo viável) você consegue prever o que pode acontecer com sua fintech. 

Por isso, nesse passo a passo para abrir uma fintech é importante ter em mente que começar pequeno e crescer aos poucos seu produto é uma maneira inteligente de reduzir os riscos potenciais, especialmente em um mercado tão saturado e competitivo como o fintech.

Veja no vídeo abaixo a importância da fintech no mundo de hoje e se inspire:

Quer saber mais sobre o mundo das fintechs? Assine nossa newsletter.

Comentários