Comprou ou trocou de carro? Então, provavelmente, já está pesquisando sobre os melhores seguros auto, não é verdade? Entre uma conversa com o corretor e uma verificada no Google, você descobre a Thinkseg. Daí, surge o questionamento: o que é Thinkseg?

O nome pode até lhe soar estranho, mas a proposta por trás dele  é deveras tentadora: um seguro feito sob medida, com preço justo e que pode ser até 50% mais barato do que um seguro convencional.

Segundo a Folha, é por meio do comportamento dos motoristas que a Thinkseg cria um seguro personalizado. Mas como isso é feito?

Para descobrir isso, saber o que é Thinkseg, entender como ela funciona e conferir  suas vantagens,  é só acompanhar esse texto.

O que é Thinkseg no mundo das fintechs?

A Thinkseg, além de ser uma plataforma de seguros completamente online, é uma insurtech que trabalha no modelo Pay Per Use, assim como a Smartia. Complicou? Fique tranquilo, pois  vamos esclarecer tudo.

Criada em 2016, a Thinkseg chegou  para causar furor entre os clientes de seguro automotivo. Com uma proposta completamente inovadora, e barata, ela vem galgando posições entre as seguradoras favoritas, como mostra a reputação do Reclame Aqui.

Com uma pontuação de 8.9/10 e 80% de recomendação, ela é uma ótima opção para quem quer economizar. Mas antes de saber mais detalhes, vamos entender o que é uma insurtech e o modelo Pay per Use. 

Insurtech? O que é isso?

Como já publicamos aqui, a insurtech é a revolução do mercado de seguros. Produto da junção das palavras insurance e technology, em bom português, seguro e tecnologia, as insurtechs são fintechs revolucionárias.

A proposta não poderia ser melhor: tornar mais rápido, fácil e eficiente a contratação de seguros. Além disso, ela promete ser mais justa nas cobranças, oferecendo algo elaborado exatamente para aquele cliente em específico.

Para você entender, em uma seguradora comum, além de ter que se deslocar, solicitar orçamento, aguardar, preencher uma papelada gigantesca, você paga um valor baseado no que informou no contrato.

Ou seja, um cliente cuidadoso que dificilmente usa o carro, paga exatamente a mesma coisa que alguém que o utiliza muito e é mais descuidado. Não é justo, não é mesmo? Já na insurtech, o valor investido se baseia no comportamento do cliente, que é monitorado por aplicativo.

Falando em preço justo, vamos ver o que é o Pay Per Use. Continue lendo!

Modelo Pay Per Use: um sonho para os motoristas

O Pay Per Use permite que você, que dirige pouco, pague um valor justo. O termo pode ser traduzido como “pague pelo uso”. Dessa forma, o cliente paga exatamente o que “consome”, no caso, são quilometragens rodadas.

Mas como ele sabe o quanto foi dirigido? Por meio do aplicativo, que possui uma inteligência que consegue identificar quando você está dirigindo seu carro, indo de Uber ou até mesmo de bicicleta!

Esse modelo permite que os custos sejam minimizados no final do mês. E não é só a Thinkseg que utiliza o Pay Per Use, outras fintechs estão adotando esse tipo de cobrança.

A Thinkseg é uma assinatura tipo on demand para seguro?

Quase isso! A Thinkseg monta uma proposta de forma rápida e completamente personalizada e você paga por mês o valor da assinatura e a quilometragem.

Outra empresa que trabalha no mesmo modelo é a Smartia, que também tem valores super acessíveis e o orçamento é bem rápido, como você pode notar se acessar o site de simulação.

Para veículos populares, a Thinkseg cobra uma taxa mensal de R$25,00 mais a taxa de deslocamento (alguns poucos centavos por quilômetro). Acompanhe o vídeo abaixo:

Além disso, um dos pontos altos é o processo de contratação que é extremamente rápido e completo! Segundo a Exame, a Thinkseg tem 500 mil combinações possíveis de seguro exclusivo. Como isso é possível?

Ao responder um questionário de apenas oito perguntas, a plataforma leva cinco minutos analisando seu perfil, suas respostas e comparando com as 18 seguradoras parceiras.

Comparado com seguradoras tradicionais, em que você se desloca, preenche cerca de 40 perguntas e aguarda um orçamento em até 24h, a Thinkseg já conquista o coração de muita gente.

Agora que você já sabe o que é Thinkseg e entendeu  como ela funciona, vamos descobrir se ela é segura.

Posso confiar na Thinkseg?

Provavelmente, você deve estar se perguntando se com um valor tão baixo é possível ter uma cobertura completa. A resposta é sim, a cobertura é completa. Veja abaixo o que a Thinkseg cobre:

  • roubo e furto – cobre 100% da tabela FIPE;
  • perda total e parcial – assim como no caso de roubo, cobre 100% da tabela FIPE;
  • batidas – ao contrário de alguns seguros, o Pay Per Use cobre batidas;
  • cobertura para terceiros – incluindo despesas médicas;
  • guincho 24 e assistência 24 horas;
  • incêndio;
  • danos morais e materiais – essa cobertura garante indenização judicial ou extrajudicial em caso de acidentes;
  • desastres da natureza – sabe aquela chuva que chega do nada e causa uma enchente? O seguro também cobre;
  • serviços de reparo de vidros, chaveiro e troca de pneu;

A Thinkseg é segura mesmo?

Se você leu até aqui, descobriu o que é Thinkseg, como funciona e viu que ela é confiável, não era para haver mais dúvidas. Entretanto, como desejamos esclarecer todas elas e vê-lo tranquilo, separamos algumas informações adicionais.

Como as fintechs de seguros estão fazendo sucesso desde 2020, período em que muitos entraram em um regime de home office, órgãos regulamentadores fazem parte dessa rotina.

No segundo semestre de 2019, a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) autorizou o modelo Pay Per Use. Além disso, a Thinkseg é credenciada no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), ou seja, atua de forma correta e segura.

Vale também lembrar que a sua avaliação no Reclame Aqui é muito boa, com pontuação de 8.9/10 (até a presente data da matéria, julho de 2021). Portanto, pode contratar o seguro do seu carro com a Thingseg com tranquilidade.

Nessa matéria você descobriu o que é a Thinkseg e, de quebra, aprendeu a economizar no fim do mês. Se quiser ler outras matérias relacionadas, acompanhe a Fintech! Sempre temos novidades.

Comentários