Qual corretora é a melhor para comprar, vender e negociar criptoativos? Coinbase ou Binance?

Ambas as empresas oferecem para seus usuários uma plataforma digital para que eles armazenem seu patrimônio de criptomoedas e possam fazer transações de compra e venda desses ativos.

Com o intermédio das exchanges, é possível efetuar operações com segurança nesse mercado que tem crescido bastante nos últimos anos.

Existem várias exchanges disponíveis no mercado. Mas aqui vamos focar na dualidade Coinbase ou Binance.

Nos parágrafos a seguir, você confere as principais características dessas corretoras, bem como as vantagens e desvantagens que elas oferecem.

Convidamos você a continuar a leitura desse comparativo para, então, decidir qual exchange combina melhor com as suas necessidades e expectativas.

Leia também: 5 melhores empresas de bitcoins nacionais e internacionais

Coinbase: principais características

Coinbase é uma das primeiras exchanges de criptomoedas do mundo. Lançada em 2012 por Brian Armstrong e Fred Ehrsam, a corretora tem sede em São Francisco e conta com mais de 56 milhões de usuários cadastrados e US$ 223 bilhões em ativos criptografados.

Presente em mais de 100 países, a Coinbase é uma exchange que opera mais de 60 criptoativos

Apesar disso, essa corretora não faz o intermédio de compra e venda de criptomoedas no Brasil e em alguns outros países, como Argentina, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Uruguai e Nova Zelândia.

Nesses países, citados, a plataforma da Coinbase serve como uma carteira digital. Só é possível armazenar criptomoedas e fazer a negociação de ativos já adquiridos.

Se você reside no Brasil, o que dá para fazer no Coinbase é transferir uma criptomoeda para essa plataforma e convertê-la em uma outra criptomoeda do seu interesse. 

Essa operação chamada de trade pode ser vantajosa, por exemplo, quando você quer trocar seu Bitcoin por Ethereum quando este estiver mais valorizado.

Leia mais: 5 melhores empresas de bitcoins nacionais e internacionais

Vantagens do Coinbase

Apesar dessa limitação, o Coinbase tem algumas vantagens a oferecer:

  • Possui autorização FCA (Financial Conduct Authority) e do Banco Central do Brasil;
  • A plataforma é bastante simples e intuitiva;
  • Possui versão mobile para Android e iOS;
  • Apresenta uma versão mais completa e gratuita, com ferramentas adicionais, na versão Coinbase Pro;
  • Acesso à API para integrar o Coinbase a um software de trading da sua preferência e automatizar ações;
  • A plataforma é bastante segura e nunca foi hackeada;
  • Possibilidade de criar um cofre com proteção extra.

Desvantagens do Coinbase

  • Brasileiros não têm acesso ao potencial máximo da plataforma, ficando restritos apenas ao trade de criptomoedas;
  • Taxas muito altas, chegando a 2% para converter criptomoedas.

Veja também: Dicas para investir em Bitcoins e 6 coisas que você deve saber antes disso

Selecionamos um vídeo sobre a Coinbase que pode ajudar você a conhecer melhor essa carteira de moedas virtuais:

Binance: principais características

A Binance é uma exchanger fundada na China em 2017 por Changpeng Zhao. Atualmente, essa corretora global registra cerca de US$ 2 bilhões em transações de compra e venda de criptomoedas todos os dias.

Esse número faz da Binance a maior exchange do mundo. Além disso, ela está presente em todos os países e opera em mais de 100 criptomoedas, como Bitcoin, Ethereum e a Binance Coin.

Vantagens do Binance

Dentre as principais vantagens dessa exchange, destacam-se:

  • Baixas taxas cobradas sobre as operações, variando de 0,1% a 0,04%;
  • Isenção de taxa para depósitos em criptomoedas ou em Real
  • Possibilidade de transferir via PIX
  • Desconto de até 50% sobre as taxas quando a transação for feita em Binance Coin;
  • Acesso a cartão de crédito
  • Robusto sistema de segurança, estando entre as 20 corretoras mais seguras do mundo.

Desvantagens do Binance

Para decidir entre Coinbase ou Binance, algumas desvantagens desta última devem ser consideradas:

  • Atendimento mediano, com nota 6,6 nos últimos 12 meses no Reclame Aqui;
  • Para saques, as taxas cobradas são dinâmicas;
  • A exchange já foi hackeada e precisou arcar com o prejuízo de aproximadamente US$ 40 milhões em 2019.

Veja mais: O que é Binance: entenda como essa plataforma funciona e as vantagens para quem deseja investir no mercado de criptomoedas

Quer conhecer ainda mais detalhado sobre a plataforma de criptomoedas Binance? Então, assista a este vídeo do Dani Edson:

Coinbase ou Binance: qual a melhor opção?

Na disputa entre Coinbase e Binance, a melhor opção depende dos seus objetivos como investidor no mercado de criptomoedas.

Se você busca, por exemplo, maior variedade de criptoativos e taxas mais acessíveis, o Binance talvez seja a alternativa.

No quesito segurança, ambas as plataformas são bastante seguras. Porém, a Coinbase nunca foi hackeada, mesmo estando ativa no mercado a mais tempo que o Binance.

Se o seu interesse maior é em trading e não na compra e venda de ativos e você não se importa em pagar taxas mais “salgadas”, a Coinbase tem uma interface bastante amigável e recursos avançados para essa finalidade.

Portanto, avalie suas necessidades, expectativas e objetivos antes de decidir entre Coinbase ou Binance e pondere as vantagens e desvantagens dessas corretoras.

Saiba mais: Binance ou Mercado Bitcoin? Saiba qual plataforma escolher para investir no mercado de criptomoedas

Quer entender tudo de Bitcoin e como investir nessa criptomoeda de maneira segura, objetiva e visando a maior rentabilidade? Então, estude esse assunto para ter os conhecimentos necessários e poder tomar as decisões corretas. Que tal fazer agora mesmo um curso sobre o tema? Então, confira nossa sugestão: Segredos do Bitcoin 3.0

Comentários