Você já leu tudo sobre milhas: se vale a pena e os melhores cartões de créditos para acumular milhas, agora está na hora de descobrir outra maneira de se beneficiar com as milhas. Vendendo-as.

Talvez você não conheça muito acerca disso, mas, cada vez mais, as pessoas estão vendendo milhas por meio de empresas que oferecem esse serviço. No entanto, ainda há algumas questões sobre essa prática e aqui você descobre como vender milhas sem estresse.

Para quê vender milhas?

Como os programas de fidelidade dos bancos e cartões de créditos trabalham com a urgência da expiração dos pontos, você tem chances de não aproveitar as milhas à tempo.

Pensando nisso, um novo mercado surgiu para mudar esta realidade. Ao invés de perder milhas por não ter o suficiente para trocar ou por não ter tempo (ou interesse) de viajar, você tem a oportunidade de vender as milhas para quem precisa.

Ou seja, não quer viajar e não quer sair no preju,  que tal saber mais sobre como vender milhas?

Vender milhas é legal?

Quando você pensa em como vender milhas, a primeira pergunta que surge é se essa prática é legal. Sim, por lei a venda de milhas é legal. No entanto, os programas de fidelidade das 4 companhias aéreas brasileiras possuem cláusulas em seus contratos proibindo a venda de milhas. Se a transação for comprovada pela companhia, o cliente pode ser excluído do programa.

Portanto, aos olhos da legalidade, não existe nenhuma lei no código penal brasileiro que proíba que uma pessoa venda suas próprias milhas. Porém, esse não é um mercado regulamentado, como muitos outros que surgiram com a revolução digital e que foram criados como resposta à uma necessidade prática do consumidor.

Você pode até refletir duas vezes antes de querer saber mais sobre como vender milhas se não há regulamentação. Entretanto, entende-se que como não há uma perda comprovada no lado das companhias aéreas, futuramente, o mercado brasileiro se adaptará aos novos hábitos dos consumidores acumuladores de milhas.

Vender milhas é seguro?

Como qualquer mercado online em ascensão, o das milhas também sofre com os golpistas que se aproveitam das informações cadastrais dos clientes. Pois, para comercializar suas milhas, você preenche um formulário com os dados do seu cartão de crédito e o programa de fidelidade que utiliza, inclusive sua senha, e além de informações pessoais como CPF.

Por isso, sugerimos que escolha as empresas que já possuem alguns anos de mercado e que são bem rankeadas pelos consumidores. Além disso, como qualquer empresa que utiliza a tecnologia e a inovação, procure aquelas que têm CNPJ e telefone fixo, em caso de problemas ou dúvidas de como vender milhas.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Como fazer para vender milhas?

Para saber como vender milhas, você pode solicitar os serviços de dois tipos de empresas. Você pode escolher uma empresa que compra suas milhas utilizando um sistema de cotação, ou você pode optar por uma empresa que apenas faça a mediação do procedimento entre o vendedor de milhas e o comprador de passagens aéreas.

Abaixo, listamos duas empresas seguras que trabalham com os 4 programas de fidelidade das companhias aéreas brasileiras e suas características principais:

Max Milhas

É possível vender no mínimo 10 mil milhas no Max Milhas e para isso, você faz um cadastro simples no site, estipula o preço através de uma estimativa e a empresa faz a intermediação entre a sua oferta e o comprador de passagens. Pode ser que a venda dure um dia ou até semanas, mas, de qualquer maneira, você recebe o dinheiro em até 20 dias após o processo.

Quanto mais transações realizadas com sucesso, maior a nota que o vendedor ganha e, desta maneira, mais confiável ele se torna. Isso é muito interessante se você pretende tornar a venda de milhas um negócio lucrativo.

Neste vídeo, um passo a passo de como vender milhas através do Max Milhas:

Hot Milhas

Já no caso da Hot Milhas, a empresa compra suas milhas seguindo uma tabela de cotação. Você pode vender o mínimo de:

  • 10 mil milhas do Multiplus da Latam
  • 8 mil milhas do Smiles da Gol
  • 11 mil milhas do TudoAzul da Azul
  • 20 mil milhas do Amigo da Avianca

Para realizar a operação, você preenche um formulário simples com seu nome, e-mail e a quantidade de milhas que você quer vender. Em poucos minutos, você recebe na sua caixa de e-mail duas cotações: uma para a venda em até 22 dias após a aprovação ou poucos depois de aprovado.

Para entender melhor, assista o vídeo abaixo:

Procurando outras alternativas às milhas?

Já que você busca vender suas milhas como forma de melhor aproveitar do benefício de pontos, apresentamos uma outra opção bem sedutora: os queridinhos dos Millenials, o Nubank e o cartão Trigg, trazem uma alternativa inovadora com seus programas de fidelidade.

Com o Nubank Rewards, cada 1 real gasto, você ganha 1 ponto. Neste caso, não há conversão para o dólar. E, ainda por cima, você acompanha a sua pontuação em tempo real através do aplicativo Nubank. E pode também em tempo real “apagar” compras da sua fatura com os pontos acumulados.

Para se beneficiar do Rewards, você pode utilizar seus pontos para apagar as contas da sua fatura ou em descontos de empresas e serviços parceiros, assim como, Uber, Netflix, Nike, Airbnb, Ingresso Rápido, entre outros. Apesar do cartão Nubank ser gratuito (não há taxa de anuidade), o programa Rewards é pago: R$ 190 à vista por um ano ou 12 parcelas de R$ 19, ou seja, R$ 228/ano.

A Trigg inova o mercado de fidelização com o seu programa de Cashback (do inglês, dinheiro de volta), no qual, ela paga para você usar seu cartão. Traduzindo: uma porcentagem das suas despesas mensais é retornada em dinheiro para o seu cartão, conforme a quantia do gasto.

Caso o seu gasto mensal for entre R$ 100 a R$ 900, você recebe 0,55% de volta. Porém, se você gastar todo mês R$ 5 mil ou mais, essa porcentagem sobre para 1,3%. Para isso, você precisa pagar a taxa de anuidade do cartão de R$ 119,00 (R$ 9,90 ao mês). O Cashback faz parte do cartão Trigg e não pode ser dissociado dos seus serviços.

Ficou interessado? Nesse artigo mostramos para você como escolher entre Nubank Rewards ou Trigg Cashback.

Agora que você viu como vender milhas, aproveite para compartilhar suas experiência aqui nos comentários. E para ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia, não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter.

Comentários