Você quer saber se o seguro de vida Banco Inter vale a pena contratar? Pois está no lugar certo, uma vez que esse tipo de contrato é uma proteção para os beneficiários não passarem por aperto caso o provedor tenha uma morte prematura, invalidez ou passe por problemas que aparecem sem avisar.

A busca por seguros de vida aumentaram consideravelmente durante a pandemia da Covid-19, segundo uma reportagem compartilhada no Uol Economia.

No entanto, apenas 15% dos brasileiros têm um seguro de vida, de acordo com o jornal Valor. Enquanto que nos Estados Unidos, 60% da população contrata o serviço e no Japão esse número chega a 90% da população. 

O seguro de vida do Banco Inter vale a pena para quem está em busca de um bom seguro para sua família sem pagar muito. Caso você seja uma dessas pessoas, continue a leitura para descobrir como ele funciona.

O que é um seguro de vida?

Um seguro de vida pode ser definido como um contrato, entre uma seguradora e segurado, que garante o pagamento de uma indenização no acontecimento de um sinistro prevista na apólice contratada.

Durante a contratação do seguro de vida, é definido quem receberá a indenização (familiares, entes queridos ou amigos próximos) como beneficiário.

O seguro de vida pode cobrir situações como:

  • morte;
  • invalidez permanente;
  • sobrevivência (doenças inesperadas, perda de rendimento ou redução dos vencimentos na terceira idade, após aposentadoria).

Tipos de seguro de vida

O tipo de seguro de vida deve ser definido de acordo com as necessidades do segurado e beneficiário(s). Porém, existem no mercado algumas modalidades de seguro de vida que podem ser contratadas. Elas são:

  • seguro individual;
  • seguro familiar;
  • seguro em grupo;
  • seguro de acidentes pessoais;
  • seguro resgatável (modalidade que permite o resgate de percentual do prêmio caso desista do seguro ou tenha algum imprevisto);
  • seguro temporário (modalidade que pode ser contratado por um período específico, porém, não pode ter percentual do prêmio resgatado).

Como funciona o seguro de vida?

Como citado acima, o seguro de vida é um contrato em que uma seguradora paga uma indenização caso algum evento previsto em apólice aconteça.

Caso o segurado venha a óbito, a indenização é paga aos beneficiários do seguro, definidos durante a sua contratação. Caso não haja beneficiários, são os dependentes legais quem recebem o pagamento.

Será que o seguro de vida do Banco Inter vale a pena?

O Banco Inter expandiu seu portfólio e passou a oferecer para os seus correntistas a contratação de seguros de vida, para automóveis, residencial e cartão de crédito.

O seguro de vida do Banco Inter pode ser solicitado a partir da Plataforma de Proteção Inter no aplicativo, de forma 100% digital, assim como qualquer outro serviço da fintech financeira.

A proposta é oferecer um bom seguro, com menos burocracias e com preços mais acessíveis do que aqueles oferecidos pelas seguradoras tradicionais no mercado.

O Banco Inter fechou o primeiro semestre de 2021 com 367 mil clientes ativos em sua carteira de seguros, um crescimento de 350% em comparação ao mesmo período de 2020. Esse crescimento rendeu à fintech o prêmio internacional de “Melhores Soluções de Seguro do Brasil 2021”, concedido pela Capital Finance Internacional (CFI.co).

Os correntistas do Inter podem contratar o seu seguro de vida a partir de R$ 8,54 por mês e assim, garantir a proteção financeira para seus beneficiários, que podem receber valores que vão de R$ 60 mil a R$ 2 milhões. 

O atrativo do seguro é justamente o baixo valor, que cabe no bolso dos correntistas.

Coberturas do seguro de vida do Inter

Existem três tipos de cobertura de seguro de vida no Banco Inter:

  • Standard: cobertura para a sua família em caso de morte natural ou acidental e até R$4.000,00 em serviços funerários;
  • Plus: cobertura em caso de morte natural ou acidental, também para 10 tipos de doenças graves e até R$6.000,00 em serviços funerários;
  • Premium: cobertura em caso de morte natural ou acidental, também para 20 tipos de doenças e até R$8.000,00 em serviços funerários.

Como contratar o seguro?

Para contratar o seguro de vida do Inter você precisa ser titular de uma conta digital no banco.

Confira um passo a passo prático:

  1. abra o aplicativo do Banco Inter e vá até a aba “Seguros”;
  2. selecione a opção “Seguro de Vida”;
  3. clique em “Fazer simulação” e complete as informações solicitadas pelo banco;
  4. clique em “Confirmar”. Você passa a ter acesso aos planos disponíveis e valores;
  5. escolha o melhor plano para o seu perfil e pronto.

Depois que todas as informações forem enviadas, basta aguardar a resposta do banco enviada no e-mails cadastrado em até quatro dias úteis.

Agora resta saber, vale a pena o seguro de vida Banco Inter?

Seguro de vida do Banco Inter vale a pena? Vantagens e desvantagens

Vantagens

  • Planos a partir de R$ 8,54 por mês;
  • Cobertura tanto de morte natural quanto acidental;
  • Assistência funeral para segurado, cônjuge e filhos;
  • Sorteios de R$ 5 mil por semana para os segurados.

Desvantagem

Uma desvantagem compartilhada no ReclameAqui foi o bloqueio de solicitação do seguro de vida por parte de um cliente com mais de 65 anos. 

Segundo o usuário, após realizar a solicitação de adesão do seguro, por considerá-lo vantajoso, recebeu a seguinte mensagem: “Devido as nossas políticas de seguros, no momento não é possível oferecer essa cobertura a maiores de 65 anos.

Isso afeta os aposentados que buscam por um seguro de vida para sua família.

Afinal, o seguro de vida Banco Inter vale a pena?

O seguro de vida Banco no Inter vale a pena para os clientes que buscam um serviço em conta, com valores acessíveis e uma boa cobertura.

A baixa burocracia de contratação é um dos grandes atrativos do seguro, o que o torna diferente das seguradoras tradicionais que exigem uma série de documentações e aprovações antes que o seguro seja validado.

E você? Acha que o seguro de vida Banco Inter vale a pena? Não esqueça de compartilhar as suas considerações com a gente.

Comentários