O número de Fintechs está crescendo cada vez mais no mundo todo. Essas empresas  surgem como novas soluções financeiras ou melhoram algum processo já existente. Se você quer se lançar nesse mercado, é imprescindível que faça um fintech business plan. 

De acordo com o relatório Fintech América Latina 2018: crescimento e consolidação , feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), IDB Invest e Finnovista, houve um crescimento de 66% de novas fintechs em comparação ao primeiro levantamento, realizado em 2017.

A atividade fintech se expandiu a 18 países no último ano. Seguindo a tendência observada em 2017, Brasil é o país com maior número de empreendimentos com 380, seguido pelo México com 273, Colômbia com 148, Argentina com 116, e Chile com 84.

A grande maioria das Fintechs são de pagamentos e remessas, conforme gráfico abaixo, divulgado pelo mesmo estudo: 

fintech-business-plan-grafico

Fonte: IADB

As empresas de tecnologia financeira que desejam entrar com sucesso no mercado devem ter um modelo financeiro viável. Isso significa ter um modelo financeiro escalável e com um orçamento que faça sentido. 

Se você está pensando em se aventurar por esse caminho promissor, saiba que é muito importante ter o seu fintech business plan. Por que é importante preparar um plano de negócios antes de começar a se desenvolver?

Porque ao fazer o seu fintech business plan você vai responder a várias perguntas do mercado e pode antecipar determinados problemas antes de lançar seu produto. Então, veja abaixo como fazer o seu fintech business plan.

Fintech Business Plan: 7 passos

É importante que antes de você lançar a sua fintech você faça uma pesquisa e um fintech business pan para analisar o mercado e saber exatamente nos mínimos detalhes o que você quer propor com sua ideia.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Com ele você vai saber, por exemplo, se já existe algum concorrente e se existe alguma regulamentação para dar o start em seu negócio. 

São pontos importantes que se não forem vistos a tempo, no futuro pode prejudicar o sucesso do seu negócio.

Programação – existe grande necessidade de mercado para sua solução?

Concorrentes – Existem produtos idênticos ou similares? Se sim, como eles são? São melhores do que o seu produto oferece?

Regulação – É necessário ter aprovações regulamentares para comercializar o produto?

Marcos – Estabelecimento de metas e objetivos, tanto para o período de desenvolvimento quanto após o início do processo de marketing

Necessidade financeira – quanto dinheiro preciso e qual sua finalidade? Quais marcos atingiremos com o dinheiro?

Para começar a fazer seu fintech business plan você deve responder a várias perguntas. 

1) Descrição do Produto

Nessa parte você vai detalhes mesmo o seu produto.

O que o produto faz?
Qual tecnologia está envolvida nele?
Quais são as vantagens desse produto?
Qual problema social/financeiro que ele resolve e qual é a gravidade do problema?

Nos produtos Fintech, é importante enfatizar a tecnologia envolvida e ele como ela funciona. Os riscos nesta área são maiores se comparados com outras áreas, tendo em vista sua importância financeira e a preocupação com recursos financeiros. 

2) Regulamentação

Nessa parte você vai precisar pesquisar as leis que envolvem o seu produto. Para sua fintech ser lançada e comercializada ela precisa de alguma aprovação regulamentar? 

Este é um importante passo do fintech business plan, pois se o produto fizer interface com entidades financeiras, ele deverá atender a requisitos rígidos de segurança e atender aos padrões propostos. 

3) Concorrente

Quem são seus concorrentes atuais? Qual é a sua quota de mercado? Como o produto deles é diferente do seu e por que essa diferença é tão fundamental que nos dá uma vantagem competitiva? 

Existem muitas soluções no campo da fintech, por isso é importante entrar em detalhes e apontar seu amplo conhecimento sobre o mercado.

Qual é a nossa vantagem competitiva? Por que os clientes vão preferir a sua solução em relação às soluções existentes? Essa última talvez  seja a questão mais importante a ser respondida na análise de concorrentes. 

4) Público-alvo

Na análise do público-alvo do seu fintech business plan, você responderá a questões como: quem são seus clientes em potencial? Qual é o tempo médio para fechar um negócio com um cliente? 

A venda de um produto para os bancos, por exemplo, pode levar muitos meses, dada a burocracia e a estrutura organizacional complexa desse tipo de instituição. Então este tempo deve estar previsto no lançamento de seu produto.

5) Modelo de Negócio

Aqui é a parte que muito nos interessa. Como ganhamos dinheiro? Qual é o modelo de negócio da sua fintech que vai te fazer gerar lucro. 

É uma licença mensal? Uma venda única? Quanto você ganha de cada cliente? Quais são os futuros modelos de negócios dos quais pode-se ganhar dinheiro?

Neste item do fintech business plan, é importante fornecer também uma resposta a quais órgãos a empresa deve cooperar para funcionar. Por exemplo, um produto que analisa preços e tendências no campo do seguro requer acesso a certos bancos de dados, alguns deles governamentais, para cumprir sua finalidade.

6) Plano de marketing

Os seus clientes precisam saber que o seu produto existe, certo? Então, o plano de marketing também entra no seu fintech business plan. 

Aqui você responderá perguntas do tipo: Como chegar aos clientes? Quais canais usar? Quanto custa, em média, uma publicidade? Em quais clientes nos concentraremos primeiro – pequeno, médio ou grande, e por quê?

Tudo isso ajudará na sua estratégia de entrada no mercado. 

7) Instituições financeiras

Quanto dinheiro precisamos e por que será usado? Quais etapas serão concluídas na rodada atual de financiamento? Qual é a previsão de lucros e perdas da empresa para os próximos três anos? É necessário preparar um documento do Excel detalhando as despesas e receitas futuras da companhia e as premissas subjacentes.

Respondendo a todas essas perguntas está feito seu fintech business plan. Se você é um empreendedor que quer criar uma start-up no campo da fintech deve conhecer todas as respostas a essas perguntas antes do início do processo de desenvolvimento, mais ainda antes de se voltar para potenciais investidores.

Tem dúvidas com relação ao mercado? Fique de olho que tem várias dicas aqui no Fintech e assina nossa newsletter.

Comentários