O mundo tem cada vez mais se dobrado às moedas digitais, por isso, empresas que aceitam o bitcoin já são uma realidade mesmo fora dos polos industriais. 

Isso porque o Bitcoin foi a primeira criptomoeda do mundo e há oito anos funciona cada dia mais desimpedida e emergente, baseada em uma rede descentralizada e extremamente segura chamada Blockchain criada por Satoshi Nakamoto.

Foi-se o tempo em que o bitcoin era atribuido a um suposto mercado negro na tão mal-compreendida Deep Web. Hoje, o número de empresas que aceitam bitcoin como forma de pagamento é de aproximadamente 15.174 em todo o mundo, segundo a página Fundera ele circula livre e frequentemente em grandes empreendimentos, e, às vezes, até nos pequenos também!

Confira abaixo uma lista de empresas que aceitam bitcoin dentro do país:

Empresas que aceitam bitcoin no Brasil

Estabelecimentos que aceitam bitcoin no Brasil, fonte Mapabitcoin 

QAZ Galeria de Arte

  • Rua Mato Grosso, 306, Loja 9, prédio do Fleury, Higienópolis, São Paulo (SP)

Fundada em 2008, a QAZ Galeria de Arte é uma produtora cultural que objetiva divulgar no Brasil e no exterior o trabalho de artistas plásticos relacionados ao graffiti, street art e ilustração. Artistas que expõem sua produção na galeria vão de jovens promissores que surgiram com a era digital até lendários introdutores do graffiti na cultura urbana brasileira. 

Wayne Tattoo

  • Rua Cesário Galeno, 374, Tatuapé, São Paulo (SP)

Por já estar habituado com criptomoedas, Sandro Wayne — dono do estabelecimento —, decidiu, em 2013, implementar o bitcoin como uma de suas formas de pagamento. Apostando no marketing digital e espalhando sua iniciativa nas redes sociais, a estratégia deu muito certo. A procura aumentou tanto para pagamentos em reais quanto em bitcoin.

Las Magrelas

  • Rua Artur de Azevedo, 922, Pinheiros, São Paulo (SP)

Começou seus trabalhos em 2014. Hoje atua como um bar voltado à imersão e reflexão do ambiente urbano. Conta também com um serviço de conserto, personalização e venda de bicicletas, todos, é claro, aceitando também o bitcoin como forma de pagamento.

Nobile Plaza Hotel

  • Rua 800 lote 50/52, Pistão Sul, Taguatinga, Brasília (DF)

O hotel começou a utilizar bitcoin em 2016, pois acredita que é um serviço que o diferencia dos demais. Eles alegam que muitos hóspedes buscam informações de como pagarem com a criptomoeda, porém poucos são os que realmente pagam desta forma, concluindo que é um serviço que ainda está se estabelecendo no mercado de hotelaria.

Grupo Reserva

No ano de 2008 começaram a aceitar bitcoin em seus e-commerces. Nas primeiras 24 horas houve muita procura pelos produtos da marca, que resultaram em 100 compras aprovadas com bitcoin. No total, registraram 50 mil reais em vendas com a criptomoeda. 

“Os preços são em reais, mas o cliente sinaliza se vai pagar com a moeda digital”, explicou à Forbes, Rodrigo Berutti, gerente da empresa. A inovação, além do sucesso de vendas em bitcoin, também aumentou as vendas em reais.

O cenário atual de empresas que aceitam bitcoin

A verdade é que mesmo com a imparável ascensão dessa moeda digital, ainda há muita ignorância sobre criptomoedas e a sua atuação pelo mundo. Muitas empresas que aceitam bitcoin ganham dinheiro somente por o habilitarem como pagamento, para passarem uma imagem moderna e inovadora, mas não necessariamente com a circulação da moeda no Brasil. Entretanto, ao redor do mundo as coisas seguem um pouco diferentes.

E você, quer se aprofundar no universo das criptomoedas? Então conheça o curso Segredos do Bitcoin e desvende todos os mistérios dessa realidade. 

Afinal de contas, eventualmente as criptomoedas vão dominar o mundo, mas ao difundir a informação, nós aceleramos esse processo. Por isso, faça parte do seleto grupo de pessoas que entendem do assunto e vão sempre estar um passo à frente da concorrência.

Abaixo organizamos uma lista com grandes empresas que recebem bitcoin no exterior.

Empresas que aceitam bitcoin no exterior como forma de pagamento

empresas que aceitam bitcoin

Desempenho BTC vs. Gold vs. S&P500 2020. Fonte: Ecoinometrics

No cenário global o investimento nas criptomoedas é muito mais comum, tanto para o marketing quanto para se manter atualizado e não deixar passar nenhuma oportunidade, portanto, empresas que aceitam bitcoin é algo muito mais frequente. Aqui vai uma lista de grandes companhias que em breve estarão aposentando os cartões de crédito.

Microsoft

A Microsoft aceita bitcoin dos seus usuários desde 2014 na Xbox Store. Bill Gates, seu fundador, é um grande entusiasta da criptomoeda e já fez declarações como “o bitcoin é empolgante porque mostra o quão barato pode ser ” e “bitcoin é melhor do que moeda física porque você não precisa estar fisicamente no mesmo lugar mas, é claro, para grandes transações, a moeda pode ser bastante inconveniente”, afirma.

Overstock

Overstock está atualmente liderando o caminho no campo de compras e criptomoedas. Além do bitcoin, ela aceita vários tipos de moedas digitais, e ainda as retém como forma de investimento. Essa empresa está claramente pensando a longo prazo e não apenas usando bitcoin como uma jogada de marketing.

Wholefoods

Wholefoods tem parceria com o aplicativo de gastos Winklevoss Flexa ‘Spedn’. Com o aplicativo Spedn, você pode comprar todos os seus alimentos usando bitcoin, além de outras criptomoedas como litecoin ou o dólar gemini sem problemas.

Lolli

A Lolli permite que você ganhe bitcoin como cashback, em retorno pelas compras feitas em lojas parceiras como Walmart, Adidas, Groupon e muitos outros.

Twitch

A Twitch, empresa de propriedade da Amazon, é uma plataforma de serviço de streaming especialmente popular entre a geração mais jovem. Em 2014, a Twitch anunciou a opção de pagar por seus serviços com bitcoin e bitcoin cash, mas depois os retirou em 2019. Em junho de 2020, essa opção foi trazida de volta, com a empresa oferecendo aos assinantes um desconto de 10% se eles pagarem com a criptomoeda. A Twitch também trabalha com o BitPay dos Estados Unidos para processar seus pagamentos criptográficos.

O futuro se aproximando a largos passos

Esses são só alguns exemplos que mostram como o bitcoin está mais adaptado ao dia a dia estrangeiro do que aqui no Brasil, mas é apenas uma questão de tempo até que essa cultura das criptomoedas mude a realidade dos brasileiros, e é fundamental que todos os empreendimentos estejam preparados para essa revolução do mercado financeiro.

E se você é um empreendedor, um entusiasta das novas tecnologias ou apenas alguém que não quer ficar defasado em meio à corrida da informação, não perca a oportunidade de se inscrever no curso Segredos do Bitcoin e faça você mesmo a revolução deste cenário.

Para saber mais sobre este assunto, continue acompanhando nosso blog e se mantenha atualizado no universo das fintechs e das finanças pessoais. Inscreva-se também em nossa newsletter, assim, você receberá todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Leia também:

Comentários