O número de investidores na Bolsa de Valores teve um aumento significativo em meio à pandemia, de acordo com informações da B3.

Após alguns anos estacionados em 500 mil investidores pessoas físicas, em 2018 os número deram uma aquecida e, agora em 2020, já são mais de 2 milhões de CPFs cadastrados. 

O perfil desses investidores é formado por homens na faixa etária de 16 a 45 anos. A fim de tornar esse conhecimento cada vez mais acessível, listamos as fintechs brasileiras que estão na bolsa de valores para que você possa investir. Confira!

1. Inter 

2. Cielo

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

3. PagSeguro

4. BTG Pactual

Como são as ações de fintechs na Bolsa da Valores? 

Antes de saber quais as ações de fintechs estão na Bolsa, é importante saber identificar como elas são caracterizadas.

As ações de fintechs são divididas em: 

  • ordinárias
  • preferenciais
  • units

Vamos explicar cada uma delas para você. 

Ações Ordinárias

São ações que dão maior autonomia para os acionistas, como voto nas assembleias e receber proventos. 

Ações Preferenciais 

Esse tipo não dá direito a voto na assembleia, em contrapartida garante preferência no recebimento de proventos.

Ações Units

É quando há uma mistura entre os tipos de ações anteriores, podendo ser duas de uma e uma de outra ou de outras formas. 

Quais são as fintechs que tem ação na bolsa de valores?

  1. Inter 

O banco Inter tem na sua história um começo como banco tradicional, o antigo Intermedium. Além de ter sido o primeiro banco a migrar para o 100% digital, ele foi também o primeiro a abrir seu capital, no ano de 2018.

A fintech, que já contava com 3 milhões de clientes, entrou na B3 e conquistou a marca de R$ 721,9 milhões em sua oferta inicial de ações (IPO), o que fez com o banco alcançasse o valor de mercado de R$ 1,9 bilhão.

Que tipos de ações o Inter tem na Bolsa de Valores

O banco Inter tem dois tipos de ações, sendo elas ordinárias e preferenciais

As ações são nomeadas com números e letras chamado código de negociação. Esse código também é conhecido como ticket, no banco Inter os códigos são: BIDI3 e BIDI4.

Histórico de preço das ações do Inter 

Para ter acesso ao histórico de valores das ações é possível entrar no site da B3 e pesquisar pelo código. Veja no exemplo abaixo:

ações de fintechs
Fonte: B3

 

2. Cielo 

Apesar de não ser considerado uma fintech, a Cielo tem características de uma, pois une tecnologia com serviços financeiros.

Ela é a principal empresa da américa latina de maquininhas de cartão e está no rol de empresas com capital aberto listadas na bolsa de valores.

A Cielo tem 2.716.815.061 ações no total. Destas, 1.119.341.518 estão circulando e sendo negociadas diariamente na bolsa de valores, o que equivale a cerca de 41,2%.

A Cielo tem como código o CIEL3 e na B3 ela é considerada como uma empresa de nível alto, sendo listada no segmento novo mercado. Além disso, suas ações podem ser compradas por estrangeiros, pois ela faz parte também de uma das principais bolsas do mundo, a NASDAQ.

3. PagSeguro

A PagSeguro é uma empresa nacional que oferece serviços de pagamento eletrônico e também atua como instituição bancária. Ela foi criada em 2016 como parte do grupo Uol, suas ações são vendidas na bolsa de Nova Iorque (NYSE).

Como Investir em ações da PagSeguro?

Para comprar ações da PagSeguro, é necessário abrir conta em uma corretora dos Estados Unidos. Siga o passo a passo:

  1. Abra uma conta em na corretora internacional;
  2. Transfira o dinheiro para essa conta — nesse processo é necessário utilizar plataformas como a Remessa Online para fazer a conversão da moeda;
  3. Entre na plataforma onde irá operar na bolsa e compre a ação.

4. BTG Pactual

A BTG Pactual é pioneira na área financeira, foi fundada em 1983, tendo hoje sede não só  no Rio São Paulo como também em Nova York, Londres, Hong Kong, e também pela América Latina.

Em 2012 abriu capital e começou a fazer parte da bolsa de valores, chegando a ter um aumento de R$ 3,2 bilhões em seu capital na empreitada.

Como comprar uma ação da BTG Pactual

Na B3, os códigos das ações da BTG são BPAC3, BPAC5, e BPAC11. Essas ações estão sendo negociadas na bolsa brasileira (b3), para ter acesso o investidor só precisa de um computador, o cadastro em alguma corretora e saber o código das ações das fintechs na qual irá investir. 

Quais taxas são cobradas para investir na Bolsa? 

  • Taxa de corretagem.
  • Taxa de custódia: é uma taxa que as corretoras cobram para manter em custódia as suas ações. É proporcional ao tempo que você fica com elas.
  • Emolumentos: são taxas da bolsa de valores que registram registro suas negociações e cobra uma porcentagem sobre o valor financeiro de cada operação de compra e venda. Para pessoas físicas, é pouco maior do que 0,03% do valor negociado.
  • ISS: o imposto sobre serviços incide sobre a taxa de corretagem e é cobrado pela prefeitura de São Paulo à corretora. O ISS é uma alíquota de 5% sobre o valor da taxa de corretagem.
  • Imposto de Renda: para operações de day trade (que começam e terminam no mesmo dia), a alíquota é de 20% sobre o lucro. Já em operações normais, com mais de um dia de duração, a alíquota é de 15% sobre o lucro, menos nos meses em que as vendas não forem superiores a R$ 20 mil, quando há isenção. 

Agora que você já conhece as principais fintechs com ações na bolsa, fique atento ao nosso blog para saber tudo sobre investimentos e fintechs. Assine nossa newsletter para saber tudo em primeira mão.

Após alguns anos estacionados em 500 mil investidores pessoas físicas, em 2018 os número deram uma aquecida e, agora em 2020, já são mais de 2 milhões de CPFs cadastrados. 

O perfil desses investidores é formado por homens na faixa etária de 16 a 45 anos. A fim de tornar esse conhecimento cada vez mais acessível, listamos as fintechs brasileiras que estão na bolsa de valores para que você possa investir. Confira!

1. Inter 

2. Cielo

3. PagSeguro

4. BTG Pactual

Como são as ações de fintechs na Bolsa da Valores? 

Antes de saber quais as ações de fintechs estão na Bolsa, é importante saber identificar como elas são caracterizadas.

As ações de fintechs são divididas em: 

  • ordinárias
  • preferenciais
  • units

Vamos explicar cada uma delas para você. 

Ações Ordinárias

São ações que dão maior autonomia para os acionistas, como voto nas assembleias e receber proventos. 

Ações Preferenciais 

Esse tipo não dá direito a voto na assembleia, em contrapartida garante preferência no recebimento de proventos.

Ações Units

É quando há uma mistura entre os tipos de ações anteriores, podendo ser duas de uma e uma de outra ou de outras formas. 

Quais são as fintechs que tem ação na bolsa de valores?

  1. Inter 

O banco Inter tem na sua história um começo como banco tradicional, o antigo Intermedium. Além de ter sido o primeiro banco a migrar para o 100% digital, ele foi também o primeiro a abrir seu capital, no ano de 2018.

A fintech, que já contava com 3 milhões de clientes, entrou na B3 e conquistou a marca de R$ 721,9 milhões em sua oferta inicial de ações (IPO), o que fez com o banco alcançasse o valor de mercado de R$ 1,9 bilhão.

Que tipos de ações o Inter tem na Bolsa de Valores

O banco Inter tem dois tipos de ações, sendo elas ordinárias e preferenciais

As ações são nomeadas com números e letras chamado código de negociação. Esse código também é conhecido como ticket, no banco Inter os códigos são: BIDI3 e BIDI4.

Histórico de preço das ações do Inter 

Para ter acesso ao histórico de valores das ações é possível entrar no site da B3 e pesquisar pelo código. Veja no exemplo abaixo:

 Fonte: B3

2. Cielo 

Apesar de não ser considerado uma fintech, a Cielo tem características de uma, pois une tecnologia com serviços financeiros.

Ela é a principal empresa da américa latina de maquininhas de cartão e está no rol de empresas com capital aberto listadas na bolsa de valores.

A Cielo tem 2.716.815.061 ações no total. Destas, 1.119.341.518 estão circulando e sendo negociadas diariamente na bolsa de valores, o que equivale a cerca de 41,2%.

A Cielo tem como código o CIEL3 e na B3 ela é considerada como uma empresa de nível alto, sendo listada no segmento de nível alto. Além disso, suas ações podem ser compradas por estrangeiros, pois ela faz parte também de uma das principais bolsas do mundo, a NASDAQ.

3. PagSeguro

A PagSeguro é uma empresa nacional que oferece serviços de pagamento eletrônico e também atua como instituição bancária. Ela foi criada em 2016 como parte do grupo Uol, suas ações são vendidas na bolsa de Nova Iorque (NYSE).

Como Investir em ações da PagSeguro?

Para comprar ações da PagSeguro, é necessário abrir conta em uma corretora dos Estados Unidos. Siga o passo a passo:

  1. Abra uma conta em na corretora internacional;
  2. Transfira o dinheiro para essa conta — nesse processo é necessário utilizar plataformas como a Remessa Online para fazer a conversão da moeda;
  3. Entre na plataforma onde irá operar na bolsa e compre a ação.

4. BTG Pactual

A BTG Pactual é pioneira na área financeira, foi fundada em 1983, tendo hoje sede não só  no Rio São Paulo como também em Nova York, Londres, Hong Kong, e também pela América Latina.

Em 2012 abriu capital e começou a fazer parte da bolsa de valores, chegando a ter um aumento de R$ 3,2 bilhões em seu capital na empreitada.

Como comprar uma ação da BTG Pactual

Na B3, os códigos das ações da BTG são BPAC3, BPAC5, e BPAC11. Essas ações estão sendo negociadas na bolsa brasileira (b3), para ter acesso o investidor só precisa de um computador, o cadastro em alguma corretora e saber o código das ações das fintechs na qual irá investir. 

Quais taxas são cobradas para investir na Bolsa? 

  • Taxa de corretagem.
  • Taxa de custódia: é uma taxa que as corretoras cobram para manter em custódia as suas ações. É proporcional ao tempo que você fica com elas.
  • Emolumentos: são taxas da bolsa de valores que registram registro suas negociações e cobra uma porcentagem sobre o valor financeiro de cada operação de compra e venda. Para pessoas físicas, é pouco maior do que 0,03% do valor negociado.
  • ISS: o imposto sobre serviços incide sobre a taxa de corretagem e é cobrado pela prefeitura de São Paulo à corretora. O ISS é uma alíquota de 5% sobre o valor da taxa de corretagem.
  • Imposto de Renda: para operações de day trade (que começam e terminam no mesmo dia), a alíquota é de 20% sobre o lucro. Já em operações normais, com mais de um dia de duração, a alíquota é de 15% sobre o lucro, menos nos meses em que as vendas não forem superiores a R$ 20 mil, quando há isenção. 

Agora que você já conhece as principais fintechs com ações na bolsa, fique atento ao nosso blog para saber tudo sobre investimentos e fintechs. Assine nossa newsletter para saber tudo em primeira mão.

 

Comentários