Fintech é a união dos termos Fin (financeiro) com Tech (tecnologia). 

Tratam-se de empresas que usam a tecnologia e se aproveitam do melhor da transformação digital para tornar os serviços financeiros mais fáceis e acessíveis para todos.

Fizemos uma seleção entre as maiores Fintechs do Brasil, confira um pouco de suas trajetórias e dos desafios das Startups Fintechs no Brasil.

Algumas das maiores Fintechs do Brasil

Maiores ou melhores? Na verdade, reunimos algumas das principais Fintechs brasileiras para que você conheça um pouco mais sobre a tendência das Fintech no Brasil e sua trajetória.

1- Nubank

Um pioneiro entre as Fintech Startups no Brasil, o Nubank apareceu em 2013 como uma grande novidade. Afinal, que banco que você conhece que não cobra taxas? Só banco Fintech mesmo…

Seu cartão de crédito digitall roxo virou um ícone entre os aficionados por novidades tecnológicas online. Mas a verdadeira revolução dessa Fintech é a facilidade de lidar com seu dinheiro de forma ágil, simples e muito segura.

Conheça aqui: Nubank

2- Nexoos

De um lado investidores com dinheiro que que querem aplicar. Do outro, empresas precisando de empréstimos. 

Essa é a receita por trás de uma das maiores Fintech do Brasil: intermediar essas duas partes para que o crédito se torne mais barato e democrático para as empresas; e o retorno mais alto e as transações menos burocráticas para quem quer investir e conseguir bons lucros.

O Nexoos, uma Fintech de financiamento e empréstimos para empresas, nasceu da ideia de dois colegas de mestrado, quando estudavam o mercado financeiro em Londres.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

  • Mais de R$80 milhões em financiamento para empresas 
  • 50.000 empresas cadastradas
  • 15.000 investidores participantes

Conheça aqui: Nexoos

3- Toro Investimentos

Outra pioneiro, a Toro Investimento se destaca entre as maiores Fintechs do Brasil por ter sido a primeira a abrir uma corretora de valores.

Suas funcionalidades se destinam àqueles que querem investir com a segurança da poupança, mas com a possibilidade de comparar alternativas de investimentos e buscar mais lucratividade.

Uma instituição independente, nela é possível investir recursos de forma simples e intuitiva, o que nem sempre é possível em bancos tradicionais.

Conheça aqui: Toro Investimentos

4- Bidu

Quem nunca passou horas ou dias pesquisando valores de seguro na internet, consultando corretores, analisando orçamentos e preenchendo formulários?

Bidu é uma Fintech de seguros em que você pode fazer tudo isso de forma ágil e prática, sem complicações ou burocracias. Seja para seguro de casas, saúde, automóveis e outros.

Além de fazer a pesquisa, também pode intermediar a transação com as empresas prestadoras desses serviços.

A empresa cresceu, desde 2012, quando foi criada. Hoje ampliou seu serviços e a Fintech faz empréstimos pessoais e oferece também cartão de crédito.

Conheça aqui: Bidu

5- GuiaBolso

Em tempos de consultores de finanças pessoais, o GuiaBolso veio para ensinar as pessoas a cuidarem de seu dinheiro de forma mais segurava responsável.

Fundado em 2014, esse programa para controle financeiro pessoal funcional por meio da autorização do usuário para que acesse suas contas bancárias.

Assim, analisa seu comportamento, seus gastos e investimentos, categoriza suas despesas, gera relatórios e dá até notas para a maneira com ele usa o dinheiro.

Além de permitir gerenciar as finanças pessoais de forma mais objetiva, dá bons conselhos!

Conheça aqui: GuiaBolso

6- Creditas

Fintech de São Paulo, a Créditas se destaca não só pelos serviços financeiros que presta, mas como uma das empresas mais queridas por seus próprios colaboradores.

A Fintech de financiamento trabalha com crédito a juros abaixo do mercado e prazo maiores Para isso, exige garantias reais, como carros ou imóveis quitados. 

Tudo rápido, fácil e online.

Conheça aqui: Creditas

7- Neon

Outra estrela entre os admiradores da tecnologia digital sendo usada no setor bancário, o Neon pode ser facilmente incluído entre as maiores Fintechs do Brasil.

Graças a sua parceria com o banco Votorantim, pode fazer a movimentação de contas correntes e emitir cartões de crédito e débito.

E, como não poderia deixar de ser, é totalmente digital e fácil de operar.

Conheça aqui: Neon

8- Conta Azul

A Conta Azul é um software online, do tipo SaaS (Software as a Service) que faz a gestão financeira de sua empresa. 

Diferenciando-se de algumas outras ferramentas de gestão financeira presentes no mercado, o Conta Azul também é um ERP, isto é: ele integra outras áreas do negócio para facilitar sua administração por meio da troca transparente de dados, como estoque, compras, emissão de notas fiscais, gestão de serviços e até uma app de vendas no celular.

Além disso, para dar mais agilidade à gestão contábil, ele é integrado diretamente com seu contador, que acessa os dados de sua empresa em tempo real.

Conheça aqui: Conta Azul

9- Qipu

Fazer a contabilidade de seu negócio é uma dor de cabeça para muita gente, principalmente para Microempreendedores Individuais, o foco de atuação da Qipu.

Essa Fintech presta um serviço de contabilidade online que ajuda esses empreendedores a fazerem todos os trâmites burocráticos e contábeis de sua empresa, inclusive pagamento de tributos, gestão de finanças e emissão de notas fiscais, de forma muita mais ágil e, principalmente, econômica.

Os serviços incluem também a abertura da empresa e declarações anuais. 

Conheça aqui: Qipu

10- QuintoAndar

Para terminar nossa lista das maiores Fintechs do Brasil, vamos falar do QuintoAndar.

Trata-se de uma empresa que ajuda proprietários a alugar seus imóveis sem burocracia e com mais lucratividade. E, na outra ponta, auxilia quem busca um lugar para morar a achar o aluguel de seus sonhos.

Nesse meio de campo, os corretores de imóveis também tem seu lugar, intermediando as transações com ajuda do aplicativo que já é um enorme sucesso.

Um dos destaques do QuintoAndar é que a empresa garante o pagamento da locação, assim, os inquilinos não precisam de fiador.

Conheça aqui: QuintoAndar

Você já conhecia essas Fintechs? Tem alguma que deixamos de citar e que você gostaria de destacar? Compartilhe seu conhecimento com a gente nos comentários.

* Este post foi escrito por Diego Minone, CMO da Pluga apaixonado por dados, produtividade e chocolate meio amargo.

Comentários