Qual robô de investimento pode fazer seu dinheiro render mais? Magnetis ou Monetus?

Se você está por dentro da transformação digital, já ouviu falar de robôs investidores. Eles são ferramentas usadas por gestoras de investimento para montar uma carteira de aplicações com base no seu perfil.

Mas qual gestora cobra mais? Onde seu dinheiro terá maior rentabilidade? E que tipos de investimentos elas oferecem?

Para responder essas e outras perguntas, preparamos esse artigo para comparar os serviços de duas das principais fintechs de investimento do Brasil. Confira se Magnetis ou Monetus podem ser a resposta para o tipo de aplicação que você está buscando!

Magnetis ou Monetus? Qual robô foi feito pra você?

Fundada em 2015, a Magnetis se tornou a primeira fintech de investimentos do país. Por sua vez, a Monetus nasceu em 2012, mas só migrou para o mundo digital em 2016.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Ambas são focadas na gestão digital de investimentos, mas os serviços e condições podem variar bastante. Então, vamos compará-los!

Abertura de conta

O primeiro passo para abrir uma conta na Magnetis é o preenchimento de um questionário rápido sobre seu perfil investidor. Serão essas informações que ajudarão a gestora a montar sua carteira de investimentos.

O passo seguinte é preencher o cadastro informando dados pessoais, profissionais e bancários e enviar fotos de seus documentos. Antes de começar a investir, terá ainda que aceitar o contrato de administração de carteiras.

Já na Monetus, o processo consiste em informar dados como idade e renda e responder um pequeno teste que definirá que tipo de investidor você é. O segundo passo é a definição de um objetivo, que pode ser tanto viver de renda quanto economizar para comprar um celular novo.

Depois disso, você estará livre para explorar as possibilidades da plataforma e criar novos objetivos. Apenas antes de fazer a primeira aplicação, você terá que completar o cadastro com informações pessoais e bancárias e fotos de documentos.

Corretoras parceiras

A Magnetis opera em parceria com a Easynvest. Isso quer dizer que, quando você abre sua conta na gestora, automaticamente também abre uma conta na corretora parceira.

O mesmo processo acontece na Monetus, mas no caso a corretora é a Amaril Franklin. Nos dois casos, as corretoras são as responsáveis pela custódia dos seus recursos, enquanto as fintechs ficam responsáveis pela gestão.

Investimento inicial

A Magnetis trabalha com um valor mínimo de investimento inicial de R$ 1 mil. Já os aportes adicionais mínimos podem ser feitos a partir de R$ 100.

Por sua vez, na Monetus a aplicação inicial e os depósitos posteriores devem ser de qualquer valor a partir de R$ 100.

Taxas e custos

Nenhuma das duas gestoras cobra qualquer taxa pela abertura de contas ou pela indicação de investimentos. A cobrança de tarifas de manutenção começam apenas depois da primeira aplicação.

Para manter uma carteira na Magnetis, o custo total médio é de 0,59% ao ano. Esse valor é composto pela taxa de serviços da gestora e pelo custo dos seus fundos de investimentos, que variam de acordo com seu perfil.

A Monetus cobra taxas de administração que variam entre 0,3% e 0,6% ao ano, dependendo do tipo de fundo (mais cobrança de 10% sobre o que superar o CDI no caso de fundo multimercado e debêntures Incentivadas). Para títulos de crédito privado, há uma taxa anual de gestão de 0,3%.

Tipos de ativos

As carteiras da Magnetis são compostas por diferentes tipos de ativos, como títulos de renda fixa, ações e fundos multimercado. Você encontra uma explicação detalhada de como seus aportes são distribuídos no site da gestora.

A Monetus também oferece um portfólio diversificado, mas personalizado, misturando ativos de renda fixa e variável. Confira aqui os tipos de investimentos com os quais a gestora trabalha.

Rentabilidade

Devido à oscilação do rendimento das suas carteiras, a Magnetis publica em seu blog relatórios trimestrais para informar seus clientes. Esses conteúdos mostram a rentabilidade histórica das carteiras no trimestre e nos últimos 12 meses.

A Monetus, por sua parte, usa uma metodologia padrão no mercado financeiro chamada time-weighted. Com ela, você consegue avaliar o retorno do investimento independentemente da quantia aplicada ou resgatada.

Resgate do investimento

Na Magnetis, você poderá fazer um pedido de resgate parcial ou total de seus investimentos quando quiser. O valor será depositado na sua conta na Easynvest em um prazo que pode variar entre um e 60 dias úteis, dependendo do tipo de ativo em que seu dinheiro está aplicado.

Como a Monetus trabalha com várias contas de investimento, você pode efetuar resgates independentes dentro de cada uma delas. Os prazos de pagamento também variam de acordo com o ativo, variando entre um e 32 dias úteis.

Segurança

Nesse quesito, as duas gestoras estão devidamente autorizadas e fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). E tanto a Magnetis quanto a Monetus não são responsáveis por guardar seu dinheiro, apenas por gerenciá-lo.

Isso quer dizer que, se as gestoras quebrarem, seus recursos continuarão seguros na corretora para você resgatá-los ou investir em outro lugar.

Hora de decidir: Magnetis ou Monetus?

Agora você tem um guia bem completo para decidir qual gestora está mais preparada para fazer seu dinheiro render. Se ainda tem dúvidas, porque não ouvir os CEOs dessas duas fintechs?

No vídeo abaixo, Luciano Tavares explica por que a Magnetis vale a pena:

No próximo vídeo é a vez de Daniel Calongue falar da gestão profissional e personalizada da Monetus:

Se você gostou desse texto, vale a pena também saber o que é preciso para começar a investir em fintechs.

E lembre que você sempre encontra conteúdos interessantes como esse no nosso blog. Siga conectado e assine nossa newsletter para não perder nada!

Comentários