Para quem faz vendas online, oferecer facilidades de pagamento e segurança aos seus clientes é fundamental para aumentar as conversões e garantir que a compra seja concluída com sucesso.

Em um cenário dominado por grandes fintechs de pagamento, como PagSeguro, Mercado Pago e PayPal, surgiu a Pagar.me, startup 100% brasileira focada em processos de pagamento mais simples, ágeis e otimizados, tanto para lojistas quanto para consumidores.

Neste post, explicaremos o que é Pagar.me, como funciona e suas principais vantagens. Acompanhe e boa leitura!

O que é Pagar.me e como funciona

A Pagar.me é uma solução de meio de pagamentos que funciona como intermediadora entre lojistas virtuais, clientes e adquirentes. O objetivo é oferecer, de maneira integrada, a agilidade e transparência de um gateway de pagamento com as facilidades e a integração de uma subadquirente.

A Pagar.me é indicada para e-commerces, lojas virtuais, clubes de assinatura e marketplaces, disponibilizando pagamentos via boleto bancário e cartão de crédito, com a possibilidade de parcelamento em até 12 vezes.

As bandeiras aceitas são: Visa, Mastercard, American Express, Elo, Hipercard, Diners, Discover, Aura e JCB.

O sistema é compatível com qualquer site de código aberto, podendo ser integrado a dezenas de plataformas, entre elas Magento, Opencart, Woocommerce, Prestashop, Dotstore, Vtex, Loja Integrada e Beta Labs.

Para utilizar o Pagar.me, basta se cadastrar na plataforma. Para isso, o primeiro requisito é que o cliente tenha um site ativo. Além disso, é necessário ter um CNPJ e uma conta bancária que esteja atrelada a ele. No caso do Microempreendedor Individual, é preciso que a conta esteja vinculada ao CPF utilizado na criação do MEI.

Como surgiu o Pagar.me

Agora que você sabe o que é Pagar.me, vamos entender um pouco mais sobre suas origens.

A startup brasileira surgiu em 2013, com a proposta de facilitar a vida de proprietários de lojas virtuais. Descontentes com o que encontravam o no mercado, os fundadores Henrique Dubugras e Pedro Franceschi — à época, ambos com 18 anos de idade — se uniram para criar uma plataforma que centralizasse as melhores funcionalidades dos diferentes meios de pagamento em uma única solução.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Lançada oficialmente em dezembro de 2013, a Pagar.me já recebeu prêmios como Spark Awards, da Microsoft, e The Innovation Project 2014, em Harvard, além de ter fechado parcerias com importantes empresas, sendo, hoje, parte do grupo Stone.

6 vantagens do Pagar.me

Depois de entender o que é Pagar.me e como essa fintech surgiu, conheça mais algumas vantagens de utilizá-la.

1. É um Provedor de Serviços de Pagamento (PSP)

Como comentamos, a Pagar.me oferece a perfomance de gateways aliada à facilidade dos adquirentes.

O que isso quer dizer? Explicamos: os gateways oferecem alta conversão, pois a compra é mais rápida e não há necessidade de cadastros adicionais.

Por sua vez, plataformas subadquirentes, como PayPal e PagSeguro, são mais simples, mas oferecem uma taxa de conversão menor, pois o cliente deve deixar o site em que está comprando para se cadastrar ou fazer login, o que faz com que muitos desistam da compra.

Ao combinar essas duas características, a Pagar.me garante a empresas e seus clientes um processo de compra simples e ágil, com altas taxas de conversão, tudo feito no mesmo site.

2. É ideal para marketplaces

Marketplaces são estruturas complexas e que exigem o gerenciamento de vendas e de pagamentos a diferentes fornecedores. Com a Pagar.me, o proprietário do shopping virtual pode configurar as porcentagens e valores que devem ser destinados a cada vendedor.

Além disso, não é necessário que os vendedores tenham uma conta na plataforma, uma vez que o pagamento é feito diretamente na conta bancária de cada um.

3. Investe na experiência do usuário

A Pagar.me possui um sistema de checkout simples e transparente, em que os processos de compra e pagamento são realizados dentro do site da empresa, sem a necessidade de cadastros ou redirecionamentos para outras páginas.

Além disso, o layout é totalmente responsivo, sendo compatível tanto com dispositivos móveis quanto computadores.

4. Oferece facilidade para pagamentos recorrentes

Empresas que trabalham com o modelo de pagamento recorrente, como os clubes de assinatura, também podem se beneficiar da Pagar.me. Isso porque a plataforma permite gerenciar as assinaturas e planejar as cobranças de acordo com a periodicidade de cada assinante (30, 60 ou 90 dias).

Para garantir o pagamento, o sistema conta com a funcionalidade de “retentativas inteligentes”, que, em caso de falha, segue realizando a cobrança no cartão de crédito cadastrado até que ela seja aprovada. O mesmo vale para pagamentos feitos em boleto.

5. Permite a antecipação de recebíveis

As empresas podem antecipar o recebimento de todas as vendas à prazo recebidas pela Pagar.me. Para isso, é cobrada uma tarifa de antecipação, que varia de acordo com a parcela que está sendo adiantada: para antecipar a primeira parcela, será cobrada uma taxa de recebimento antecipado; para antecipar a segunda, incide-se a taxa multiplicada por dois, e assim sucessivamente.

6. Possui análise de fraudes automática

O sistema de análise antifraude da Pagar.me funciona de modo automático, cruzando informações e padrões para identificar compras potencialmente fraudulentas. Caso isso aconteça, a venda é impedida.

O sistema também emite alertas de fraude às operadoras de cartão de crédito, cancelando as compras. Em caso de problemas, a Pagar.me se responsabiliza pela resolução de quaisquer pendências que ocorram com seus clientes.

Quais são as taxas do Pagar.me

Na Pagar.me não há cobrança de mensalidade ou taxa de adesão, mas a empresa cobra diferentes taxas dependendo da operação. São elas:

  • Vendas no cartão de crédito à vista: 3,79% sobre cada transação;
  • Vendas parceladas em até até 6 vezes: 4,19%;
  • Vendas parceladas entre 7 e 12 vezes: 4,59%;
  • Boleto: R$ 3,80 por boleto pago;
  • Saque: R$ 3,67 (para contas Bradesco, a taxa de transferência não será cobrada).

Em cada transação ainda são cobrados R$ 0,50 por processamento e R$ 0,70 por análise antifraude.

Como funciona o recebimento no Pagar.me

Os valores das transações feitas via boleto bancário são recebidos em até dois dias úteis após o pagamento.

Para as vendas à vista no cartão de crédito, o valor é liberado após 31 dias (29 dias corridos + dois dias úteis). Já para as vendas parceladas, o recebimento seguirá o mesmo padrão, mas de modo progressivo: 31 dias para a primeira parcela (29 + 2), 61 dias para a segunda (59 + 2), 91 para a terceira (89 + 2) e assim sucessivamente.

Em relação ao saque do saldo disponível, há duas opções: saque manual ou automático. Na transferência automática, é possível definir a periodicidade com que o valor será recebido: diariamente, semanalmente ou mensalmente. Já na transferência manual, é preciso acessar o dashboard do Pagar.me e solicitar o saque sempre que preferir.

Os valores sacados até às 15h entrarão na conta bancária cadastrada no mesmo dia. Após esse horário, a operação será concluída no próximo dia útil.

Assista: Dashboard da Pagar.me: como aproveitar ao máximo esse painel

Depois de conhecer o que é Pagar.me, acesse o Portal Fintech e confira todas as novidades sobre soluções financeiras inovadoras. E, para se manter atualizado, não se esqueça de assinar a nossa newsletter!

Comentários