Você tem ouvido falar sobre as RegTechs e como elas ajudam as empresas de serviços financeiros e ficou curioso para saber como está o mercado de RegTech no Brasil? Continue lendo este artigo e saiba mais sobre esse novo tipo de startup.

RegTech ou Regulatory Techonolgy ou ainda Tecnologia Regulatória é um termo utilizado para se referir àquela tecnologia projetada para ajudar as empresas de serviços financeiros a manter conformidade regulatória, ou seja, ajuda e muito a área de compliance da empresa.

Como esse tipo de startup usa a tecnologia para otimizar processos do setor de serviços financeiros, também pode ser considerada como um subconjunto das fintechs. Sendo, desta forma mais conhecidas entre as startups do mercado financeiro, já que ele é altamente regulamentado. 

As RegTechs no Brasil e no mundo são baseadas em aplicativos construídos com inteligência artificial e com a tecnologia de aprendizado de máquina (deep learning e machine learning). 

As soluções RegTech abrangem uma ampla gama de funcionalidades e objetivos, como: 

  • Tecnologia KYC (Conheça seu cliente) 
  • Gerenciamento de riscos
  • Prevenção de fraudes 
  • Descoberta de mudanças regulamentares

Afinal, como é o mercado de RegTech no Brasil?

De acordo com o estudo Global Fintech Market (2018-2023) divulgado pelo FintechLab, é esperado um crescimento deste setor de 22,17% nos próximos cinco anos. 

O Brasil ao lado do México se destacam na emersão da América Latina como uma das regiões que se destacam em termos de desenvolvimento de tecnologia financeira, segundo a publicação.

As principais tecnologias que serão mais desenvolvidas no setor de fintech são:

  • Inteligência artificial (IA)
  • Blockchain
  • Criptografia
  • Biometria
  • Gerenciamento de identidades
  • Segurança cibernética 
  • Automação de processos robóticos (RPA)

Dessa forma, existe ainda bastante espaço para as RegTechs no Brasil e as perspectivas são grandes. Se o campo é bom, você deve estar se perguntando… Existe alguma RegTech no Brasil? A resposta é sim! Confira. 

Leia também: O que é startup? O que é fintech? Qual a diferença entre elas?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Exemplos de RegTech no Brasil

Como já dissemos anteriormente, as soluções de tecnologia regulatória (RegTech) têm como objetivo oferecer facilidades para as empresas de serviços financeiros que devem permanecer em conformidade com estatutos regulatórios rigorosos, uma das principais startups que existem no Brasil com esse propósito é a idwall.

idwall

A ideia de criar essa RegTech no Brasil surgiu com a experiência prática de seus fundadores Lincoln Ando e Raphael Melo no mercado de trabalho. Eles viram de perto como é grande a desconfiança no mundo digital por conta de crimes de fraude de identidade no Brasil. 

Por isso, em 2016 eles decidiram enfrentar esse grande desafio e fundaram a idwall. Uma RegTech brasileira que tem como propósito usar a tecnologia para gerar mais confiança, por meio da inteligência artificial. Dessa forma, torna-se uma ferramenta de gerenciamento de risco.

Entre os serviços oferecidos, estão:

  • Validação de documento com OCR – uma tecnologia que lê as informações do RG ou CNH com OCR e valida esses dados
  • Face match – leitura facial 
  • Background check – consulta dados de forma ágil e fácil
  • SDK mobile – permite aprovação rápida de usuários em diversas plataformas e melhora a experiência do cliente

Embora seja ainda bastante recente no mercado de fintechs, essa RegTech brasileira já recebeu um aporte total de R$11 milhões do fundo Monashees, juntamente com Canary, Mercado Livre e Fundação Estudar e conquistou vários prêmios, conforme imagem:

RegTech Brasil

LegalBot

Outra RegTech do Brasil é a Legalbot, que surgiu com o objetivo de solucionar os desafios de compliance das empresas, ajudando-as em todos os assuntos referentes à legislação.

Ela também utiliza a inteligência artificial como instrumento para garantir:

  • Velocidade 
  • Agilidade
  • Integração
  • Analytics

Tudo isso para simplificar os processos a um menor custo do que os serviços de compliance tradicionais. 

Dessa forma, além de saber o que é compliance na empresa, também é fundamental entender a importância de ferramentas e startups, como as RegTechs, para otimizar o trabalho.

Para quem é destinado o serviço das RegTechs?

Agora que você já sabe sobre as RegTechs no Brasil, ficou pensando quem contrata esse tipo de serviço? Todas as empresas que precisam trabalhar com algum tipo de conformidade, normas e regulamentação, são os mais variados tipos, como:

  • Bancos
  • E-commerces
  • Construtoras
  • Empresas de entregas

O mercado é bem amplo e ainda existem poucas startups desse setor no Brasil. Ficou interessado em criar uma RegTech no Brasil? 

Confira: Fintech regulamentação: Veja como funcionam as regras para se ter uma startup financeira no Brasil.

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo das fintechs? Assine nossa newsletter e receba tudo em seu email.

Comentários