O Nubank é hoje um dos três unicórnios que existem no Brasil. Nome dado às startups que são avaliadas em mais de US$1 bilhão. Para chegar a essa classificação, precisou contar com alguns investidores no Nubank que acreditaram na ideia. Saiba quem são eles neste post.

O Nubank é uma fintech que foi fundada em 2013 pelo colombiano David Vélez, a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible, juntos eles revolucionaram os serviços financeiros no Brasil e popularizaram o que são hoje os bancos digitais

A história do Nubank, no que diz respeito a investidores, conta com sete rodadas de investimentos no total, e inclui a participação de fundos de investimentos e empresas de venture capital, são eles:

  • Sequoia Capital
  • Kaszek Ventures
  • Tiger Global Management
  • QED Investors
  • Founders Fund
  • DST Global 
  • Redpoint Ventures
  • Ribbit Capital
  • Dragoneer Investment Group
  • Thrive Capital
  • Tencent 
  • TCV

Eles ajudaram e ajudam a construir o que se tornou a cultura Nubank facilitando a vida de milhares de brasileiros e inspirando outros empreendedores a também criarem cartões parecidos com Nubank

Confira a seguir um pouco sobre cada um deles e como eles se tornaram investidores do Nubank. 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Os primeiros investidores do Nubank

Os primeiros que acreditaram que o Nubank era uma ideia mais do que possível, mas também promissora, foram o Sequoia Capital e a Kaszek Ventures, confira um pouco sobre cada um deles a seguir:

Sequoia Capital

Sequoia Capital junto com a Kaszek Ventures foram os primeiros investidores do Nubank, que juntas investiram com um capital seed de US$ 2 milhões.

A Sequoia é um dos maiores e mais renomados fundos de investimento do Vale do Silício e já investiu em grandes empresas como Apple, LinkedIn, Airbnb e Instagram. Sua relação com Nubank vai além do investimento. 

David Vélez foi o responsável por trazer a operação para o Brasil antes de ter a ideia de fundar o Nubank. Então, indiretamente a Sequoia foi quem proporcionou a experiência de Vélez ter essa ideia. 

Ela também participou de outras três rodadas de investimentos do Nubank.

Kaszek Ventures

Como mencionado anteriormente, Kaszek Ventures foi responsável também pelo capital seed do Nubank e participou junto com outros investidores do Nubank de outras três rodadas de investimento

Também é uma empresa de capital de risco investe em empresas disruptivas e que oferecem alguma solução que gera grande impacto na sociedade. Fundada pelos ex-criadores do Mercado Livre, seu foco principal é a América Latina. 

Investe principalmente em capital seeds e séries A e B.

O portfólio da Kaszek Ventures inclui: Nubank, Grupo Zap, Creditas, Gympass, Loggi, QuintoAndar, Contabilizei, GuiaBolso e várias outras startups.

Investidores do Nubank ao longo de seu desenvolvimento

Tiger Global Management

No total a Tiger Global participou de três rodadas de investimento ao Nubank, junto com outros investidores. Ela investe em vários segmentos de empresa em todo o mundo e foca em hedge e de private equity.

A sede da Tiger Global é em Nova York e ela possui escritórios também em Hong Kong, Pequim, Cingapura, Bangalore e Melbourne. Fazem parte do portfólio da empresa: Facebook, LinkedIn, Netshoes, 99 e várias outras.

QED Investors

A QED Investors é uma empresa de capital de risco com sede em Virgínia, nos EUA. Seu foco é investir em empresas de serviços financeiros disruptivos em estágio inicial dos EUA, Reino Unido e América Latina. Ela participou de duas rodadas de investimentos do Nubank.

Em seu portfólio de investimento estão Credit Karma, ClearScore, SoFi, Avant, Nubank, Remitly, GreenSky e LendUp.

Founders Fund

A Founders Fund é outra empresa de capital de risco norte americana reconhecida no Vale do Silício. 

Juntos com outros investidores do Nubank, esteve também em duas fases de investimento, essa foi sua primeira participação em investimentos na América do Sul que tenha sido divulgada. 

Outras empresas que também receberam investimentos desse fundo foram: Facebook, SpaceX e Airbnb.

DST Global

A DST Global é uma das maiores investidoras em tecnologia. Ela investe em empresas que estão em um estágio mais avançado. Em sua história de investimentos estão grandes empresas como Alibaba, Xiaomi, Spotify e Facebook. Ela participou de três fases de investimentos do Nubank.

Redpoint Ventures

Focada em investir em empresas em estágio inicial, a Redpoint Ventures, junto com outros cinco investidores do Nubank, participou da série E de investimentos que envolveu US$ 150 milhões em fevereiro de 2018.

Ribbit Capital

A Ribbit Capital é direcionada em investir em startups do setor financeiro e de seguros que estejam em estágio inicial. GuiaBolso, ContaAzul e Credit Karma fazem parte do portfólio da empresa. Participou da série E e F de investidores do Nubank.

Dragoneer Investment Group

Embora faça investimentos em setores variados, o foco do Dragoneer é em tecnologia. Na startup do cartão roxinho, seus investimentos foram em duas fases (E e F) ao lado de outros investidores do Nubank. 

O Dragoneer é um fundo de investimento americano e já investiu em empresas como Airbnb, Alibaba, Netflix, Spotify, Uber e várias outras.

Thrive Capital

A Thrive Capital é outra empresa de investimento do risco que também participou de duas rodadas de investimentos do Nubank.

Tencent

A Tecent foi a responsável por um único investimento no Nubank de US$180 milhões, em outubro de 2018. Ela é chinesa e esse foi o primeiro investimento em empresas brasileiras. Depois desse, ela também investiu mais junto com outros investidores do Nubank, na última rodada até o momento, cuja soma foi de US$400 milhões.

Uma das empresas mais ricas do mundo, ela é responsável por algumas das grandes redes sociais na China, incluindo QQ, WeChat e Qzone.

TCV

A TCV foi a empresa que liderou a última rodada de investimentos do Nubank que somou US$ 400 milhões junto com os outros investidores do Nubank. No portfólio da empresa estão Netflix e Spotify. 

Após essa última rodada de investimentos, Nubank passou a ser avaliado em US$ 10,4 bilhões, conforme informações divulgadas no portal Exame.com

Confira no vídeo abaixo como acontece o processo de investimento em uma startup e o que os investidores costumam avaliar para determinar quanto gostariam de investir em sua startup.

Quer saber mais sobre o mundo das Fintechs? Que tal assinar nossa newsletter e não perder nenhuma novidade?

Comentários