O interesse das pessoas em investir vem seguindo uma crescente nos últimos anos. Mas, especialmente em 2020, esse aumento foi ainda mais expressivo.

De acordo com um levantamento feito pela B3 – a Bolsa de Valores brasileira – entre maio de 2019 e novembro de 2020, o número de novos investidores no mercado de ações saltou de 1 milhão para incríveis 3,2 milhões.

Um dos fatores que contribui para esse aumento foi a pandemia de Covid-19. Segundo um estudo realizado pelo Instituto Locomotiva e pela Xpeed em outubro de 2020, 41% dos participantes afirmaram ter pesquisado mais sobre assuntos relacionados a finanças e investimentos durante esse contexto pandêmico.

O futuro incerto e o interesse em fazer o dinheiro render mais em tempos tão difíceis para a economia nacional e global fez com que muitas pessoas procurassem novas alternativas para investir.

E para te ajudar a investir corretamente o seu dinheiro de acordo com o seu perfil de investidor, seja na bolsa de valores ou em produtos de renda fixa, existem as corretoras.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Neste artigo, você vai conhecer duas das principais corretoras disponíveis no mercado: a Rico e o Inter.

Prossiga com a leitura para conferir um comparativo entre essas plataformas e decidir se vale mais a pena investir pelo Inter ou Rico.

Conheça a Rico: como funciona?

A Rico é uma corretora fundada em 2012 e que tem como missão democratizar o acesso a investimentos, fazendo com que todas as pessoas possam investir seu dinheiro de forma simples e sem burocracia.

Considerada a segunda maior corretora de investimentos do Brasil, ela pertence ao grupo XP Inc. No entanto, possui autonomia para oferecer experiências diferenciadas aos seus clientes.

A empresa oferece opções para quem quer investir tanto em renda fixa como em renda variável.

Atualmente, a Rico conta com mais de 200 mil investidores e aproximadamente R$ 13 bilhões sob sua custódia.

Leia mais em nosso blog:

Veja mais sobre a Rico neste vídeo:

Conheça o Banco Inter: como funciona?

O Banco Inter como conhecemos hoje foi fundado em 2017. Mas, na verdade, sua criação data de 1994, quando era chamado de Intermedium CFI.

O Banco Inter é considerado um dos pioneiros no mercado de bancos digitais no Brasil.

Os investimentos, tanto em renda fixa como em renda variável, são feitos pela PAI: Plataforma Aberta de Investimentos.

O Inter lançou a PAI em 2018 para que seus correntistas pudessem ter acesso a opções de investimentos que vão além da Poupança.

Mais de 500 mil pessoas investem pela PAI, que fica disponível dentro do aplicativo do Inter.

Saiba mais:

Dê uma olhada neste vídeo de apresentaçåno do Banco Inter:

Investir pelo Inter ou Rico? 6 critérios a considerar antes de decidir

Se você está em dúvida entre investir pelo Inter ou Rico, elencamos aqui 6 pontos que você precisa levar em consideração antes de decidir em que corretora confiar o seu dinheiro.

1 – Segurança

Ambas as corretoras são bastante seguras e estão devidamente regulamentadas junto ao Banco Central, à B3, à Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados (CETIP) e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

2 – Facilidade de cadastro e acesso

É muito fácil criar uma conta tanto no Inter como na Rico. Tudo é feito online e você não precisa apresentar muitos documentos.

3 – Transferências

Nesse ponto as corretoras começam a apresentar certas diferenças consideráveis. Na Rico, só é possível transferir dinheiro via TED. Além disso, outra pessoa não pode mandar dinheiro para sua conta na Rico

Já na Plataforma Aberta de Investimentos do Inter, você não precisa fazer nenhuma transferência interbancária, pois a PAI já fica no próprio app do Inter.

Se você tem conta em outro banco, pode transferir de qualquer forma para sua conta Inter e depois usar esse dinheiro para investir na PAI.

4 – Taxa praticadas

Em relação às taxas para quem tem interesse em investir pelo Inter ou Rico, ambas zeraram suas taxas de corretagem e custódia.

5 – Home Broker

O Home Broker é o espaço em que se negociam ações na Bolsa de Valores. Em ambas as corretoras, o Home Broker é estável, o que é muito importante para quem realiza operações com maior frequência.

Porém, o layout do sistema Home Broker da Rico é pouco intuitivo. Isso pode ser um problema para investidores iniciantes.

6 – Atendimento ao cliente

Tanto a Rico como o Inter oferecem um atendimento de qualidade aos seus clientes. No entanto, a Rico é mais bem avaliada no site do Reclame Aqui, com pontuação de 8,0 frente a 7,8 do Inter.

E aí? Já consegue dizer se prefere investir pelo Inter ou Rico?

Como você pôde conferir, as duas corretoras são bastante competentes. Mas, se você quer mergulhar de cabeça no mercado de ações, talvez o Inter seja uma melhor opção devido ao layout mais simples do seu Home Broker.

Na Rico, apesar de você só poder fazer transferências entre contas de mesma titularidade, isso acaba representando também maior segurança.

No geral, você fará uma escolha feliz, seja optando pela Rico ou pelo Inter.

Quer conhecer outras corretores? Então, veja também:

Comentários