Nubank é uma fintech que ganhou os brasileiros e hoje é um dos maiores bancos independentes do mundo. Mas por trás desse banco, você sabe quem é David Vélez, o fundador do Nubank? Confira neste post um pouco da história do empreendedor.

Tudo começou quando David Vélez ainda morava com seus pais, em Medellín, na Colômbia. Eles sempre incentivaram o filho a abrir o próprio negócio, a empreender. Vélez cresceu com esse sonho. Só não sabia que o colocaria em prática no Brasil.

O colombiano de 37 anos foi para onde as pessoas respiram e vivem a inovação: para o Vale do Silício, na Califórnia. Ele se formou em engenharia e finanças na Universidade de Stanford. 

Embora estivesse no centro da inovação e no lugar mais propício a ter uma grande ideia, isso não aconteceu de imediato, logo que se formou na Universidade. Nos primeiros passos de sua carreira, ele ainda precisou ter a experiência de um chefe. 

Vélez começou pelo mercado financeiro e depois passou para o capital de risco, criando no Brasil o fundo General Atlantic, em 2008. 

Depois ele voltou para o Brasil, em 2011, para liderar o fundo de venture capital Sequoia. Ele veio com a missão de encontrar chances de investimento para esse gigante. Identificou algumas, no entanto, a maior de todas elas ainda não teria sido criada. E é neste momento que começa a história do Nubank com David Vélez.

David Vélez e o Nubank, como tudo começou

Assim como a maioria das fintechs, o Nubank também surgiu a partir de uma insatisfação com os serviços tradicionais e com a necessidade de criar algo grande que mude a vida das pessoas. 

Foi exatamente por isso que David Vélez criou o Nubank, por conta de uma experiência ruim que ele teve com os bancos no Brasil, quando se mudou para São Paulo, em 2011.

Ele precisou ir quatro vezes na agência para conseguir abrir a conta. Sem contar o desconforto que sentiu quando precisou deixar todos os seus pertences no locker antes de entrar na agência e as altíssimas taxas cobradas pelos bancos tradicionais. 

Depois dessa experiência ele conversou com várias pessoas e nenhuma delas estava satisfeita com o seu banco. Muitas nem mesmo gostavam de ir a uma agência para resolver qualquer problema. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Com essas experiências foi nascendo, em David Vélez, o Nubank. Ele criou o projeto de um banco 100% digital e assim nasceu o sonho de fazer uma revolução nos serviços financeiros brasileiros. 

Em 2013, ele levou a ideia para vários executivos e ouviu muitos “nãos” e pessoas dizendo que seria impossível colocar em prática aquilo. Ele percebeu que muitas pessoas acreditavam na ideia, mas simplesmente achavam que não daria certo ou que era muito arriscado. 

Com isso, para criar o Nubank, David Vélez precisou correr para não perder a ideia. E foi buscar então seu velho conhecido, o Sequoia, junto à Kaszek Ventures da Argentina para mostrar a ideia. Dali vieram os primeiros 2 milhões de dólares. 

Ele juntou suas economias a esse valor e decidiu que era hora de ir atrás de sócios. Convidou a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible para fundarem, em 2014, o viria a ser o Nubank de David Vélez. 

Construindo o Nubank

A primeira sede do Nubank foi em uma casa no Brooklin, na Rua Califórnia, onde o cofundador do Nubank Edward morava. A sede da startup ficaria na sala, um pouco estranho para alguns engravatados que iam para reuniões com os fundadores do Nubank.

Ali já começaria a ser criada a cultura do Nubank, o cliente é o foco do serviço, o objetivo é facilitar e simplificar a vida das pessoas e não torná-la ainda mais complicada. 

As pessoas certas que acreditavam nessa ideia deram o suporte necessário e o Nubank chegou em 2017 com mais de 3 milhões de clientes, 850 funcionários. Em 2018, ele se tornou o terceiro unicórnio brasileiro

Um marco para qualquer startup. Ser um unicórnio significa que a startup está avaliada em US$ 1 bilhão ou mais. O valor do Nubank está em torno de US$ 4 bilhões, possui mais de 5 milhões de clientes e está crescendo cada vez mais, sem indícios de que vai parar tão cedo. 

Confira um vídeo no qual David Vélez conta sua história com Nubank. No vídeo seus sócios também contam como começaram. 

David Vélez, fora do Nubank

Desde 2014, David Vélez tem focado sua vida apenas no Nubank. Apenas agora, depois de todos esses anos ele tem se voltado mais para a sua vida pessoal. 

David Vélez é casado com uma peruana e eles possuem dois filhos, um de dois anos e outro de oito meses. Conforme uma reportagem publicada no jornal Valor Econômico, Vélez tem como hobby ler livros de ficção, meditar e correr. 

Ele gosta de estar com a família, estar com seus filhos a partir das 19h30 e também procura ter finais de semana offline, concentrando-se apenas neles. 

Ele também está pelas redes sociais, usa a rede profissional LinkedIn, na qual está como David Vélez e também no twitter: @velez_david

Agora que você já sabe tudo sobre David Vélez, o CEO e fundador do Nubank, que tal assinar nossa newsletter e ficar por dentro de tudo do mundo das fintechs?

Comentários