Não tem coisa que Millennials mais gostam de fazer do que utilizar o celular para facilitar suas vidas. Agora, além de entrar em contato com amigos de infância, postar fotos da última viagem, pedir comida e até encontrar o amor, você também pode usar o seu celular para pagar contas com o aplicativo picpay. Mas o que é Picpay?

Nova fintech no mercado que está fazendo bastante barulho, Picpay traz uma abordagem nova ao pagamento de contas. O aplicativo funciona, mais ou menos, como uma rede social de pagamento entre usuários. Fique aqui para descobrir como essa novidade funciona, as vantagens, desvantagens e, claro, se vale a pena.

O que é Picpay?

O que é Picpay

Se estamos falando de dinheiro, sempre vem a pergunta: o que é picpay? Picpay é uma fintech, ou seja, uma startup que busca soluções financeiras por meio da inovação tecnológica como o Nubank e o Trigg, que vocês já devem conhecer. Mas diferente dessas duas empresas, Picpay não é um banco online e nem um cartão de crédito. Criada em 2012, a fintech foi pensada como uma plataforma para facilitar pagamentos online.

Diretamente do seu celular, você pode enviar e receber dinheiro de pessoas cadastradas. Ou seja, sabe aquela conta da pizzaria de domingo passado? Com o aplicativo, é fácil e rápido rachar essa conta entre os amigos e não tem mais aquela história de “esqueci a carteira em casa”.

Aliás, é assim que o Picpay se vê: como uma carteira eletrônica. Pois, além de rachar a conta, transferir e receber quantias, você também paga contas em estabelecimentos credenciados, carrega o seu celular com créditos e recebe vantagens de empresas parceiras.

Assista o vídeo abaixo que explica (com muito bom humor) o que é Picpay e como você pode utilizá-lo para facilitar a sua vida:

Aperfeiçoando as transações financeiras online, o Picpay busca quebrar as regras impostas por bancos tradicionais no que diz respeito à movimentação de dinheiro. Então, você não precisa mais se preocupar com as taxas de transferências bancárias e os prazos de recebimentos, e nem em sair com dinheiro na carteira.

No entanto, com tanta promessa, dúvidas surgem. Por isso, você não apenas precisa saber o que é Picpay, mas também como funciona.

Como funciona o Picpay?

Como funciona Picpay

Agora que você sabe o que é Picpay e se interessou, a primeira coisa a fazer é baixar o aplicativo para começar a usá-lo. Disponível em versão Android e iOS, o Picpay é gratuito e para utilizar os serviços, é preciso realizar um cadastro simples com os seguintes dados:

  • Nome e sobrenome
  • CPF
  • Data de nascimento
  • Número do celular
  • E-mail
  • Endereço (pois há transações com cartões de crédito que pedem endereço de cobrança)
  • E senha da conta Picpay

O aplicativo possui uma aba para fazer ajustes e é justamente lá onde você irá preencher o dados da sua conta bancária. Você também pode cadastrar os dados do seu cartão de crédito.

Caso você não o tenha, não se preocupe. Você pode enviar dinheiro para sua conta Picpay via transferência bancária ou boleto, pois como na sua carteira tradicional, na eletrônica você também precisa colocar dinheiro se não possui um cartão de crédito.

Na hora de realizar um pagamento, basta você procurar a pessoa ou o estabelecimento na barra de busca e enviar o valor desejado. Saiba que o aplicativo é gratuito e não há cobrança de taxas para as transações. Contudo, o aplicativo impõe um limite no valor de R$ 800 de recebimentos por mês.

Picpay PRO

O Picpay também disponibiliza a versão PRO, que não possui um limite de valor mensal de recebimentos. Mas o que é Picpay PRO?

Criado para uso comercial, o Picpay PRO cobra uma taxa de 1,99% por transação recebida, permite pagamento em até 12x e você recebe o dinheiro na hora.

Para entender melhor sobre o que é Picpay PRO, dê uma olhada no vídeo da empresa abaixo:

Quais as vantagens do Picpay?

Além da óbvia (não passar mais o perrengue de não ter dinheiro em papel no bolso), o Picpay permite que você pague boletos de contas como água, luz e telefone sem enfrentar filas em bancos. Lembrando que pagando essas contas pelo Picpay com o cartão de crédito cadastrado, você acumula ainda mais pontos com o programa de fidelidade.

Atualmente, mais de 100 mil estabelecimentos no país estão cadastrados no aplicativo. Isso significa que você pode pagar suas compras e contas através do Picpay sem mexer com o dinheiro em papel ou plástico. Nos lugares que têm a máquina Cielo, você só precisa escanear o código QR com o seu celular para realizar o pagamento.

O crédito do celular acabou? Sem problemas! Com o Picpay, você também carrega seu celular com créditos, na hora. O mesmo acontece com o seu cartão de transporte público: com o seu celular, você não fica mais na mão.

As vantagens não param no envio e recebimento de dinheiro, e benefícios com empresas parceiras. O valor guardado no Picpay rende automaticamente à 100% do CDI, em outras palavras, seu dinheiro vale mais no aplicativo do que na poupança.

Seu dinheiro vale mais no Picpay

No vídeo abaixo você descobre mais sobre o que é Picpay e suas vantagens:

Picpay vale a pena?

Você já sabe o que é Picpay e como ele funciona, além disso, conhece todas suas vantagens. Porém, você ainda está na dúvida se vale a pena mesmo?

Acreditamos que a segurança é o pano de fundo dessa questão e na seção segurança do site Picpay, você encontra a política de privacidade do aplicativo. Além disso, eles usam tecnologia de criptografia de dados para garantir o sigilo do usuário.

No mais, a empresa segue as normas de segurança do PCI Security Standards Council – conselho formado pelas empresas American Express, Discover Financial Services, JCB International, MasterCard e Visa, em 2006.

Outro fator a ser levado em consideração é o fato de nem todos os estabelecimentos aceitarem o pagamento via Picpay. A ideia de não precisar sair de casa com a carteira é muito atraente, no entanto, você ainda pode cruzar com muitas lojas e restaurantes que ainda não estão cadastrados no aplicativo ou que não possuem a máquina Cielo.

Um dos principais pontos negativos é o valor alto das taxas cobradas pelo Picpay:

  • Para pagar boletos: 2,99% via cartão de crédito.
  • Para parcelar boletos: R$2,99 sobre o valor do boleto + 3,49% sobre o valor de cada parcela.
  • Para enviar valores acima de R$ 800: 1,99% sobre o valor enviado.
  • Para receber valores no Picpay PRO: 1,99% sobre o valor recebido.

Sabendo que o Picpay não media as transações, é fácil ocorrerem golpes e fraudes se você não ficar atento. Por isso, é necessário conferir os dados da pessoa ou empresa ao enviar dinheiro. Uma vez enviado, não há volta e a empresa não pode garantir o retorno do seu dinheiro.

Aliás, a empresa esteve envolvida com um esquema de pirâmide, no qual, os usuários enviavam convite para baixar o aplicativo e, para cada convite aceito, o novo usuário ganhava R$ 10, mas ele era coagido a devolver o dinheiro para o amigo que o convidou.

Para inibir esta prática, o Picpay limitou o limite de convites (agora são só 3) enviados por cada usuário e deixou claro que ninguém é obrigado a pagar ninguém.

Resumindo: tirando de lado essa polêmica, o Picpay entrega o que promete: uma carteira digital. Com o aplicativo, você paga e recebe dinheiro de maneira simples com o seu celular.

Você sabe o que é Picpay e agora está interessado no maravilhoso mundo das fintechs? Se inscreva na nossa newsletter para não perder nenhuma novidade.

Comentários