Startups de tecnologia financeira continuam a atrair uma quantidade crescente de atenção e capital. As fintechs não são apenas facilitadores, mas sim um importante motor na economia atual. Saiba quais são as maiores fintechs no Brasil e no mundo. 

FinTech é uma fusão de finanças e tecnologia e está rapidamente abrindo um novo caminho para o futuro do mundo financeiro. É apenas uma questão de tempo em que tudo ao nosso redor terá uma fintech como seu ponto focal.

A CB insights publica um ranking anual com as mais promissoras fintechs do mundo sendo avaliados modelo de negócio, potencial de crescimento e impulso no mercado. 

Juntas, as 250 startups que aparecem nesta lista somam cerca de US$ 53 bilhões em investimentos desde 2013. Confira a lista com as 250 maiores fintechs mundo

Veja alguns destaques sobre o serviço que algumas delas oferecem. Saiba quais são as maiores fintechs no Brasil e no mundo e confira o que elas possuem de inovador.

4 Maiores fintechs no mundo

SoFi

A SoFi se autodenomina como “um novo tipo de empresa financeira”, que está adotando uma abordagem não tradicional de empréstimos e, mais recentemente, de gestão de patrimônio

A empresa está sediada em São Francisco, na Califórnia, e foi criada em 2011 por quatro estudantes que se conheceram em Stanford. A empresa agora oferece refinanciamento de empréstimos estudantis, empréstimos hipotecários, empréstimos pessoais, gestão de patrimônio e seguro de vida. 

Desde então, a SoFi cresceu e se tornou uma empresa multibilionária, com mais de US $ 19 bilhões de empréstimos financiados até hoje e mais de 300.000 membros.

Stripe

Uma das maiores fintechs do mundo, a Stripe surgiu originalmente como um serviço para ajudar pequenos vendedores on-line a processar pagamentos. Hoje Stripe também atende gigantes da tecnologia como Microsoft e Amazon. 

Em 2018, a empresa anunciou três novos produtos de alto perfil, incluindo tecnologia de emissão de cartão de crédito, software de ponto de venda e uma plataforma de faturamento para empresas de assinatura.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Ela foi lançada em 2011 pelos irmãos nascidos na Irlanda Patrick e John Collison que desistiram de estudar no MIT (Patrick) e em Harvard (John).

Ant Financial

O Ant Financial, com sede na China, é umas das maiores fintechs do mundo e foi oficialmente fundada em outubro de 2014. Ela é originária da Alipay fundada em 2004.

Com a missão de proporcionar oportunidades iguais a todos, a Ant Financial dedica-se à criação de um sistema de crédito compartilhado e plataforma de serviços financeiros por meio de inovações tecnológicas. 

Além disso, ela tem como objetivo fornecer aos consumidores e a pequenas empresas serviços financeiros, seguros e convenientes, globalmente.

Atualmente, a Ant Financial administra o Alipay, o Ant Fortune, o Ant Financial Cloud e outros serviços financeiros. Juntas, elas cobrem gerenciamento de patrimônio, relatórios de crédito, banco privado, pagamentos e computação em nuvem

Ela é a fintech que mais recebeu investimentos, aproximadamente US$ 19,1 bilhões em quatro rodadas. Seu valor de negócios foi estimado em US $ 75 bilhões em 2016. A Ant Financial está no topo da lista dos IPOs  (Oferta Pública Inicial) mais esperados.

Confira ainda abaixo um gráfico com as maiores fintechs de pagamento do mundo. A Alipay é a primeira:

maiores fintechs

Gráfico: Istoé Dinheiro

Credit Karma

Outra da lista das maiores fintechs que existem no mundo está a Credit Karma. Criada em 2007, essa fintech já possui mais 85 milhões de membros.

Ele oferece um conjunto crescente de serviços gratuitos, incluindo:

  • Pontuação de crédito
  • Software de preparação de impostos
  • Ajuda na correção de erros de relatório de crédito 
  • Alertas de novas contas abertas em nome de um usuário. 

Ela ajuda seus usuários a tomarem decisões financeiras. Isso significa fornecer a informação certa no momento certo para que eles possam se concentrar no que é importante.

O Credit Karma registrou uma avaliação de US $ 3,5 bilhões em uma rodada de financiamento de US $ 175 milhões em junho de 2015, que elevou o financiamento total da empresa para US $ 368 milhões.

Leia também: mercado promissor das fintechs da América Latina

3 Maiores fintechs do Brasil

Nubank

A Nubank é uma das maiores fintechs do Brasil e se tornou o terceiro unicórnio brasileiro em 2018, que significa alcançar a avaliação acima de 1 bilhão de dólares. 

Ela foi fundada por David Vélez, Edward Wible e Cristina Junqueira em 2014. Ela tem como objetivo desburocratizar a vida financeira e oferece cartão de crédito sem anuidade e taxas mais reduzidas que a média do mercado.

Possui serviço 100% digital, sem agências e gerentes de conta, a empresa agora disponibiliza outras modalidades de serviços, como a conta corrente, programas de pontos do cartão de crédito e aplicações financeiras.

Guiabolso

O Guia Bolso também é mais uma das maiores fintechs do Brasil. Ele foi criado para facilitar a gestão das finanças pessoais. Foi lançado em 2014, e um ano após o lançamento mais de 1 milhão de usuários já haviam se aderido à novidade. 

Ele oferece a possibilidade de sincronizar as contas bancárias, além disso também permite realizar o controle financeiro, estabelecer metas de consumo, planejar despesas e até fazer empréstimos.

Toro Investimentos

A Toro Investimentos se tornou conhecida por ser a primeira fintech brasileira, e ela é uma das maiores fintechs de investimento do mundo. Ela iniciou sua atuação no mercado como educadora financeira, a Toro Radar, expandindo posteriormente para para serviços de corretagem

Fundada em 2010 em Belo Horizonte, ela tem como objetivo ajudar as pessoas a encontrar as melhores oportunidades de investimento do mercado e a investir de um jeito mais fácil, sem cobrança de taxas.

Os clientes dessa fintech já movimentaram mais  de R$100 bilhões nos últimos 12 meses. Ela cresceu em mil vezes de tamanho em 8 anos. Em 2017, recebeu um aporte de R$46 milhões e, mais tarde recebeu outro de mais R$20 milhões para acelerar a entrada na área da corretagem.

Você quer saber mais sobre fintech ou até mesmo criar uma? Confira as 6 melhores opções de cursos.

Comentários