Se você acha que a gestão de suas economias é algo difícil, penoso e fora do seu alcance, este texto vai mudar suas crenças! Antigamente, quando se pensava em controle das finanças pessoais, logo vinha à cabeça uma conversa confusa e interminável com o gerente do banco. Mas, com a consolidação das fintechs de educação financeira, essa realidade mudou: e para melhor!

Não há um padrão definido sobre o endividamento das pessoas. Ele varia e abrange quem ganha altos, médios e baixos salários. A prova disso está na pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC): 74% das famílias brasileiras estão endividadas.

Para você não fazer parte dessa estatística e controlar os seus recursos de um modo prático, rápido e eficiente, leia este artigo até o final e descubra qual fintech de educação financeira pode salvar o seu mês.

Qual a importância de uma fintech de educação financeira?

Há inúmeros motivos para a conta ficar no vermelho ou não sobrar um centavo sequer nela. Dívidas com cartão de crédito, uso do cheque-especial, gastos imprevistos, compras impulsivas e dificuldade de economizar são alguns deles. Uma das maiores dificuldades é identificar onde o dinheiro foi gasto e como mudar o padrão de consumo.

Pensando nisso, as fintechs de educação financeira ganharam força no Brasil por apresentarem um novo formato que desmistifica a relação com o dinheiro. Por meio de aplicativos ou sites fáceis de usar, elas ensinam tudo o que envolve grana e mostram como o seu salário está sendo gasto a cada período.

Responsáveis pela inclusão das pessoas de todas as classes, essas fintechs trabalham a consciência dos consumidores na hora de comprar, planejar ou investir. 

Com apoio de gráficos, divisão por categorias e insights, a fintech de educação financeira pode ser a sua melhor amiga não só nos momentos de crises, mas para a vida toda.

Qual é a melhor fintech de educação financeira no Brasil?

As fintechs de educação financeira resolvem, com métodos simples e inovadores, os problemas e as dores dos consumidores de diferentes idades, perfis e classes sociais. 

Acolhimento bastante difícil de encontrar nos bancos tradicionais, certo? Por esse acesso facilitado, o público passou a se interessar mais pela organização mensal de suas próprias finanças.

Não é à toa que muitos canais do Youtube e perfis em redes sociais que ensinam como lidar com o dinheiro estão em alta no momento. 

Até o Banco Central fornece materiais sobre o assunto, como e-books, planilhas e minicursos, a fim de promover o maior entendimento das pessoas sobre economia doméstica. Cidadãos estáveis financeiramente resultam em uma economia nacional saudável também.

Controle de gastos significa hábito, comprometimento, dedicação, qualidade de vida e liberdade. Afinal, quem é que dorme tranquilo sabendo que precisa quitar dívidas sem saber por onde começar? Veja agora as principais fintechs de educação financeira para você usar sem moderação.

Mais dicas para você: Organização mensal: dicas para obter controle financeiro

fintech educação finanças
Fonte: Canva

Lista com as melhores fintechs de educação financeira do Brasil 

Guiabolso

Pioneira no país, essa startup nasceu em 2012 com a proposta de ser um aplicativo que analisa e classifica os gastos das pessoas. E o melhor: o Guiabolso é gratuito! Conheça alguns serviços oferecidos por ele:

  • análise rápida de todas as suas contas em um só lugar;
  • recomendação de produtos e serviços para o seu perfil;
  • identificação do seu perfil financeiro;
  • agendamento de lembretes de pagamento de contas;
  • reunião dos saldos das contas-correntes e dos investimentos;
  • simulação de empréstimos.

Entenda mais sobre investimentos: Como aprender a investir? Guia com 5 canais do Youtube, 5 cursos e 2 livros essenciais!

Mobilis

A fintech de educação financeira Mobilis também registra as transações bancárias dos usuários, exibindo gráficos e relatórios mensais para auxiliar no controle das finanças pessoais e familiares.

No aplicativo, você pode incluir planejamentos e orçamentos, criar objetivos para juntar dinheiro, receber alertas mensais e gerar relatórios. A empresa disponibiliza plano gratuito com ótimos recursos e planos pagos, com a versão completa.

Plano

A Plano disponibiliza uma plataforma com inteligência artificial para coletar informações dos clientes e um time de especialistas que realizam atendimento personalizado quinzenal para ajudar pessoas físicas ou jurídicas a pagarem dívidas, a pouparem e a organizarem suas finanças. 

Essa fintech desenvolve todo um planejamento para os usuários atingirem seus sonhos e objetivos.

Tindin

Indicada como uma das melhores fintechs do país, a Tindin foi além: ela criou um aplicativo educativo, com ambiente gamificado, para ensinar o equilíbrio nas finanças ao público infantojuvenil. 

As crianças investem brincando, em casa ou na escola. Essa fintech de educação financeira desenvolve a capacidade de organizar o próprio dinheiro por meio de missões e tarefas recompensadoras.

Organizze

Com a possibilidade de teste grátis por 34 dias, a Organizze também reúne em sua plataforma e em seu aplicativo toda a sua vida bancária. Com opções de planos mensais, semestrais ou anuais, ela dispões de recursos completos, como:

  • controle de contas-corrente, poupança e investimentos;
  • criação de categorias;
  • limite de quanto gastar em cada categoria;
  • alertas para pagamento de contas;
  • relatórios com gráficos completos;
  • controle de cartões.

Leve

A fintech de educação financeira Leve é voltada para os colaboradores de empresas. Em uma pesquisa feita por ela, com 700 funcionários de 16 empresas brasileiras, constatou-se que:

  • 55% dos trabalhadores gastam igual ou a mais do que ganham;
  • 25% têm mais dívidas do que realmente podem pagar.

Baseada nisso, a Leve presta serviços a empresas com o objetivo de disponibilizar consultoria, diagnóstico e entrega de soluções de dívidas e monitoramento da saúde financeira de cada colaborador.

Já entendeu que opções de ajuda para equilibrar as suas finanças não faltam, né? Cada plataforma ou aplicativo possui suas peculiaridades e recursos que atendem a todos. Sair das dívidas e poupar dinheiro nunca foi uma das tarefas mais fáceis, mas, agora, elas são possíveis e muito mais acessíveis.

Basta pesquisar, analisar qual fintech se encaixa na sua realidade e estar disposto a criar o hábito de controlar e gerir a sua renda.

E aí, ficou animado com a possibilidade do salário sobrar no fim do mês? Acompanhe nosso blog para ficar por dentro das últimas novidades do mundo das fintechs de educação financeira.

Comentários