Você sabia que 30% das startups brasileiras não conseguem se manter no mercado? Foi o que apontou uma pesquisa realizada no ano passado pelo Sebrae, em parceria com o MDIC. De acordo com o estudo, o principal motivo é a falta de recursos. O dado é triste, porém, conseguir financiamento para startup ainda é muito mais acessível do que para empresas tradicionais.

Basta ter uma ideia inovadora, conhecer os caminhos certos e “voilà”! Você evita cair nessa estatística!

Não sabe quais caminhos são esses? Continue com a gente que é justamente sobre isso que vamos falar neste conteúdo!

Como conseguir financiamento para minha startup? 1º passo + 8 formas

Antes de detalharmos o 1º passo e as 8 formas, confira nosso infográfico com um resumo:

Continue nesse post e veja o detalhe de cada ponto do infográfico.

O 1ª passo é: prepare uma defesa incontestável da sua ideia

Não importa o quanto uma ideia seja boa, é preciso vendê-la, afinal, os investidores querem saber se o produto no qual eles estão colocando dinheiro realmente vale a pena. Então, para conseguir financiamento para startup, você precisa desenvolver um verdadeiro dossiê do seu projeto: mostre o quanto a sua solução é inovadora e tem grande potencial de retorno para quem apostar nela.

  • Apresente um plano de negócios claro e com metas bem estabelecidas: inclua onde sua startup quer chegar, em quanto tempo, quanto quer faturar, quantos funcionários pretende ter e quais investimentos de marketing. Tudo bem delineado para passar confiança aos investidores.
  • Tenha um protótipo do seu produto: pode ser desde um aplicativo básico até a primeira versão do produto pronto. Coloque a ideia em prática.
  • Mostre qual o potencial da sua ideia e qual problema ela resolve: detalhe qual será seu público-alvo e como seu produto irá melhorar a vida dessas pessoas.
  • Prove que você tem propriedade no assunto e sabe do que está fazendo: faça questão de destacar currículo, experiência e conquistas de todos que fazem parte do projeto. Se o seu produto é um software de gestão, por exemplo, destacar que sua equipe possui engenheiros de software e especialistas de gestão acrescentará grande credibilidade à sua proposta.
  • Se o seu produto já está no mercado e tem conseguido bons resultados, mostre isso aos possíveis financiadores: apresente dados que comprovem seu crescimento e potencial de lucro.

Tendo esse material em mãos, leve-o para todo lugar onde você pretende captar recursos e arrase no discurso! 😉

8 opções para conseguir financiamento para startup

1) Faça um empréstimo com o seu banco

Recorrer ao banco é, provavelmente, uma das primeiras opções que as pessoas procuram para conseguir financiamento para startup.

O bom desta alternativa é que ela é viável para quem está começando e, conforme você paga a sua dívida, seu limite de crédito vai aumentando.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Porém há contras: as instituições bancárias cobram juros bastante altos e exigem garantias sólidas de pagamento, como a sua casa, por exemplo, então é preciso avaliar muito antes de optar por essa forma de captação.

2) Tente uma Fintech de financiamento

Não conseguiu crédito no seu banco? Tente uma fintech de financiamento, segmento que tem ganhado cada vez mais credibilidade no mercado por conta de três principais vantagens:

  • Taxas bem menores que as dos bancos tradicionais;
  • Análise de crédito personalizada;
  • Prazo para aprovação bem mais curto.

Encontre a melhor fintech que oferece empréstimo e corra para dar segmento ao seu projeto!

3) Peça ajuda aos seus amigos e familiares

Esse outro formato, também muito popular, é chamado de Money Love, uma opção bastante válida, já que, geralmente, nossa família e amigos são as pessoas que mais acreditam e apoiam nossos projetos, não é mesmo?

E, antes que você ache a ideia pouco profissional, ou motivo de vergonha, lembre-se de que nomes como Donald Trump, Kim Kardashian e Jeff Bezos receberam fundos dos pais, quando seus empreendimentos ainda estavam em fase inicial, e depois veja no que deu: eles transformaram suas ideias em negócios milionários que beneficiam eles e suas famílias até hoje.

Porém, vale lembrar que, não é porque esses investidores são seus amigos, que eles merecem menos garantias e satisfações. Trate-os exatamente como qualquer outro investidor: apresente seu plano de negócios, dê lhes uma previsão de quanto e quando receberão de volta e mantenha-os informados.

4) Faça uma campanha de financiamento coletivo

A tática do Crowdfunding, ou financiamento colaborativo, é cada vez mais buscada por quem deseja conseguir financiamento para iniciar uma startup.

Para criar uma campanha é simples: escolha entre as dezenas de plataformas disponíveis, apresente sua ideia, estabeleça uma meta, defina um prazo e coloque no ar.

Cada plataforma atua de forma diferente, mas a contrapartida para o seus investidores pode ser o retorno corrigido da aplicação ou uma porcentagem da sua empresa.

O importante mesmo é que, para um financiamento coletivo dar certo, o apelo da sua ideia precisa ser bastante popular e seu discurso bem persuasivo.

5) Procure por aceleradoras

Outra boa forma de como conseguir financiamento para startup são as aceleradoras, organizações financiadas por investidores que têm por objetivo apoiar o desenvolvimento de ideias inovadoras.

Além do  aporte financeiro, os pacotes oferecidos por essas instituições incluem cursos, orientação de especialistas, suporte técnico, sugestões de metodologias de gestão, oportunidades de networking, estrutura e mentoria de empreendedores experientes.

6) Vá atrás de um Investidor Anjo

Investidores anjo são pessoas com grande patrimônio e experiência dispostas a aplicar em ideias novas e promissoras. Assim como as aceleradoras, além do financiamento, esse investidor também oferece orientação e contatos que podem ser úteis para alavancar a sua startup.

É importante destacar, porém, que o investidor anjo é bastante exigente, afinal é o dinheiro dele que estará em jogo. Sendo assim, essa é uma ótima oportunidade de apresentar aquele dossiê matador que sugerimos lá no início deste texto.

Para fazer contato com esses investidores uma boa dica é divulgar o seu projeto online e presencialmente em eventos de empreendedorismo e startup, por exemplo.

7) Procure por um fundo de Venture Capital

Se a sua ideia já saiu do papel e deu alguns passos, mas precisa de mais um empurrãozinho, uma boa opção é o Venture Capital, também conhecido como “Capital de Risco”. São fundos administrados por investidores que têm por objetivo fomentar o crescimento de ideias inovadoras.

Os aportes deste tipo de financiamento são altos e é possível captar recursos a partir de 2 milhões de reais. A contrapartida para os investidores envolvidos é uma parte societária das empresas nas quais eles aplicam.

Em uma busca rápida no Google você encontra vários grupos de Venture Capital no Brasil, selecione um e chame atenção para a sua ideia. 

8) Inscreva seu projeto em editais públicos

Por fim, nossa última dica para conseguir financiamento para startup é procurar um edital público. Essa opção, entretanto, só é válida se o seu projeto garantir algum retorno positivo para a sociedade.

Se a sua ideia contempla ações educativas ou de combate a desigualdade, por exemplo, você pode passar por um processo de seleção e receber bolsas e subsídios do Governo.

Para saber mais acesse o site da http://www.finep.gov.br/.

Recomendação de conteúdo

Nesta série de vídeos produzida pelo canal do BNDS no YouTube, vários profissionais falam sobre questões pertinentes a essa temática como o que um investidor procura em uma startup, Customer Development, Mínimo Produto Viável, informações jurídicas e dicas de marketing. Dá só uma olhada:

Esperamos que essas dicas te ajudem a conseguir um bom aporte financeiro para alavancar o seu negócio!

Quer uma última dica matadora para bombar sua startup? Saiba aqui como inovar na sua empresa!

Não perca nenhum conteúdo da Fintech, inscreva-se em nossa newsletter!

Comentários