“Muito mais que uma maquininha.” Se você conhece esse slogan, já deve ao menos ter ouvido falar da Stone Pagamentos, fintech que está conquistando o mercado brasileiro a passos largos — e rápidos. Mas, afinal, o que é Stone Pagamentos? Como a empresa está crescendo? E quais são as características dos seus serviços? Tudo isso abordaremos neste post.

Acompanhe e boa leitura!

O que é Stone Pagamentos

Stone Pagamentos é uma fintech nacional de meios de pagamentos. A fabricante e credenciadora fornece máquinas de cartões (as famosas “maquininhas”) multibandeiras e que processam operações de cartão de crédito, débito e voucher.

Segundo o site da empresa, o objetivo da Stone Pagamentos é “trabalhar por um mercado mais justo para os empreendedores, oferecendo soluções eficazes e sem burocracia.

O crescimento da Stone Pagamentos

A Stone Pagamentos foi fundada em 2012, mas foi a partir de 2014 que se tornou uma grande fintech de pagamento. E a empresa, controlada pelos fundadores André Street e Eduardo Pontes, tem crescido a olhos vistos.

Em 2018, a companhia abriu uma oferta inicial de ações (IPO, em inglês) em Nasdaq, e atingiu 4,5% do mercado de pagamentos no Brasil. Já no início de 2019, o número de clientes ativos da empresa chegou a 309,7 mil, com crescimento anual de mais de 90%, e a Stone abriu uma oferta secundária de ações (follow-on) de 17,950 milhões de ações ordinárias classe A.

“A tendência de aumento líquido de clientes começou 2019 melhor do que em 2018, com uma forte e consistente aceleração ao longo do trimestre”, afirmou a Stone na época. Seu lucro líquido no primeiros trimestres de 2019 foi de R$ 186,3 milhões, um valor 603% superior ao obtido no mesmo período do ano passado.

Segundo Thiago Piau, presidente da Stone, o modelo da empresa permite “ganhar participação de mercado sem a necessidade de atrair novos clientes com preços não transparentes ou forçar os clientes a aceitar produtos que não desejam”. A companhia também está desenvolvendo soluções de banco digital, e possui mais de 2,5 mil contas abertas.

Como funcionam as máquinas de cartões da Stone Pagamentos

Agora que você já sabe o que é Stone Pagamentos, vamos explicar como funcionam as maquininhas de cartão da marca.

Ao contrário de algumas de suas concorrentes, como a Cielo, Getnet, Linx, PagSeguro e Rede, a Stone Pagamentos só oferece dois modelos de máquinas de cartão: a D210N e a S920.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Elas têm conexão Wi-Fi e por meio de chip 3G. Com isso, o vendedor pode fazer a transação de qualquer local. A internet já está incluída na mensalidade. Após fazer as vendas, o usuário tem a possibilidade de analisar relatórios para acompanhar quando e quanto vai receber.

O usuário também pode definir a conta em que o valor a ser recebido vai ser depositado. Essas informações podem ser acessadas no site da Stone, pelo celular ou pelo app da empresa.

A grande diferença dos dois modelos de maquininha é a tela. A D210N tem um display colorido. Já a S920 tem função touchscreen, e é maior. Também há diferença na bateria, memória e processador (veja relação abaixo).

Ficha técnica das maquininhas Stone

ModeloStone D210NStone S920
Bateria3.500 mAh2.600 mAh
CarregadorMicro USB 2.0Micro USB 2.0
Conexão2G, 3G e Wi-Fi2G, 3G e Wi-Fi
Dimensões26x12x10 (AxLxP) cm15×7,8×4,6 (AxLxP) cm
Memória128 Mb192 Mb
Peso800g330g
ProcessadorAMD Dual-Core32-bit ARM11
TelaPadrãoTouchscreen

O site diz que a empresa possui um sistema patenteado de nome “Stone Pulse”, que busca a conexão a qualquer custo, mesmo em baixa qualidade, para evitar que a venda seja perdida pelo comerciante.

A S920 também roda aplicativos, da mesma forma que um smartphone. Ela possui funcionalidades como calculadora e relatórios de vendas. Já o diferencial da D210N é a bateria, que promete durar 40% a mais que as concorrentes.

A maquininha da Stone aceita bandeiras de cartão e vale-refeição. Elas são: Mastercard, Visa, American Express, Hipercard, Hiper, Elo, Alelo, Sodexo, Ticket, VR, Green Card e Cooper Card.

A empresa ainda oferece o plano Stone Mais, uma modalidade mais acessível voltada para autônomos e microempreendedores. Nesse plano, não há necessidade de conta bancária e não há pagamento de aluguel da maquininha.

Stone Pagamentos: preços e taxas

O site da companhia não mostra quais são os valores e taxas que deverão ser pagos pelos dois modelos de maquininhas. Mas a Stone Pagamentos possui uma ferramenta online com diversas perguntas que o usuário deve responder sobre seu negócio. Depois de respondidos os questionamentos, ele recebe uma proposta personalizada.

Segundo a página de produto da empresa, quem quiser também pode usar outros canais de contato, como chat, telefone ou WhatsApp para receber uma proposta customizada e entender o porquê dos valores que pagará.

Planos da Stone

São três os planos: Stone Pro, Stone Livre e Stone Mais.

  • O Stone Pro permite que o usuário acesse as soluções Raio X, que administram máquinas, taxas e vendas no aplicativo Collact para criar campanhas de fidelização do cliente. O custo depende do mercado em que o negócio atua, para se adequar às necessidades do cliente.
  • O Stone Livre tem adesão de R$ 718,80 (pode ser parcelada em até 12 vezes), e não tem custo mensal de serviços. O cliente pode comprar até três máquinas. As taxas são fixas.
  • O plano Stone Mais é indicado para autônomos e microempreendedores. Dependendo da maquininha escolhida, o plano é de R$ 418,80 ou R$ 142,80, e ambos podem ser parcelados em até 12 vezes.

Garantias da maquininha e serviços extras

A fabricante afirma que a máquina de cartão Stone tem uma garantia ilimitada. A companhia fornece entrega grátis e reposição de bobinas sempre que o cliente precisar.

A entrega da maquininha é prometida para até 48 horas, e há treinamento para os dois modelos e atendimento 24 horas.

Como a marca afirma prezar por um bom atendimento ao consumidor, o suporte técnico pode ser feito por diversos canais, como chat, e-mail, Facebook, Messenger ou telefone. Como dissemos, é possível acompanhar as vendas, cancelar transações, emitir relatórios e solicitar bobinas e máquinas.

A empresa oferece ainda o Conciliador Stone, que permite ver quais vendas foram realmente pagas pelos clientes e quais foram canceladas ou sofreram pedidos de reembolso.

Como fazer o cadastro para adquirir uma máquina da Stone Pagamentos

Se depois de saber o que é Stone Pagamentos você quiser adquirir uma maquininha de cartões da marca, não vai ter muita dificuldade. O pedido da máquina é feito por chat online, e-mail, pelo site da empresa, telefone ou até por WhatsApp.

Contudo, você necessita ter uma conta bancária, porque quando for fazer o cadastro os dados da conta são pedidos para que você possa receber o valor das vendas. Também é preciso dar algumas informações sobre sua empresa e mandar um comprovante de endereço.

Você pode tanto usar seu CPF quanto seu CNPJ para obter uma das maquininhas. Para quem é profissional liberal e atua em posições como advogado, dentista, médico ou taxista, é necessário mandar documentos que comprovem a atividade. Já quem atua na venda de medicações e suplementos precisará mostrar o certificado da Anvisa para a atividade.

A maquininha Stone é apenas das muitas alternativas que você tem para incluir mais um método de pagamento no seu negócio. Compare com outras opções concorrentes e decida se ela é a ideal para a sua empresa!

E então, gostou da maquininha Stone? Conte para a gente o que você achou! Acesso o Portal Fintech e confira todas as novidades do setor. E, para manter-se atualizado, aproveite e assine nossa newsletter!

Comentários