A inovação tecnológica tem não somente motivado grandes mudanças nas corporações, como também provocado uma verdadeira revolução no mundo do empreendedorismo.

Startups e fintechs estão na vanguarda deste processo de transformação ao fazer uso das tecnologias para inovar em produtos e serviços. Mas você sabe a diferença entre startup e fintech?

Confira abaixo as características destes dois segmentos que têm agitado o mundo dos negócios e permitido tornar realidade qualquer ideia inovadora

O que é startup?

Uma startup é uma empresa de tecnologia digital que se encontra em uma etapa muito inicial do seu modelo de negócio, mas possui um grande potencial de crescimento graças a sua operações internas que acontecem de forma rápida e eficiente.

Ao contrário das pequenas e médias empresas, que chegam ao mercado depois de apostar uma certa quantia de dinheiro, e geralmente precisam esperar um pouco para começar a aproveitar os benefícios, as startups fazem o oposto, saem ao mercado com necessidade de capital e fazendo uso de tecnologias digitais para alcançar o crescimento e encontrar financiamento.

Confira também 8 passos para criar uma startup do zero

Resumindo, as startups se caracterizam por:

1 – Ser uma empresa jovem:

Muitas pessoas cometem o erro de rotular todas as pequenas empresas como startups, mas esse não é o caso. Startups são caracterizadas por serem empresas jovens que têm duas opções: evoluir e se tornar empresas de sucesso ou fechar as portas.

2 – Ser escalável

A escalabilidade é um dos principais atributos das startups. Ou seja, sua capacidade de crescer e gerar receita muito mais rapidamente do que sua estrutura de custos.

Um negócio escalável é aquele que pode aumentar sua produção e vendas sem ter que aumentar suas despesas. Portanto, sua margem de contribuição ou benefício cresce exponencialmente.

Isso significa que as startups não estão necessariamente limitadas a pequenos lucros porque são pequenas, mas, pelo contrário, essas empresas são capazes de gerar lucros muito altos.

3 – Ter relação com a tecnologia

Uma startup é uma nova empresa que tem um forte relacionamento com a tecnologia. Em geral, eles são caracterizados por serem negócios com ideias muito inovadoras e grande disposição para inovar e satisfazer as necessidades do mercado.

Os novos empreendedores e criadores de startups contam com as tecnologias para crescer e até mesmo encontrar financiamento através de plataformas de internet.

4 – Ter custos baixos

As startups têm como características ter custos muito baixos em comparação com os lucros que obtêm e, também por isso, tendem a crescer exponencialmente.

Por exemplo, empresas como Amazon, Apple, Google ou Microsoft começaram a trabalhar de casa ou, melhor, das garagens de seus fundadores.

Saiba mais sobre 5 dicas para tirar sua startup do papel

A principal premissa das startups é manter os custos baixos para obter benefícios de maneira muito mais rápida.

A verdade é que este modelo de negócio chegou para ficar! Você consegue imaginar sua vida hoje sem o Uber, Spotify ou Airbnb? Pois é, estes são outros exemplos de grandes corporações que começaram como startup e hoje são verdadeiras inspirações.

Veja dicas como trabalhar em uma Fintech?

Agora que você já sabe tudo sobre startup, vamos entender melhor a diferença entre uma startup e uma fintech.

O que é fintech?

Uma fintech nada mais é do que uma startup que tem como foco oferecer a mais recente tecnologia por meio de produtos e serviços financeiros inovadores. Daí vem o nome fintech, que surgiu da união entre as palavras financeiro e tecnológica (financeiro + tecnologia = fintech)

Essas startups utilizam a tecnologia financeira como forma de reduzir custos e simplificar processos, resultando em um serviço de internet eficiente para o usuário, com custo menores em relação aos sistemas tradicionais.

Resumindo: a fintech tem como objetivo criar serviços financeiros que sejam fáceis de contratar, entender e com um preço padronizado que permita o acesso a um número maior de pessoas e empresas.

Por ser uma startup, as fintechs também mantém as 4 caraterísticas que falamos acima, mas também conta com alguns desafios e objetivos fundamentais para atuação no segmento financeiro:

  • Estar na vanguarda dos novos serviços financeiros
  • Agregar valor aos serviços financeiros atuais
  • Tornar os serviços atuais mais eficientes em termos de custos
  • Permitir mais acesso a serviços financeiros ou permitir maior transparência na oferta financeira
  • Usar a tecnologia para fornecer melhores soluções para serviços financeiros

Saiba mais sobre os melhores serviços de fintech para empresas.

E é por isso que fintechs estão revolucionado o mundo financeiro e estão diretamente envolvidas na evolução dos mais diversos serviços. Conheça alguns dos serviços, que muito provavelmente você já utiliza no seu dia a dia e foram criados por fintechs:

  • Bancos digitais
  • Pagamentos e cobranças por meio de smartphones e dispositivos móveis
  • Gestão Financeira Empresarial
  • Gestão Financeira Pessoal
  • Empréstimos
  • Investimento e Trading
  • Criptomoedas
  • Crowdfunding
  • Seguros

O bancos digitais Nunbak e Trigg, a plataforma de seguro Bidu, o aplicativo de gestão financeira GuiaBolso, o sistema de automatização de notas fiscais NFe.io e a plataforma de democratização de crédito online GYRA+, são só alguns exemplos de fintechs brasileiras que tem conquistado cada vez mais adeptos.

Agora que você já sabe a diferença entre startups e fintechs, que tal continuar acompanhando as notícias do mercado fintechs e startups digitais? Descubra outras oportunidades oferecidas por empresas inovadoras do mundo das startups e fintechs. Se inscreva em nossa newsletter e receba todas as novidades em seu e-mail.

Comentários