Elas ameaçam, desafiam e podem até tirar do mercado os prestadores de serviços financeiros tradicionais, fornecendo serviços mais rápidos, baratos e confiáveis. Conheça 10 fintechs USA e saiba para que elas servem. 

Geralmente as fintechs são criadas para ajudar empresas, empresários e consumidores com o gerenciamento eficaz de operações e processos financeiros utilizando softwares e algoritmos especializados. 

Elas têm como objetivo solucionar problemas de origem financeira por meio de inovações tecnológicas, como AI e Blockchain.

Essas startups de tecnologia financeira continuam a atrair uma quantidade crescente de atenção e capital. Em 2018, por exemplo, as valorizações das maiores empresas privadas aumentaram, e pelo menos seis novos unicórnios de fintech foram cunhados nos EUA.

De acordo com dados da CB Insights sobre o crescimento das fintechs dos EUA em 2019, elas tiveram um grande ano em 2018, com mais de 1.700 transações, chegando a quase 40 bilhões de dólares. 

Desde os níveis recordes de financiamento até a crescente adoção de tecnologia de consumo, o setor financeiro está apresentando um crescimento dramático em todo o mundo.

Veja abaixo algumas fintechs dos USA para se inspirar:

10 Fintechs dos USA mais populares e valiosas

1) Stripe

Pioneira, essa fintech chegou para transformar o funcionamento dos negócios na internet. Originalmente um serviço para ajudar pequenos vendedores online a processar pagamentos, hoje Stripe também atende gigantes da tecnologia como Microsoft e Amazon.

Seu objetivo final é facilitar o processo de pagamentos seguros e rápidos. Ela fornece APIs, da sigla inglês “Application Programming Interface” que significa “Interface de Programação de Aplicativos”. 

Com isso seus clientes possuem uma integração fluida dos sistemas de pagamento online com seus websites e aplicativos. Além disso, essa fintech dos USA visa construir ferramentas flexíveis e poderosas para o comércio na internet.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

A funcionalidade inigualável do Stripe e as APIs projetadas meticulosamente ajudam a criar os melhores produtos possíveis para os usuários. 

Ele combina uma plataforma de pagamento com aplicativos que colocam os dados de receita no centro das operações de negócios, isso tanto para pequenas como para médias e grandes empresas.

Em 2018, a empresa anunciou três novos produtos de alto perfil, incluindo tecnologia de emissão de cartão de crédito, software de ponto de venda e uma plataforma de faturamento para empresas de assinatura.

Ela foi lançada em 2011 pelos irmãos nascidos na Irlanda, Patrick e John Collison. 

2) SoFi

A SoFi se estabeleceu no mercado com o refinanciamento de empréstimos estudantis. Depois ramificou-se em outros serviços, incluindo hipotecas, consultoria de investimento e seguro de vida. 

Ela se tornou conhecida entre as principais fintechs dos USA por ajudar as pessoas a obterem independência financeira. Ela segue uma abordagem única para oferecer taxas de juros e empréstimos mais baixos a fim de gerar grandes economias.

Atualmente avaliada em 4,3 bilhões de dólares, a empresa cresceu exponencialmente em um curto espaço de tempo. Foi fundada em 2011 por Mike Cagney, Dan Macklin, James Finnigan e Ian Brady.

3) Coinbase 

fintech usa coinbase

Essa outra popular fintech dos EUA surgiu com o objetivo de popularizar a compra, venda e gerenciamento do portfólio de criptomoedas.

Porém, indo além de suas raízes como carteira de bitcoin e troca de varejo, a Coinbase passou a oferecer custódia de criptomoeda e plataformas de negociação profissionais e institucionais. 

Em 2018 comprou o Earn.com, um serviço em que os usuários pagam em bitcoin para contatar especialistas por e-mail, por cerca de 100 milhões de dólares.

Seu cofundador e CEO é Brian Armstrong, cujas participações na Coinbase fazem dele um bilionário.

4) GreenSky

Assim como a Sofi, a GreenSky também foi feita para facilitar empréstimos, porém, suas áreas de especialização incluem varejo e melhoria de casas. 

David Zalik, uma criança prodígio que começou a frequentar a universidade aos 14 anos, foi quem fundou a GreenSky em 2006, em Atlanta, na Geórgia. Ela já financiou mais de 12 bilhões de empréstimos e trabalhou com mais de 1,7 milhão de clientes. 

A GreenSky também apoia financeiramente procedimentos médicos que podem não estar incluídos em seguros, como cirurgias estéticas, assistência odontológica, cuidados visionários, serviços médicos para animais de estimação e muito mais. 

Emergiu para ser uma alternativa procurada para cartões de crédito. Nesta era da internet, onde as pessoas estão acostumadas a fazer tudo com um único clique, a opção de empréstimo instantâneo da GreenSky está mudando vidas para melhor.

4) Robinhood

Robinhood é um serviço baseado em aplicativos móveis que permite que um indivíduo invista em empresas de capital aberto e fundos negociados em bolsa listados nas bolsas de valores dos EUA sem pagar uma comissão

O corretor oferece negociações sem comissões de ações, ETFs, criptomoedas e opções através de um aplicativo móvel. É um serviço de assinatura que custa a partir de 6 dólares por mês.

No final deste ano, a empresa assumirá o mercado de verificação e poupança com um novo programa de gerenciamento de caixa.

A empresa de bilhões de dólares foi fundada por Vladimir Tenev e Baiju Bhatt. Para manter as taxas baixas, a empresa não tem vitrines e não fornece ferramentas adicionais. 

Assim como o personagem fictício das histórias infantis RobinHood, essa fintech dos USA de mesmo nome está ajudando os menos favorecidos economicamente a crescerem usando e apostando no dinheiro de pessoas ricas. 

O aplicativo fintech eliminou todas as taxas de corretagem que foram tradicionalmente associadas ao início de uma compra ou venda e por isso ganha cada vez mais popularidade.

5) Credit Karma

fintechs usa credit karma

Outra grande fintech dos USA é a Credit Karma, ela oferece aos seus 85 milhões de “membros” um conjunto crescente de serviços gratuitos, incluindo:

  • Pontuação de crédito,
  • Software de preparação de impostos,
  • Correção de erros de crédito,
  • Alertas de novas contas abertas em nome de um usuário. 

Seu objetivo final é fornecer acesso gratuito a pontuações de crédito e relatórios para seus clientes. Além disso, é possível tomar decisões financeiras buscando o conselho de especialistas. 

Fundada no ano de 2007 por Kenneth Lin, Nichole Mustard e Ryan Graciano, esta empresa provou ser um player emergente no setor financeiro. 

Algumas outras áreas de sua especialidade incluem o monitoramento de bancos de dados de propriedades não reivindicadas, a preparação gratuita de impostos e o reconhecimento e a interrupção de erros no relatório de crédito. 

6) Zenefits

A Zenefits é outra grande fintech USA que consiste em um software baseado em nuvem para ajudar serviços de RH de empresas, como benefícios, plano de saúde e cumprimento da folha de pagamento. 

A Zenefits ajudou bastante as pequenas startups ao automatizar seus processos de RH. O objetivo principal dessa fintech é trazer ruptura tecnológica em uma indústria na qual o uso de impressoras matriciais e aparelhos de fax é o preferido.

Ela foi fundada pelo Park Conrad em 2013.

Essas são 6 fintechs que têm se destacado nos USA, que tal se inspirar e abrir sua própria fintech? Veja como abrir uma fintech de crédito e se ter uma chance de se dar bem também.

Curtiu? Que tal então continuar lendo mais sobre as novidades trazidas pelas fintechs? O mercado de serviços financeiros digitais avança cada vez mais e pode soluções feitas para você. Assine nossa newsletter e receba em primeira mão as principais notícias do setor.

Comentários