Com a facilitação das condições para se obter uma máquina de cartão de crédito, a funcionalidade vem deixando de ser uma opção apenas para grandes empreendedores. Hoje, ela já se torna parte da vida da maioria dos comerciantes brasileiros.

Somente no estado do Nordeste, de janeiro a julho deste ano, foram realizadas quase 500 mil operações com cartão de crédito, 6,57% a mais do que no mesmo período no ano de 2017. 

Se você possui um negócio e está pensando em adquirir o equipamento, continue lendo este artigo para descobrir como alugar uma máquina de cartão e se essa é realmente a melhor opção para você.

Como alugar máquina de cartão?

Alugar uma máquina de cartão é um procedimento bastante simples, mas que não deve ser feito de forma impulsiva. 

Para obter seu equipamento, é necessário escolher dentre as empresas que oferecem o serviço (Rede, PagSeguro, SumUp, Stone ou Cielo, entre outras), fazer o cadastro no site ou entrar em contato com a central de atendimento para submeter a documentação necessária e iniciar o contrato.

As maquininhas levam de 7 a 15 dias, em média, para chegar ao endereço fornecido e, após isso, já podem começar a ser utilizadas. 

Quando alugar máquina de cartão? 

O principal dever de um empreendedor que está em dúvida sobre adquirir ou não uma máquina de cartão é estudar seu controle financeiro empresarial.

É preciso avaliar cautelosamente e compreender se, dentro do seu perfil de negócio, alugar uma máquina de cartão de crédito representará, de fato, um aumento no número de vendas. A resposta pode não ser positiva quando, por exemplo, o volume de taxas e tarifas iguala ou supera o de vendas, ou quando acarreta num aumento insustentável no valor do produto oferecido ao cliente.

Veja outros fatores a levar em conta na hora de tomar essa decisão. 

Tipo de negócio

O perfil do negócio também pode ser um importante fator de definição sobre a necessidade ou não de adquirir uma máquina de cartão e sobre qual o tipo ideal de equipamento para você. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Se seu negócio possui loja fixa e oferece uma vasta gama de produtos ao cliente (como um comércio, farmácia ou padaria, por exemplo), adquirir uma máquina de cartão pode ser considerado um bom negócio, já que o volume de vendas possivelmente compensará qualquer tipo de investimento.

Fase do negócio

Se seu negócio ainda está em fase inicial e ainda não possui sede ou local de vendas fixo, é preciso redobrar a atenção na hora de escolher a melhor máquina de cartão. Taxas de adesão e de cobrança sobre cada transação podem fazer com que a aquisição acabe gerando mais custos do que ganhos propriamente ditos. 

Estudando a fundo as opções de mercado, é possível encontrar máquinas de cartão com condições especialmente pensadas para pequenos empreendedores e até mesmo para pessoas físicas. 

No próximo tópico, você descobre se esta é a melhor opção para o seu negócio! 

Comprar ou alugar? 

Você pode estar pensando: sei que é a hora de inovar na empresa, mas vale mais a pena alugar ou comprar o equipamento? Uma das maiores dúvidas dos empreendedores com relação às máquinas de cartão de crédito diz respeito à forma de pagamento. E a resposta, como imaginado, é: depende! Vários fatores devem ser levados em consideração antes de tomar a decisão sobre o modo de pagamento da maquininha. 

A aquisição de máquinas de cartão via aluguel é a modalidade mais antiga, utilizada desde que os equipamentos funcionavam exclusivamente com a ajuda de cabos que os ligavam à rede telefônica.

Com a emergência da tecnologia Wi-Fi e 4G, as operadoras de máquinas de cartão vislumbraram a possibilidade de desvincular seus equipamentos de fios, condicionando seu funcionamento a chips. Isso possibilitou uma modalidade de aquisição mais definitiva, na qual o consumidor se tornava, de fato, dono de seu equipamento. 

Quais são as vantagens e desvantagens? 

Como o nosso objetivo é tornar a sua decisão mais acertada, preparamos a seguir uma lista com as principais vantagens e desvantagens de cada uma das modalidades. Quer saber como alugar máquina de cartão pode impactar diretamente no seu negócio? Continue lendo para descobrir! 

Máquina de cartão alugada

Vantagens

  • Uma vez que o contrato de posse do equipamento possui um período pré-determinado, é possível trocar sua máquina de cartão alugada por modelos mais novos e com mais funcionalidades na medida em que são lançados no mercado;
  • Num contrato de aluguel, como acontece com as máquinas Cielo, a garantia de manutenção é permanente, e a troca do equipamento, conforme necessidade, é imediata; 
  • Algumas operadoras de máquinas de cartão, como a Stone Pagamentos, oferecem taxas de aluguel reduzidas conforme o volume de vendas realizado. 

Desvantagens

  • A principal desvantagem de uma máquina de cartão alugada é o custo fixo recorrente do aluguel. Essa despesa, por menor que seja, em função das condições especiais, é constante, e não será eliminada enquanto durar o contrato de locação. 

Máquina de cartão comprada

Vantagens

  • Em contrapartida à máquina de cartão alugada, quem opta por comprar um equipamento realiza um investimento único. Por mais que haja, no percurso de utilização da máquina, algum tipo de gasto extra (manutenção, taxas etc.), ele não representa um montante fixo mensal. 
  • Em algumas operadoras de máquinas de cartão de crédito, o tempo de transferência dos valores para a conta do empreendedor varia se o equipamento for comprado ou alugado. Na Cielo, por exemplo, compras em crédito ou débito levam 1 dia útil para serem debitadas na conta do comprador. No caso de máquinas alugadas, o tempo de transferência para contas em cartão de crédito pode variar de 2 a 31 dias, conforme o plano escolhido. 

Desvantagens

  • Uma vez adquirida, a máquina de cartão comprada não pode ser trocada com frequência, ou acarretará gastos extras ao negócio. Isso significa que, apesar dos upgrades de software, que, na maioria dos casos são gratuitos para quem aluga ou compra a máquina, a obsolescência do modelo é inevitável. 
  • Outro fator relevante para quem compra uma máquina de cartão é o tempo de fidelização à adquirente. 
  • Em algumas empresas de máquinas de cartão, como a PagSeguro, a variedade de modelos de equipamentos disponíveis para compra é menor do que aquela disponível para locação. 

No vídeo abaixo, o canal Ink Mania dá 9 dicas de como comprar uma máquina de cartão de crédito.

Agora que você conhece um pouco mais sobre como alugar máquina de cartão, fica mais fácil decidir quando investir, qual modelo ou operadora contratar e se o aluguel é, de fato, a melhor opção para você. 

Se você quer mais dicas sobre máquinas de cartão e outros assuntos relacionados ao mundo em constante atualização das fintechs de pagamento, assine nossa newsletter e não perca nada!

Comentários