Considerado o aplicativo preferido dos poupadores de dinheiro, o GuiaBolso sai em disparada na corrida da organização financeira das fintechs que desafiam os bancos. Isso porque o app oferece um controle prático e intuitivo ao usuário, pois possui acesso à todas informações relacionadas a sua conta bancária (com o seu consentimento!).

Ou seja, para se cadastrar no GuiaBolso, você precisa preencher um cadastro com seus dados pessoais, do seu banco e do seu cartão de crédito. Aliás, você fornece a sua senha Internet Banking (a senha eletrônica). Por isso, sempre surge a pergunta que não quer calar: com acesso à tantas informações, o GuiaBolso é seguro?

O que é GuiaBolso?

Antes de descobrir se o GuiaBolso é seguro, entenda que se trata de uma fintech pensada em 2012 por jovens que gostariam de melhorar a situação financeira dos brasileiros. Mas foi somente dois anos depois, em 2014, que surgiu o produto GuiaBolso como um site e, posteriormente, aplicativo para a administração pessoal da vida econômica dos usuários.

A grande sacada desse produto é a plataforma intuitiva do aplicativo. Antes, para organizar a renda e o gasto mensal, você precisava preencher manualmente os dados sobre as suas despesas e separá-las por categorias. Como o Guiabolso tem acesso à sua conta bancária e ao seu cartão de crédito, esse preenchimento é automático.

Tem mais de uma conta bancária e um cartão de crédito? Não tem problema. O GuiaBolso sincroniza com suas contas e cartões, e mostra os resultados em uma única tela. Desta maneira, a visualização da sua situação financeira é mais prática e assertiva. Claro que ainda sobra a dúvida se o GuiaBolso é seguro ou não.

Para saber mais sobre esse aplicativo, assista o vídeo abaixo:

Como saber se o GuiaBolso é seguro?

O GuiaBolso precisa ter acesso às suas contas bancárias e aos seus cartões de créditos para efetuar o controle da sua organização financeira. Desse modo, por exemplo, se você comprou uma calça na loja X com o seu cartão Nubank, o aplicativo vai automaticamente registrar essa despesa na categoria compras.

Mesmo se você realizou uma compra em um estabelecimento que não está classificado como “comércio” ou “alimentação”, basta você marcá-lo em determinada categoria que, na próxima vez que você efetuar a mesma compra, ela já será classificada na mesma categoria. Prático, né?

Mas para saber se o GuiaBolso é seguro mesmo tendo acesso às suas informações pessoais, preparamos esse guia simples. Com ele, você encontra os argumentos necessários para responder suas dúvidas.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Faça como milhares de empreendedores e receba os melhores conteúdos sobre o mundo Fintech em sua caixa de e-mail.

Conheça a empresa

“A gente faz a conta que ninguém te conta”. É assim que o GuiaBolso se define no seu site, no qual, você também encontra todas as informações em relação à criação da fintech, sua missão e valores.

Abaixo, você visualiza um exemplo de conta que ninguém costuma fazer, mas que representa uma grande diferença nas suas despesas:

Gastos do GuiaBolso é seguro

Fonte: GuiaBolso

No site, você descobre os prêmios que a empresa já conquistou. Aliás, o último foi em 2018 com o Transformational Business Award, um prêmio criado pelo International Finance Corporation com o Financial Times.

Para te ajudar a decidir se o GuiaBolso é seguro ou não, você pode assistir vídeos de depoimentos de usuários:

Busque em outros sites

É claro que se você se focar apenas no site da empresa para saber se o GuiaBolso é seguro, você encontrará apenas os argumentos positivos. No entanto, nós sugerimos que você faça uma pesquisa em fóruns e sites de reclamações de consumidores para descobrir as reações reais dos usuários.

No site do Reclame Aqui, o Guiabolso possui atualmente a nota 8,3 de reputação (verificada no dia 26/4) e 100% das reclamações foram respondidas pela empresa. Além disso, o aplicativo também possui 7,81 como nota do consumidor e resolve 76,7% dos problemas encontrados.

GuiaBolso no Reclameaqui

Fonte: Reclame Aqui

Procure pelos certificados de segurança

A infraestrutura de segurança do GuiaBolso é certificada por empresas especializadas como Site Blindado e Symantec. Além disso, o site também possui o certificado da Norton / Verisign para garantir a segurança de seus usuários.

No mais, em sua política de privacidade, a empresa informa que utiliza o sistema SSL (Secure Socket Layer) para criptografar os dados dos usuários e mantê-los em total sigilo. O sistema SSL usado pelo GuiaBolso é o mesmo de bancos nacionais e internacionais.

Entenda o sistema de acesso

Talvez a sua dúvida se o GuiaBolso é seguro recai no fato de você fornecer sua senha digital – aquela de 4 dígitos que você utiliza para entrar na sua conta online. No entanto, essa senha não permite à empresa efetuar transações. O GuiaBolso tem apenas o acesso como visualização das suas contas. Isto é, torna-se impossível fazer qualquer movimentação financeira somente com a senha digital.

Para realizar as transações bancárias, é preciso a senha da sua conta bancária – aquela de 6 dígitos que você utiliza para confirmar alguma compra, gasto ou movimentação como investimentos ou transferências.

Todos esses pontos são explicados no vídeo abaixo:

Mas então, o GuiaBolso é seguro ou não?

Sim, de acordo com a nossa avaliação, o GuiaBolso é seguro. Levando em conta que como qualquer banco online, a empresa também está suscetível a ataques cibernéticos. Porém, seus certificados de segurança e criptografia garantem o sigilo das suas informações pessoais e financeiras.

Ter acesso à tantas informações pode te parecer assustador, no entanto, é através delas que o GuiaBolso organiza suas atividades financeiras de maneira personalizada. Além do mais, a empresa também oferece serviços que mais se encaixam na sua economia pessoal, assim como, cupom de descontos em estabelecimentos recorrentes e aconselhamento financeiro com um personal trainer.

Agora que você conhece todos os argumentos que justificam que o GuiaBolso é seguro, aproveite para conhecer mais sobre o mundo das fintechs que tornam a sua vida financeira muito mais descomplicada:

Inscreva-se na nossa newsletter para não perder nada do que está acontecendo de novo no mundo das startups de tecnologia financeira.

Comentários