A euforia provocada pela valorização recorde de 1300% da Bitcoin em 2017 fez com que as criptomoedas chamassem a atenção de investidores de todo o mundo.

Assim, dois anos depois, mesmo longe da marca histórica de US$ 20 mil alcançada pela Bitcoin naquele ano, o mercado vive um momento de maturidade e existem diversas empresas especializadas em negociar as mais diversas moedas digitais.

E uma dessas empresas é a brasileira FoxBit, um dos maiores players do setor na América Latina.

Neste post, explicaremos o que é a FoxBit, como ela surgiu e quais são suas principais vantagens e desvantagens. Acompanhe!

O que é a FoxBit e como ela surgiu?

A FoxBit é uma empresa brasileira criada em 2014 com o objetivo de intermediar a compra e venda de Bitcoins.

Ela chegou no mercado com a promessa de oferecer mais agilidade, transparência e segurança às transações de criptomoedas, em um cenário de muita desconfiança e volatilidade, e em meio a medidas de diferentes países contra as moedas digitais. Hoje, além da Bitcoin, a empresa atua com diversas moedas digitais, como ethereum, litecoin e trueUSD.

A FoxBit entendeu que, para crescer, era necessário superar o ceticismo do investidor brasileiro e a complexidade que envolve as transações com criptomoedas. Para isso, investiu no próprio portal de notícias, o Cointimes, além de fornecer cursos e manter um blog com postagens sobre o mundo das moedas digitais.

No vídeo abaixo, os fundadores da FoxBit contam um pouco mais sobre a criação da empresa e as soluções oferecidas. Assista:

Como funciona a FoxBit

Agora que você sabe o que é a Foxbit, vejamos como ela funciona.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Ela é uma espécie de corretora, realizando a intermediação de compra e venda de criptomoedas, em transações como saques e depósitos (este tipo de empresa só não pode ser formalmente chamada de “corretora” por não haver credenciamento junto ao Banco Central a e à Comissão de Valores Mobiliários).

A FoxBit trabalha como intermediadora, ligando traders, investidores e market makers por meio de taxas mais baixas e uma plataforma simples e ágil, voltada, sobretudo, a investidores iniciantes.

Hoje, a empresa é a segunda maior exchange do Brasil e uma das maiores da América Latina, tendo mais de 550 mil usuários cadastrados em um total de quase R$ 6 bilhões transacionados. Trata-se da empresa do segmento com maior liquidez do Brasil.

Na FoxBit são realizadas mais de 10 mil compras e vendas todos os dias, quantia que movimenta cerca de R$ 20 milhões diariamente. Não à toa, em 2017, a FoxBit chegou a alcançar 41,5% de market share, de acordo com relatório BitValor.

Somados a outros grande players do mercado brasileiros de criptomoedas, a FoxBit ajudou a fazer com que, em 2018, o número de investidores brasileiros em Bitcoin ultrapassasse o total de investidores ativos na Bolsa de Valores. São mais de 1,4 milhão de cadastros frente a pouco mais de 600 mil pessoas físicas ativas na Bovespa.

Fonte do infográfico: G1

Como fazer cadastro

Se depois de saber o que é a FoxBit você ficou interessado em realizar transações em criptomoedas por meio dela, é preciso criar uma conta. O processo é simples e basta acessar o site da empresa e incluir nome de usuário, e-mail, senha e endereço.

Primeiro passo do cadastro da Foxbit

Em seguida, o usuário receberá um e-mail com um link para confirmação do cadastro.

Segundo passo do cadastro da Foxbit

O próximo passo é a verificação da conta. Para isso, é preciso preencher o formulário com dados pessoais e encaminhar fotos de documentos que comprovem a identidade e o endereço cadastrados.

Os dados e documentos exigidos são:

  • Informações pessoais: nome, data de nascimento, telefone e endereço;
  • CPF ou CNPJ;
  • Documento com foto: RG, CNH ou passaporte;
  • Comprovante de residência em nome do titular, dos pais ou do cônjuge;
  • Selfie em alta resolução segurando o documento de identificação.Terceiro passo do cadastro da Foxbit

Após o cadastro e envio das informações, a conta é aprovada em até três dias úteis.

Limites disponíveis na FoxBit

Os limites estabelecidos para cada conta FoxBit estão atrelados à forma de verificação dos dados no momento do cadastro. São quatro níveis distintos.

Os usuários que optarem pelo cadastrado simplificado (sem ter sua conta verificada) têm direito a depositar e retirar até R$ 5 mil mensais, mas não podem movimentar moedas digitais.

Os clientes que desejarem ascender para o nível 2 devem realizar a verificação da conta com o envio de documentos. Neste caso, o limite para depósitos é de R$ 25 mil, enquanto que as retiradas limitam-se a R$ 50 mil por dia. Operações com criptomoedas também estão disponíveis.

Caso o usuário queira incrementar mais os seus limites — até os níveis 3 e 4 —, é preciso enviar documentos que comprove a origem do dinheiro que será utilizado na compra de moedas digitais.

Taxas para saques e depósitos

Os depósitos em real devem ser feitos por meio de transferência bancária de um dos bancos conveniados à FoxBit: Caixa, Banco do Brasil, Bradesco e Banco Inter. Também é possível realizar TED ou DOC de outras instituições.

Os depósitos feitos em real e criptomoedas estão isentos de taxa. Há, no entanto, um limite mínimo de R$ 100 ou 0,0005 moedas digitais (o valor é o mesmo para todas).

O tempo para que a quantia apareça na conta do usuário varia entre 24 e 72 horas para os depósitos feitos em real. As transações em criptomoedas dependem de confirmações posteriores.

Importante ressaltar ainda que os depósitos só pode ser feitos de uma conta da qual o próprio cliente seja o titular.

Em relação aos saques, as retiradas em reais devem ser de, no mínimo, R$ 10 e podem demorar até 24 horas úteis. Em cada operação será cobrada uma taxa de 1,39% mais R$ 1,89.

Por sua vez, o montante mínimo para saques em criptomoedas é de 0,003 bitcoins, 0,0005 litecoins e 0,0005 ethers. Sobre cada operação incide uma taxa que pode variar de acordo com o blockchain, e o processo pode levar entre 30 minutos e 24 horas úteis.

A FoxBit é segura?

No início de 2018, a FoxBit enfrentou uma série de problemas de segurança e falhas técnicas, que resultaram em invasões e na perda de quase R$ 1 milhão em Bitcoins. Por conta disso, a exchange teve que interromper todas as atividades por 72 horas, o que levou muitos clientes a registrarem reclamações contra a empresa.

Após os episódios, a FoxBit incrementou seu sistema de segurança. Segundo eles, 95% das criptomoedas ficam armazenadas em carteiras a frio, ou seja, offline. Além disso, essas carteiras são garantidas pela BitGO, empresa americana que oferece seguro em caso de invasões por hackers que resultem em perdas.

A FoxBit também oferece verificação em duas etapas para todos os usuários, processo cada vez mais utilizado para operações que exigem alto nível de segurança.

Transparência

A FoxBit é a única empresa brasileira que expõem suas carteiras — quente e fria — de Bitcoins ao público como forma de confirmar sua liquidez. Dessa forma, qualquer usuário pode checar o saldo de criptomoedas da empresa.

Além disso, a FoxBit orgulha-se de priorizar o cliente. A empresa adota práticas de compliance e conta com uma área de reconciliação. Basicamente, trata-se de profissionais que atuam na correção e prevenção de possíveis erros operacionais, como transferências incorretas por parte de clientes ou da própria exchange.

Conclusão

A FoxBit é uma das maiores empresas de exchange da América Latina. Ela preza pela transparência e vem buscando superar os problemas que enfrentou recentemente.

Mas será que vale a pena utilizar os serviços da FoxBit? Abaixo resumimos os principais pontos que vimos hoje. Confira e tire suas próprias conclusões:

Vantagens:

  • Empresa consolidada no mercado, sendo a segunda maior do país;
  • Oferece transações em diversas criptomoedas;
  • Aceita depósitos em reais;
  • Sem taxa de depósito;
  • Plataforma simples e intuitiva, acessível para investidores iniciantes;
  • Oferece cursos, consultorias e conteúdos educativos;
  • Aplicativo para dispositivos móveis;
  • Bom índice de satisfação com o atendimento.

Desvantagens:

  • Instabilidades e problemas de segurança recentes;
  • Reclamações de demora na compensação e aprovação de pagamentos e documentos;
  • Taxas consideradas altas de negociação e retiradas.

Depois de aprender o que é a FoxBit, que tal ter acesso a outros conteúdos sobre criptomoedas, blockchain e exchange? Então acesse o Portal Fintech e confira todas as novidades do setor. E, para manter-se atualizado, aproveite e assine nossa newsletter!

Comentários