A possibilidade de ter a carreira impulsionada junto ao crescimento acelerado que os bancos digitais vêm tendo no mercado desperta interesse nos profissionais em fazer parte do quadro de colaboradores dessas organizações inovadoras. Mas como trabalhar em banco digital com vagas tão cobiçadas?

Para trabalhar nessas fintechs, não é necessário preocupação com uniforme ou comportamentos muito formais. Porém, é preciso conhecer a indústria financeira em que a instituição se insere. As fintechs são bastantes voláteis e o candidato precisa estar atento à pesquisa, aprendizado e atualização deste cenário diariamente.

Como trabalhar em banco digital?

Hoje com milhões de clientes, os bancos digitais surgiram como alternativa ao sistema bancário tradicional de filas, longo tempo de espera e tarifas abusivas.

Nessa proposta, as fintechs investem constantemente no bem-estar dos seus colaboradores no intuito de reverter estes benefícios em bom atendimento ao cliente, redução de conflitos e estímulo à criatividade, pensando ainda em responsabilidade social e humanização do ambiente de trabalho.  

Como o interesse em trabalhar em uma startup e migrar para carreira financeira em um banco digital é crescente, saber o que é necessário para ingressar nesse nicho de mercado tornou-se imprescindível.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Entenda como bancos digitais funcionam

Entender como é o modelo de negócio das fintechs, como a empresa se comporta, o público que busca atingir, as tendências e oportunidades de mercado já colocam quem pretende trabalhar em banco digital à frente nas seleções.

A formação acadêmica não importa tanto

Sobre formação acadêmica, pode-se dizer que os times digitais, em sua maioria, são abrangentes quanto a sua área de graduação. 

Muitos bancos digitais, inclusive, colocam conhecimento e experiência à frente dessas certificações, dando voz ativa aos colaboradores para direcionarem ou alterarem os processos, independentemente do cargo que ocupem para alcance de um propósito individual e coletivo na empresa.

Bancos digitais buscam perfis inovadores

O mais importante para estas marcas é o desempenho frente às dificuldades e  oportunidades, além de perfil inovador do candidato. A capacidade de sair da zona de conforto é um fator geralmente avaliado em startups como as fintechs, devido à exposição e vulnerabilidade do mercado financeiro. 

Atenção à capacidade técnica

Logicamente existem cargos que necessitam de formação específica e estes requisitos estão bem descritos no corpo da vaga. Muitas vezes, são graduações ou cursos ligados à tecnologia e ao desenvolvimento de softwares. 

Criar um portfólio de produções autorais também é uma boa maneira de mostrar suas habilidades técnicas e adquiridas ao contratante, pois, ao contrário do mercado tradicional, os bancos digitais estão mais atentos à forma de apresentação e seus objetivos de carreira, que devem mostrar quanto o candidato tem potencial inovador para contribuir com a missão da empresa.

Segunda língua

Outra dica de como trabalhar em banco digital é aprender uma segunda língua, dando atenção especial ao inglês. Mesmo em fintechs brasileiras, o idioma é item importante no currículo, pois o mercado financeiro é global e todos os envolvidos no sistema precisam tentar ultrapassar as fronteiras e transformar o que era tradicional em digital. 

Trabalhar em banco digital atualmente pode ser considerado quase uma experiência internacional, em que se vê colaboradores de diferentes nacionalidades, filiais em diversas partes do mundo e negociações na indústria financeira mundial.

Por isso, em algumas dessas empresas, o segundo idioma é adotado como linguagem cotidiana em reuniões, apresentações, no cafezinho e em outras áreas na empresa.

Benefícios que você pode esperar ao trabalhar em um banco digital

Em se tratando de benefícios, quem trabalha em fintechs pode ser mais informal no vestir, algumas aceitam seu animalzinho de estimação, costumam dar pausas para café e interação entre colegas, dispõem de espaço de lazer, academia, ajuda de custo para almoço, creche, estacionamento, programa de ensino de idiomas, assistência psicológica, dentária e médica, além dos demais benefícios comuns às empresas mais tradicionais.

Diversidade e inclusão social também fazem parte da cultura dessas organizações, com todos os candidatos concorrendo igualmente às vagas disponíveis independentemente de gênero, etnia, religião, orientação sexual ou qualquer outra característica que possa ser julgada limitação por uma sociedade maioritariamente preconceituosa. Deste modo, o perfil livre e inovador é sempre buscado nas seleções.

como trabalhar em banco digital

Como costumam ser as etapas do processo seletivo em um banco digital?

Chegou o momento do candidato ter noção sobre como é o processo seletivo para trabalhar em banco digital! Após as inscrições nas vagas divulgadas nos sites específicos, as empresas realizam seleção criteriosa de currículo, perfil comportamental e  habilidades. 

Ainda são avaliados capacidade técnica e noções do mercado financeiro, são realizadas dinâmicas e estudos de caso para simular as situações que serão vividas no dia a dia e a maneira que o aspirante conduziria a questão exposta. 

E não para por aí… O candidato precisa torcer um pouco mais! Seja presencial ou online, também são feitas entrevistas com o RH e com o responsável pela área em que o candidato pretende trabalhar.

Munidos de diversas informações e diferentes pontos de vista, a liderança tem, neste momento, a decisão final de contratar, ou não, o candidato. 

Onde encontrar vagas para trabalhar em bancos digitais?

Para saber como trabalhar em banco digital também é preciso estar atento à divulgação das oportunidades em sites de empregos, portais dos bancos, áreas de “Trabalhe conosco” nos sites das empresas e até mesmo redes sociais como o LinkedIn. 

A rede social voltada para profissionais, aliás, é uma ferramenta bastante utilizada pelas organizações em geral. Lá são divulgadas e buscadas vagas e também é possível a realização de parcerias e networking. 

Para maiores chances de ser encontrado, o candidato deve manter sempre as informações atualizadas, escrever um bom resumo sobre si, sua vivência profissional, competências, segmento de mercado e localização que deseja trabalhar. Preencher todos os itens do perfil ajuda o currículo a ficar no topo das buscas e, deste modo, ter a chance de ser visualizado mais rapidamente.

Veja algumas vagas em bancos digitais como Nubank e Inter.

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo das fintechs? Então continue acompanhando nosso blog e assine a newsletter para receber conteúdos em primeira mão. 

Comentários